29 setembro 2006

As refeições andam outra vez difíceis! Depois de 2 ou 3 colheradas começa com o “não tenho fome… não tenho mãozinhas (quando lhe digo para pegar na colher)… dá-me, que eu não consigo comer sozinha…”, enfim, de fazer perder a paciência a um santo! Mas a gajinha, se for preciso, daí a meia hora anda a rondar-me: “Apetece-me comer cóquer coisa, mamã”, em que este “cóquer coisa” quer dizer gelado, gomas, chocolate, coisas do género. Ofereço-lhe a comida que sobra do almoço/jantar ou uma tacinha de sopa e passa-lhe logo “o apetite” :)

Orquídeas

Esta é que está a florir agora, tem umas flores pequeninas e amorosas.


A minha aquisição mais recente. É linda não é?
 Posted by Picasa

28 setembro 2006

Regresso às "aulas"

Só regressou à escola na 3ª feira, quando eu e o pai regressámos ao trabalho. Poderia ter ido já na semana passada, mas preferimos aproveitar ao máximo a companhia uns dos outros, estarmos os três juntos.
O regresso foi pacífico, ela andava ansiosa por voltar a encontrar “os meus amigos da xcola”. Ficou um pouco intimidada quando viu caras desconhecidas, dos meninos que começaram agora, mas acho que já lhe passou, pelo menos já sabe o nome de uma grande parte. Agora andam todos numa excitação, finalmente estão a melhorar o exterior da escola, era o único jardim-de-infância sem parque infantil na freguesia mas agora já estão a tratar de colocar os escorregas e os baloiços que fazem as delícias da pequenada. Andam todos em pulgas para os experimentar mas as obras ainda não acabaram, tinha sido prometido que seriam feitas durante as férias mas começaram apenas na véspera da abertura da escola. Autarcas, sempre a mesma coisa! Mas pelo menos estão a ser feitas, pois, segundo a educadora, há anos que ela e os pais das crianças que por ali foram passando se debatiam por isto. Vai ser bonito, vai, nos primeiros dias acho que a educadora vai ter que fazer turnos senão o caldo entorna-se, com 23 pestinhas a “atacar” os brinquedos todos ao mesmo tempo!
“O pertinho Varnavé*, tiro-liro-liro,
O pertinho Varnavé, tiro-liro-lé.
Ao saltar, partiu um pé, tiro-liro-liro
Ao saltar, partiu um pé, tiro-liro-lé


Ora ponh’aqui, ora ponh’aqui o seu pezinho,
Ora ponh’aqui, ora ponh’aqui ao pé do meu


Sinhora don’Anica, venh’abaixo ao seu jardim
Sinhora don’Anica, venh’abaixo ao seu jardim
Venha ver os cossinheiros a fazer assim, assim
Venha ver os cossinheiros a fazer assim, assim
…”

Nada como uma semana a passear de carro a ouvir os cd’s da Carochinha para espantar a Floribela do repertório!

*agora deu para trocar os B’s pelos V´s, já viram isto?! “Limpa-me a voca… vou sentar-me no meu vanquinho…tenho aqui um dói-dói no vaço…”

26 setembro 2006

As férias

Na primeira semana, fomos dar um passeio pela Galiza e norte de Portugal, acompanhados pela madrinha da Camila, marido e filhote, o meu afilhadito D..















Estivemos em Vigo e Sanxenxo, uma praia muito bonita.















Passámos uma noite em O Grove, uma zona de viveiros de marisco, e onde o jantar foi uma bela mariscada, pois claro!






Subimos depois até Santiago de Compostela, onde apanhámos um belo dia... de chuva, deu para visitar a Catedral, andar um pouco na rua e depois tivémos mesmo que fugir.















Descemos e entrámos em Portugal por Trás-os Montes, bela terra. Vistámos Chaves e as suas termas, em Mirandela comemos a bela alheira e uma posta mirandesa da qual não tenho fotos mas que ficará na memória, miam, miam!


A Camila e o primo conheceram os parques infantis todos, fartaram-se de correr, escorregar e a Camila ainda teve direito a um trambolhão que me pregou um grande susto, mas nada de grave.
Passámos a última noite em Viseu, onde visitámos a Feira de S.Mateus, e o último dia foi o regresso a casa.Uma semana muito agradável!

A segunda semana estava guardada para grandes limpezas, arrumações e redecoração do quarto da Camila. O que não estava nos planos foi uma malvada virose que eu e a Camila apanhámos, diarreia e vómitos que me puseram KO durante dois dias, a ela nem tanto, felizmente. Por isso, o quarto ainda não está acabado, quando estiver mostro fotos, acho que vai ficar fofo. Precisava mesmo era de mais uma semana, pelo menos, para arrumar e limpar tudo como queria, vai ter que se fazer aos poucos.

E assim se passaram duas semanas, temperadas com muito, muito mimo à minha filhota, hoje estou aqui cheia de saudades dela. Posted by Picasa

I'm back!

Mais tarde conto sobre as férias, que foram boas, no geral. Agora tenho que apanhar o fio à meada aqui no trabalho, ainda por cima hoje e amanhã há auditoria. Depois também tenho que apanhar o fio à meada nas novidades da blogosfera, o Bloglines diz-me que "só" tenho 456 novos posts para ler! E junto a isto mais umas boas dezenas de e-mails. Isto vai, devagar mas vai lá. :)
Já volto.

08 setembro 2006

Pedimos desculpa pela interrupção,...

... este blog volta à emissão dentro de momentos (= 2 semanitas!).

07 setembro 2006

Ainda faltam tantas horas para...

... ir de férias...
... regressar à minha caminha... tanto soninho que tenho

(time goes by, so slowly...)
Quase 3 meses depois da última, lá voltei a ter uma noite quase em claro por causa dos vómitos da Camila. Não consigo entender isto, já no ano passado aconteceu, passa Julho e Agosto sem vomitar e, mal chega Setembro, volta ao mesmo. O que é que o Verão tem que lhe faz bem?! Ou que não lhe faz mal?! A alimentação é praticamente a mesma durante o ano, às vezes atribuímos a culpa a certas coisas que ela come no dia anterior, mas já houve vezes em que as comeu e não se passou nada, é estranho... Agora vamos ver se ela mantém a frequência de uma crise por mês, o que não é grave de acordo com a opinião da pediatra, se se tornar muito mais frequente é que começa a ser mais preocupante. Mas, mesmo sendo só uma vez por mês, custa-me tanto vê-la a contorcer-se com os vómitos, as lágrimas de esforço a sair dos seus olhitos, a sua palidez e a impotência que sinto por não conseguir aliviá-la de maneira nenhuma.
Esta noite, começou às 2 da manhã e fiquei eu com ela, deitada no gavetão da cama, para estar mais perto sempre que ela começasse a vomitar, o que acontece aí de 15 em 15 minutos. E isto prolonga-se por umas 2 ou 3 horas, até que o estômago dela acalma e a deixa adormecer sossegada. Já dormíamos as duas há um bom bocado quando eu acordei com ela a mexer-se. Acordou também e disse, com vozinha ensonada: “Eu já tou bem xposta, mamã, podes ir pá tua cama”. Eram 6:20 quando fui então para a minha cama, só para aquecer o lugar e levantar-me quase logo a seguir. À hora de almoço estava super bem-disposta, como acontece sempre depois das crises, nem parece que passa uma boa parte da noite sem dormir. Tadita da minha filhota!

06 setembro 2006

" Bolinhas de quéme! "

Ela adora-as. E eu também :)! Posted by Picasa
Você é assim
Um sonho pra mim
E quando eu não te vejo
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito

Eu gosto de você
E gosto de ficar com você
Meu riso é tão feliz contigo
O meu melhor amigo é o meu amor

E a gente canta
E a gente dança
E a gente não se cansa

De ser criança
A gente brinca
Na nossa velha infância

Seus olhos, meu clarão
Me guiam dentro da escuridão
Seus pés me abrem o caminho
Eu sigo e nunca me sinto só

Você é assim
Um sonho pra mim
Quero te encher de beijos
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito

Eu gosto de você
E gosto de ficar com você
Meu riso é tão feliz contigo
O meu melhor amigo é o meu amor


Velha Infância, Tribalistas

(esta música surgiu na altura em que a Camila nasceu, ouvi-a e cantei-a muitas vezes nos seus primeiros dias de vida, embalando-a no meu colo. continua a ser a música que diz tudo, o quanto é bom quando estou com a minha menina!)

05 setembro 2006

Uma estreia

Na sexta-feira, aos quase 3 anos e meio de vida, a Camila teve a sua primeira experiência de joelhos esfolados ou, como se diz por aqui, riscou os "cromados".


Caiu no pátio da avó e queimou os joelhos no cimento, o direito tinha mesmo mau aspecto mas agora as feridas já estão a secar. Tenho agora uma "aleijadinha" em casa e as frases do dia têm sido:
"limpa o sangue! (berreiro pós-queda)"
"põe-me um penso (desta vez o penso já marchava, queria qualquer coisa desde que não visse sangue)"
"leva-me ao colo, mamã, não consigo andar"
"ajuda-me a levantar que eu não consigo"
"ai, cuidado, não ponhas espuma nos meus joelhos (berreiro no banho)"
"ai, ai, que a água tá a arder nos meus joelhos (berreiro no banho)"
"tenho que subir os degaus assim (a esticar a perna para o lado, sem a dobrar) pu causa dos meus joelhos"
"deixa ver se vê-se os meus comádos com esta saia/estes calções (ao espelho, sempre que acaba de se vestir)"

:) Posted by Picasa

01 setembro 2006

"Ó mamã,...

... os meninos das minha escola nunca mais vêm das férias??"

Está ansiosa, a rapariga!

Aiiii....

... que ainda falta uma semana para ir de férias!!!
:((