31 agosto 2006

Nasceu mesmo agorinha...

... a inquilina desta barriguinha que aqui mostrei há uns meses.
Bem-vinda, Constança!

Brincadeiras do momento:

- "Vamos bincar às mães?"- seja com bonecos, com as primas, com os pais ou com quem ela apanhar com um mínimo de disposição. Ela é às vezes a mãe, outras vezes a filha. Quando é a mãe, tem que haver um casamento em que ela é noiva porque põe uma fralda na cabeça a fazer de véu. O Nenuca agora chama-se Sofia e é a mana dela, "shiuuu, não faças barulho ca Sofia tá a dormir!".
- "Vamos bincar aos pintiados? Eu sou a cabeleira!" - em geral, sou eu a "vítima", ou melhor, os meus cabelos, mas não me importo, sempre gostei que me mexessem no cabelo. Mexe, remexe, aperta com molas, "Tás gira, mamã?", "Tou muito gira, sim senhora, dona cabeleireira. Quanto é?", "Cinco", "Cinco quê?", "Cinco eiros"

Ontem o serão foi só disto, tão bom :)

Não sabia...

... mas parece que hoje é um dia especial na blogosfera!

30 agosto 2006


-"Ai, mamã... ai, ai, ai, aleijaste-me!"
-"Onde?!"
-"Aqui no catovelo... ai, ai, tá a doê-me!" (quase a chorar)
-"Como é que eu fiz isso?! Só se foi com o anel... É só um arranhãozito, deixa ver que eu dou um beijinho e já passa." (chuac, chuac, chuac)
-"Mas ainda dói-me muito, mamã!"
-"Então queres que te ponha um penso?"
-"Não, penso não (ar de horror)... quero uma pomadinha, mamã, põe-me uma pomadinha pa passar o meu dói-dói!"

(pois... normalmente os catriaios ficam todos orgulhosos com um penso, mas a Camila prefere as pomadinhas... mesmo que a "pomadinha" seja creme Nivea :) )

 Posted by Picasa

29 agosto 2006

Ontem, fui ver este:

Intenso, é o que me ocorre para descrevê-lo. Saí do cinema com os braços e pernas a tremer, depois de 2 horas de músculos tensos. Posted by Picasa

(É sobre um dos aviões desviados no 11 de Setembro, o que se despenhou sem atingir o alvo que, supostamente, seria o Capitólio. Não questionando quanto daquilo é verdade ou mentira, o filme está muito bem feito e prende do primeiro ao último minuto... e não dá para chorar, como eu tinha receio antes de o ir ver)

28 agosto 2006

Mais trabalhos meus

Aqui mostro mais uns trabalhos, desta feita em ponto-cruz. Já fiz muitos mais, bastantes para oferecer, mas estes são os que têm um valor especial para mim.
Os quadros valem por terem sido os primeiros trabalhos que fiz, gosto sempre de começar por "coisinhas simples", como já devem ter reparado :).



Estes bonequinhos amorosos, os animais-bebé, estão bordados na colcha e no resguardo das grades da cama da Camila (estão um pouco amarrotados por estarem guardados). A colcha só a terminei depois de ela nascer porque a apressadinha não me deu tempo antes. Deram imenso trabalho porque têm muitas cores mas o resultado final é lindo, a minha menina dormiu muito bem acompanhada durante os 2 anos que usou a cama de grades.

A Borboleta, o Galito e o Ratinho na colcha.

O Cordeiro, a Joaninha (a minha preferida!) e o Elefante no resguardo.

 Posted by Picasa
Vomitou hoje de manhã. Acordou antes de eu sair de casa e disse-me: “Tou mal xposta, quero gomitar... tenho boca de gomitar!”. E estava realmente com mau-hálito, levei-a à casa-de-banho mas não falou mais em “gomitar”. Quando saí de casa, ficou a tomar o pequeno-almoço com a bisa. Pelos vistos, vomitou logo a seguir porque não chegou a acabar o pequeno-almoço, e voltou a vomitar já em casa da bisa. Não sei se é o regresso das crises que já falei antes, mas não teve nada em comum, das outras vezes tem acontecido sempre de noite e passa horas a vomitar, e desta vez foi já de manhã e só vomitou duas vezes. Quase que consigo atribuir a culpa às physalis que ela comeu sem lavar, directamente do jardim da avó, ontem ao fim do dia, porque foi o que apareceu no vomitado, para além do leite que ela estava a beber. Não sei, espero mesmo que tenha sido só uma má-disposição.

25 agosto 2006

Os meus trabalhos manuais

Uma vez que estou numa fase desinspirada para a escrita e com uma neura daquelas, passo a mostrar as minhas artes manuais. Este é primeiro e o maior trabalho de bordado que já fiz, as cortinas da minha sala (uma coisa "pequenina", para começar :) ):


São 5 cortinas iguais a esta, em meio linho, com bordado Richelieu e bainhas abertas trabalhadas, tudo feito à mão, desde o recorte em baixo até o pegamento das presilhas. Foram 4 anos a trabalhar nelas, não consecutivamente, claro, foi uma grande estafa. Mas valeu a pena.

Posted by Picasa

23 agosto 2006

Hoje, o dia está como eu,...

... triste.

Desafio II

Este veio desta amiga:

6 coisas sobre mim:

1 - Adoro a companhia do meu marido e filha, mas gosto muito de estar sozinha em casa de vez em quando, para fazer o que me der na telha, falar alto para as paredes, etc.

2 - Acho que o meu grande defeito é ser pouco tolerante e “disparar” com facilidade quando as coisas não correspondem às minhas expectativas, o que é muito mau, principalmente quando essas expectativas estão só na minha cabeça e mais ninguém as conhece, daí serem difíceis de satisfazer :S

3 – Sou uma sortuda por ter um marido que (ainda) vai aturando o grande defeito do ponto anterior há já 16 anos, que é o grande pilar da minha vida e perante quem eu reconheço os meus erros facilmente, não sou de “emburrar”

4 – Coisas que gosto: os meus cães, chocolate, orquídeas, livros, chá, cozinhar, tratar do meu jardim, trabalhos manuais, conversas pela noite dentro (já dei um jantar que durou até às 7 da manhã!)

5- Não gosto de ir a cafés (acho uma perda de tempo, ainda mais porque eu não bebo café), não gosto muito de conduzir (não me importava de ter um motorista) e não gosto de aturar gente mal-disposta quando não tenho nada a ver com o motivo da má-disposição (já me aconteceu hoje no trabalho e ainda estou furiosa, grrr)

6- Penso, daqui a uns anos, adoptar uma criança.

Desafio I

Este veio desta amiga há já algum tempo:

Empregos que já tive:
Departamento de Qualidade de uma empresa (1º e único, até agora)

Filmes que não me canso de assistir:
- Danças com Lobos
- O Paciente Inglês
- Comédias com o Ben Stiller

Programas de TV:
Vejo pouco, mas tento não perder:
- Serviço de Urgência
- Donas de Casa Desesperadas
Adorava ver:
- Seinfeld
- Sete Palmos de Terra

Livros que recomendo:
- “Os Maias”, Eça de Queirós
- “O Nome da Rosa”, Humberto Eco
- “Dona Flor e Seus Dois Maridos” e “Gabriela, Cravo e Canela”, Jorge Amado
- “Como Água para Chocolate”, Laura Esquível
- “Cinco Quartos de Laranja”, Joanne Harris

Lugar onde vivi:
- Em França, onde nasci, até aos 6 anos
- Desde os 6 anos, vivo aqui ;)

Lugares onde já estive:
- Muitos lugares do norte a sul de Portugal (mas com muito ainda por conhecer)
- Paris e Eurodisney, França (lindo, lindo!)
- Zurique e Lucerna, Suiça (ai os chocolates!)
- Hammamet, Tunísia (louca viagem de finalistas!)
- Marbella, Espanha (últimas férias a dois :) )

Comida Favorita:
- Bacalhau com natas
- Polvo de qualquer maneira e feitio
- Pratos de massa
- Chocolate

Musicas Favoritas:
- Todas do Sting
- “One”, U2
- “Kiss from a Rose”, Seal
- “The Scientist”, Coldplay

Lugares onde gostaria de estar neste momento:
No meio de um abraço “Miminhos aos dois” (quando a Camila quer dar mimos ao pai e à mãe em simultâneo)... estou mesmo a precisar disso.

22 agosto 2006

Nasceu...

... mais um blog amigo, visitem!

Alguém sabe...

... receitas caseiras para fortalecer o cabelo? É que estou a desesperar com o meu, está fraquinho e a cair como nunca caiu, não tem nada a ver com as quedas sazonais, é aos montes, o couro cabeludo já está bem mais visível. Há 2 semanas que estou a fazer um tratamento com umas ampolas e um champôo que comprei na cabeleireira e sei que os resultados não são imediatos, mas não estou a ver melhoras. Para atacar em todas as frentes, gostaria que quem soubesse me desse outras dicas úteis para este problema.

Adenda: desde as duas anestesias gerais que levei no ano passado que o meu cabelo nunca mais foi o que era, mas agora também desconfio de um desequilíbrio hormonal, ai, ai...

21 agosto 2006

Ontem...

... fomos os três...

... dar um passeio ao parque.

A Camila nunca foi muito de se aventurar, não é muito ágil, às vezes até digo que basta-lhe tropeçar numa corrente de ar e lá está ela no chão :). Mas ontem fiquei surpreendida com ela, quis andar em tudo, até nas coisas mais difíceis, e avançava sem medos, desde que eu estivesse na rectaguarda. Senti-a mais segura. Senti-a "gande". Posted by Picasa

A mais recente lá de casa

Posted by Picasa

18 agosto 2006

O nº 5000 que se identifique, se faz favor!

O Hit do momento

Além do Oliveirinha da Serra recém-aprendido, há uns dias saiu-se com:

"Tenho, tenho uma cámisa nêga..."

:))
Na minha hora de almoço, estive bem uns 10 minutos agarrada à minha filha sem a conseguir largar, dei-lhe milhentos beijos. Acho que tentava ganhar alguma energia com os seus mimos e risadas, absorver o seu calor e o seu cheiro, tranquilizar o meu coração. As imagens de guerra, de pessoas sem nada para onde regressar, de crianças doentes que não conseguem brincar, histórias de mães que perdem os seus filhos e que não me saem da memória, as nuvens escuras no céu, uma noite povoada por sonhos, não sei se maus se bons, mas que não me deixaram dormir um sono reparador... enfim, hoje não estou bem. Os meus dois amores são as minhas bóias que me mantém à tona nestes dias em que parece que tudo me puxa para baixo.

16 agosto 2006

Um dia de chuva= Duas molhas!

(estou furiosa!)

(e o dia ainda não acabou!)

Ontem foi assim...

Cenário: jantar num restaurante, com vista para o pôr-do-sol sobre o mar... e uma piolha rabujenta e cheia de sono (atraso de 2 dias na sesta). Vem o pedido, estufado de cherne com amêijoas e camarão, e sirvo o prato de sua Exª a gajinha com batatas e peixe, que ela come sempre, sempre bem. Ontem, ao fim de duas colheradas, começa a torcer-se na cadeira "Não quero, não quero!" e a fechar a boca e a empurrar-me a mão que ía com a colher, até que, às páginas tantas, diz, em alto e bom som, para todo o restaurante ouvir: "Não gosto desta comida! Não gosto desta comida!"

Era um buraquinho para eu me enfiar, se faz favor!

(adenda: o "escândalo" nem foi tão grande assim, já assisti a muito pior vindo de outros miúdos, posso dizer que fiquei mais encavacada com a surpresa de ela estar a fazer a cena, porque nunca o tinha feito em refeições fora, do que com a própria cena em si)

14 agosto 2006

É 2ª feira, véspera de feriado,...

...férias por todo o lado, marido e filha na praia, e eu a trabalhar :(
Shuiff, shuiff!
Uma das coisas que me irrita bastante é a Camila não saber esperar. Quando me pede qualquer coisa e eu digo: "Espera um bocadinho que já dou/faço.", ela não me larga enquanto não lhe dou ou faço o que ela pediu, não se cala um segundo, a repetir "Ó mamã, dá-me..., ó mamã, faz...", às tantas passo-me e sai um "Já te disse para esperares!" assim num tom mais acima do normal. A isto, costuma responder, com o choro quase a romper: "Mas eu não quero esperá!". Ontem, numa situação do género, respondeu ao pai, com um grande beiço: "Mas eu não consigo esperá!"
Eu e o pai desatámos a rir, não deu para evitar! :)

11 agosto 2006

"Seguêdos" das férias com os avós

O avós estão de férias mas não sairam para fora, vão passar as tardes à praia e levam a Camila atrelada a eles. Normalmente, fazem uma paragem no pinhal para tirar uma soneca, na hora de maior calor. Mas não têm tido grande sorte porque a dona Camila não pode ver ninguém com os olhos fechados, não dorme nem deixa dormir. Quer brincar, quer ir para a praia, quer fazer pic-nic com o seu lanchinho, enfim, tudo menos dormir. Eles reclamam mas até se pintam de andar a passear a neta.
Ontem à noite, a Camila estava na rede com o pai e ouço-o às gargalhadas, mais tarde ele contou-me porquê. Ela chegou-se a ele, a falar baixinho, e disse-lhe:
-"Queres saber um seguêdo, queres?"
E o pai: -"Que segredo?!"
Ela:-"O avô é um chato, só chateia a avó!"
É claro que eu soube disto depois de ela vir ter comigo à sala e dizer-me, a mando do pai:
-"Queres saber um seguêdo? És uma chata, mamã!"

Graçadinhos :)

09 agosto 2006

(a sussurar)

A Camila já não vomita há quase dois meses!
Não é muita surpresa porque já no ano passado foi assim, nunca vomitou no Verão. De qualquer forma, vou ali bater 3 vezes na madeira e já venho.

"Francisco", és o maior!

Posted by Picasa

08 agosto 2006

Jantar de ontem

Há uns tempos comprei um livro de cozinha vegetariana, por curiosidade. Considero que é uma cozinha mais saudável e gosto de experimentar, tem pratos deliciosos, mas acho que não era capaz de aderir a 100 % a esse tipo de alimentação, gosto muito de franguinho, de peixe, de bife :). Vou fazendo algumas experiências e a que teve direito a repetição, ontem ao jantar, é a Lasanha Vegetariana, um pitéu que faço assim (as quantidades dos ingredientes variam conforme o tamanho da assadeira, evidentemente):

Lava-se muito bem uma beringela e corta-se às rodelas. Põem-se num passador, polvilham-se com sal fino e deixa-se estar 20 minutos. Depois desse tempo, passam-se por água, deixa-se escorrer e reserva-se.
Num tacho, aquece-se azeite e aloura-se uma cebola picada e dois dentes de alho esmagados. Junta-se pimento aos pedaços pequeninos, cogumelos fatiados e um ou dois courgettes (depende do tamanho dos mesmos) aos cubos (na receita original diz ainda para juntar uns talos de aipo aos cubos mas eu não aprecio muito). Deixa-se cozinhar uns minutos e junta-se depois tomate pelado e bem maduro. Polvilha-se a gosto com manjericão picado, tempera-se com sal e pimenta e deixa-se em lume brando.
Para adiantar trabalho, uso molho branco daqueles já preparados, em pacote, embora na receita original diga para fazer um com uma parte de leite e uma parte de caldo de legumes. Ponho o conteúdo do pacote numa caçarola, levo ao lume brando e diluo-o com um pouco de leite porque o acho sempre muito espesso. Junto-lhe um cubo de caldo de legumes. Continuando na receita original, junta-se um pouco de queijo ralado (emental, mozarela, da ilha, conforme o gosto) e uma colher de chá de mostarda. Já fora do lume, junta-se manjericão picado e incorpora-se um ovo previamente batido.
Cobre-se o fundo de uma assadeira untada com massa de lasanha, põe-se uma camada do molho de legumes, depois uma camada de rodelas de beringela. Repetem-se as camadas, terminando com uma de massa. Cobre-se com o molho branco, polvilha-se com queijo ralado e vai ao forno.

É um regalo, miam, miam!
No caminho para o trabalho, olhava para o horizonte à minha volta e via... fumo! Muito fumo. Não se vê a cidade ao longe, não se vêem os montes da serra, vê-se fumo e uma luz amarelada, baça, doentia. O fogo anda longe de mim, do meu cantinho, mas andará perto do cantinho de alguém em aflição, que chora de impotência por não conseguir lutar contra a besta. Já passei por isso, há muitos anos atrás, felizmente sem consequências graves, mas é uma coisa que marca, um medo que se entranha. E que todos os Verões vem ao de cima, infelizmente.

07 agosto 2006

Vaidosa!

É o que ela é, cada vez mais! Já gosta de conjugar as molinhas e os elásticos com as roupas que veste e, se me apanha enquanto me maquilho, quer logo pôr "batôn dos biiantes" :). Às vezes, lá lhe faço a vontade e fica toda contente, como ontem:
(mais tarde, o primo pediu-lhe um beijinho e ela fica muito reticente a olhar para ele, não estávamos a perceber a hesitação, até que ela diz: "não posso, tenho biiantes!", com ar de "desculpa, mas fica para a próxima!")

E esta é a mais bela flor do meu jardim!
Sim, eu também sou vaidosa, confesso ;) Posted by Picasa
O casamento correu bem, estava um calor infernal (o termómetro do carro chegou a marcar 44ºC!), o que fez com que a Camila passasse o dia literalmente agarrada ao copo... de água, claro!
:)
 Posted by Picasa

04 agosto 2006

Com tantos blogs de férias...

... até quem não está de férias, tipo eu, fica com preguiça de escrever :S.

Não há quem entenda...

... este tempo. Ontem chuva, hoje calor abrasador!

03 agosto 2006

Por aqui, está de chuva...

... e eu tenho um casamento no sábado! Espero que o São Pedro saiba onde se está a meter, é que a fatiota que tenho é de pleno Verão! Ai...

Ainda as festas em família...

Adoro vê-la brincar com os primos, a maneira doce como ela sorri a ver as brincadeiras de lutas dos meninos, as risadas que provoca nas primas grandes com as suas conversas e as suas intermináveis perguntas e “puquês”, a maneira desenrascada como ela convoca qualquer tia ou prima a levá-la à casa de banho ou a lavar-lhe as mãos ou a dar-lhe sobremesa. Toda a gente lhe acha graça e eu fico babada por ela ser tão encantadora! A mim e ao pai não liga a mínima durante estes almoços e jantares, saltita de colo em colo, de brincadeira em brincadeira. À noite, quando aterra na caminha, parece cheia de saudades, pede muitos mimos, abraços e beijinhos. E eu não me faço rogada, é a melhor parte da festa :)!

01 agosto 2006

Está oficialmente aberta a época das festas!

Posso dizer que desde domingo à noite que estou em festa permanente. Já começou no final da semana passada com a chegada dos meus tios emigrantes, depois fiz pausa no fim-de-semana durante o meu passeio a Guimarães. No domingo à noite, juntámo-nos todos para celebrar o primeiro aniversário de casamento da minha prima L., da qual fui madrinha e que me esqueci de mencionar aqui. Ontem, foi almoço e jantar em casa dos meus pais, hoje já foi almoço em casa de outra tia, amanhã vai ser almoço e um jantar de aniversário, sábado vai ser casamento, enfim, todos os dias é um bom dia para a família se juntar à volta da mesa, somos sempre à volta de 20 pessoas. Até já tirei o dia de férias de amanhã para poder usufruir do convívio durante todo o dia, porque é muito chato ir almoçar a correr e deixar as conversas a meio :). A Camila é que fica a ganhar, com a brincadeira com todos os primos, especialmente os do estrangeiro, que são os mais novos.
Com tanta festa, não faço nada em casa, vou aproveitar hoje à noite que penso que não há nada (tudo pode acontecer, a qualquer hora!) para passar a roupa e aprontar já as fatiotas para o casamento. Ando cansada, toda a gente está de férias e fica na converseta até às tantas e eu também fico, claro. Mas não me importo, viva o mês de Agosto!

Um bom passeio

No fim-de-semana, fomos até ao berço da Nação, a cidade de Guimarães, visitar um casal de colegas meus de faculdade e foi muito bom. Eles têm dois meninos, o J., que fez agora 3 anos, e o T., que vai fazer 18 meses, muito fofos e traquinas. Achei graça ao facto da Camila apreciar brincar tanto com um como com o outro, embora as brincadeiras fossem diferentes, claro.
No sábado à tarde, regalaram-se numa piscina insuflável, a Camila fartou-se de dar “magulhos”, estavam já a ficar roxos de frio mas mesmo assim não lhes apetecia sair. À noite, fomos até ao centro da cidade para ver as Festas Gualterianas, muito bonito. No domingo de manhã, visitámos o Paço dos Duques de Bragança que é também muito interessante.
Foi um passeio que espero repetir mais vezes, é sempre bom matar saudades com os amigos dos velhos tempos e ver os nossos rebentos a conviver.