28 fevereiro 2007

Comentário da Camila, todas as vezes que me apanha a vestir-me:

-"Ó mamã, tás a ficar com uma barriga gôda!"

:)
Custa muito ver a luz de uma vida, que nos é querida, a ficar cada vez mais trémula, em que a lucidez se vai perdendo, não sei se devido ao sofrimento, se devido aos químicos que deveriam aliviar esse sofrimento. Não têm sido dias fáceis no nosso "condomínio familiar", como eu costumo chamar ao conjunto da minha casa, da casa dos meus pais, dos meus avós e do meu padrinho, e que representam uma grossa fatia do meu "mundinho". O final da história da vida do meu avô está escrito, assim como o da vida de todos nós, mas o que dói é ter a certeza de que o final dele vai ser sofrido, para ele e para nós. A esperança no alívio da dor pelos medicamentos transformou-se em preocupação pelo transtorno que, entretanto, lhe tomou a mente e que o transporta, em alguns momentos, para outra realidade que só ele vê. Depois, há os momentos em que sentimos que ele está connosco, por exemplo quando ele vê a Camila, sorri e diz, cobrindo-a de beijos: "Ai a minha menina!".
Devido ao meu "estado de graça", dizem-me para me preservar, para proteger o meu bebé destes momentos menos bons. Não estou ao pé dele a toda a hora, como a minha avó ou a minha mãe ou o irmão dela, acabo por ir vê-lo, às vezes a dormir, só ao fim do dia, mas é impossível não me envolver. Felizmente, sentir o meu bebé cá dentro e o sorriso da minha menina não me permitem desanimar, mesmo que eu quisesse.

26 fevereiro 2007

Aquela borboleta ali em cima...

... está a aproximar-se perigosamente do embrulho que diz "4"... ai, caraças!

No meu jardim...

... os bolbos vão germinando e mostrando as suas cores...



Esta orquídea é a mais recente menina-dos-meus-olhos, foi um presente de aniversário.

23 fevereiro 2007

A minha gajinha...

... anda a ficar fiteira, mimada, respondona e, há uns dias para cá, fala com uma voz de mimo, daquelas de falsete, que me irrita tanto, grrr! Isto está a compôr-se, está... anda a preparar-me para o que me vai calhar quando nascer o/a mano/a. Que fazer?... Ter paciência, pois....

Cof, cof, cof,...

... alguém conhece (cof, cof) algum remédio caseiro eficaz (cof, cof) para a tosse (xarope de cenoura não vale, já experimentei)?
Estou mal, tive que me mudar para para o sofá a meio da noite para ver se conseguia dormir alguma coisa (e deixar dormir o parceiro!), já me dói a barriga de tanto tossir (cof, cof)!
Aiiiii!

21 fevereiro 2007

Da pipoquinha mais nova,...

... também há notícias. A ecografia morfológica revelou que está no percentil 50, para o tempo de gestação que tem, e que tem lá todas as "pecinhas" dentro: fígado, estômago, rins, bexiga, etc, etc. Desta vez, as imagens já não foram tão claras e não deu para perceber grande coisa do que estávamos a ver, mas confiamos no senhor doutor. Disse-lhe logo ao início que não queria saber o sexo, ele achou piada e, quando já andava há um bocado a explorar, comentou que, quando os pais dizem que não querem saber o sexo, é normalmente quando os bebés se exibem mais, mas que o meu estava com as perninhas bem fechadas, não conseguia ver mesmo que quiséssemos. É uma pipoquinha muito discreta, está a colaborar com os papás para manter o suspense! :)
Só torci o nariz ao ler o relatório quando vejo "placenta em grau I", coisa que na gravidez da Camila só apareceu na eco das 32 semanas. Mas, na consulta de 2ª feira, a minha obstetra disse que não era nada de preocupante. Aumentei 4,5 kg, o que não está mau, continuo com tensão de passarinho e vou passar de 1 para 2 Folifer por dia, anemia oblige :(.
No fim-de-semana, fiquei engripada, no domingo dormi quase todo o dia, ontem lá comecei a arrebitar e agora ainda anda por cá uma tosse muito irritante. Um Carnaval à maneira! :S
No geral, está tudo bem, felizmente. Agora já mexe bastante e é um regalo sentir estas "patadinhas" amorosas, adoro esta parte! Já quase que me fez esquecer todo o mau-estar do início em que dizia, desesperada: "Não, acho que não me meto na 3ª!"
:P

Princesa Camila



Está no auge da era cor-de-rosa mas, pela amostra que vi na escolinha (6 em 10 meninas eram princesas) e pelo que vejo noutros blogs, não é a única! :D
E acho que também não sou a única mamã a achar que a minha princesa estava liiiinda!

(será que, quando chegarem à adolescência, elas não nos vão dar na cabeça por as termos deixado andar assim vestidas?! eheheh...)

16 fevereiro 2007

No desfile de ontem,...



... o tema era a água e cada Jardim de Infância levava uma vertente diferente do tema. Havia Nuvens com o Sol, Peixes, Reis dos Mares, Bonecos de Neve, Gotas de Chuva e o Mar, tema do Jardim da Camila. Uma saia azul e verde, decorada com tubarões e sereias, um colar de conchas e peixes, uma cabeleira de algas e a cara pintada com as cores a condizer. Ela não costuma alinhar nas pinturas faciais, mas acho que ontem descobriu as maravilhas da maquilhagem e não quer outra coisa, hoje já tive que a maquilhar de acordo com a sua fatiota de princesa, da qual virão fotos mais tarde.
Bom Carnaval!

15 fevereiro 2007

Prenda do dia de ontem para a Camila:

inflamação no ouvido e garganta, tosse e conjuntivite no olho direito! Felizmente, está sem febre e a boa disposição mantém-se em alta. Hoje, então, estava eufórica porque ía desfilar com a fatiota de Carnaval feita na escolinha, o que incluiu viagem de autocarro (que excitação!) e um baile no final do desfile (tem um baile e tudo, mamã!). Ainda fiz uma ligeira tentativa para demovê-la mas saiu um "Ó mamã, mas a dôtora disse qu'eu podia ir!", agasalhei-a bem e só espero não me arrepender.
Ela já andava a queixar-se da garganta desde terça mas na madrugada de ontem começou a queixar-se do ouvido e mal dormiu. Mas foi uma aventura para conseguir que ela fosse vista por um médico, este nosso SNS está mesmo a bater no fundo. No centro de saúde, 4 (em 6 ou 7)médicos a faltar no mesmo dia, incluindo o nosso médico de família. Papelinho feito, lá vai o pai com a criança até ao SAP da cidade. Duas horas depois de lá estar, recebo uma sms dele a informar-me que, nesse espaço de tempo, foram atendidas 10 pessoas por 2 médicos!!! E ainda tinha 15 pessoas à frente dele! Por sorte, era 4ª feira e lembrei-me de ligar para o consultório da pediatra onde a levei por causa da história dos vómitos (há quase 6 meses que não vomita, mas não posso falar muito alto!), que só dá consultas às 2ªs, 4ªs e 6ªs. A empregada foi simpática, lá marcou consulta e, melhor ainda, a pediatra tem acordo com o seguro de saúde que fizemos há uns meses para a Camila, o que significou uma consulta mais baratinha. Mas é triste termos que pagar do nosso bolso quando descontamos todos os meses para ter direito a uma coisa que não se devia limitar a ser um Serviço mas um Bom Serviço!
Acho que, para a próxima, a pediatra vai ser a 1ª opção, para aproveitar a regalia do seguro. É preciso é que a Camila só adoeça às 2ªs, 4ªs e 6ªs... :S

14 fevereiro 2007

Será que ainda vale...

... comemorar pela 19ª vez o Dia dos Namorados?!
Vale pois!
Adoro-te,...

... hoje e todos os dias!
(não, não começámos a namorar no Jardim de Infância, mas foi quase :D )

"Mamã, já sei fazer o meu nome, olha aqui a minha esquevidela*!"

"É um C, um A, um Éme, um I, um Lê ** e outo A!"

Foi uma agradável surpresa vê-la escrever o nome porque nunca tinha puxado muito por ela para isso, acho que tem muito tempo para aprender as letras e os números, agora é tempo de brincar muito. É claro que, quando ela perguntava, eu dizia-lhe o nome das letras mas a única que lhe tinha ensinado a escrever foi o A, na porta embaciada da cabine do chuveiro, por exemplo.

*=escrevidela, para ela, é tudo o que seja escrita com caneta, preenche linhas inteiras de "esquevidelas" com bolinhas

**= das primeiras vezes, dizia "um sete" em vez de Lê

13 fevereiro 2007

É tão bom ter a cabecinha livre de ideias pré-concebidas! Com que idade perdemos essa inocência? Hoje percebi que a Camila ainda a tem, felizmente. Há duas semanas, contou-me que tinha um menino novo na escola, o M., que ainda era pequeno, só tinha 3 anos (ela já é quase dos grandes, tem quase 4 e já pinta com canetas finas, muito importante!) e que têm andado a ensiná-lo a brincar nos sítios da escola, a casinha, a mesa dos jogos, as construções, etc. Hoje, vi o menino pela primeira vez e, automaticamente, penso:"é um pretinho, que giro, ela nunca me falou nisso!". Para mim, a cor da pele do menino não tem a mínima importância, isto é só para dizer que a nossa cabeça de adultos já está programada para ver as diferenças e a das crianças não... e ainda bem que assim é! :)

Se não é a primeira,...

... é a segunda pergunta: "Então, e já sabes o que é?". Adoro ver a cara das pessoas quando digo: "Não sei nem vou querer saber, vai ser surpresa!", principalmente aquelas que me olham como se eu fosse uma completa anormal fora deste mundo, dá-me vontade de rir, não sei porquê ;)

Depois de sentir,...

... ontem, eu vi! A minha barriga a ondular, dois ou três movimentos suaves que me puseram um sorriso do tamanho do mundo na cara! Por mais filhos que possa vir a ter, este é e será sempre um momento mágico e maravilhoso :))

12 fevereiro 2007

Extremamente sensível...

... é como anda a Camila. Está numa fase em que qualquer coisa que se lhe diga, mesmo inocentemente, pode levar a uma grande insegurança. Por exemplo, na sexta de magrugada, acordou num pranto porque tinha deixado escapar um xixi que mal chegou ao pijama. Troquei-lhe a roupa, acalmei-a, disse-lhe que não fazia mal e voltou a adormecer calmamente. De manhã, ao deixá-la na escola, recomendei-lhe que não andasse até à última sem fazer xixi, como muitas vezes faz. No que eu lhe disse sobre o assunto, só encontro estas palavras para justificar o que se passou ao longo dos dias de sexta e de sábado: de 5 em 5 minutos, estava a correr para a casa de banho a dizer que tinha xixi, com um ar aflitíssimo, mas, quase sempre, não saía nada. Dizíamos-lhes que não tinha xixi nenhum, que tinha acabado de fazer, mas ela insistia e tinha que ser. Já andava a pensar se seria infecção urinária mas ela dizia que não lhe ardia e reparámos que, quando estava bastante distraída, perdia o "tique". No sábado à noite, à quarta ou quinta vez que nos chamou à cama, estive a conversar com ela, a perguntar se tinha medo de alguma coisa, que não precisava de ter medo porque o papá e a mamã estavam sempre com ela. Muitos beijinhos e muitos "gosto tanto de ti, mamã!" depois, lá se ficou a dormir e, por magia, ontem o tique das idas consecutivas ao WC desapareceu!
Só espero conseguir ir detectanto e lidando da melhor maneira com estas crises de insegurança.

09 fevereiro 2007

"Deixa-me cantar uma cantiga ao mano!"

Os tês palhacinhos
cantando lá vão
pela estáda fora
até ao portão!

Batem à porta,
pois querem entár.
Vem de lá o cão
e começa a ladár.

Ão-ão faz o cão
miau-miau faz o gato
gui-gui faz o guilo
cuá-cuá faz o pato.

Os tês palhacinhos
não querem fazer mal!
Só querem bincar
puque é Canavál!

"Espera, ainda falta a lenga-lenga:"

Para bincar ao Canavál
uma máscara vou fazer
Cóto e pinto catolina
e um elástico a pender!

(isto tudo com a boquinha bem encostada ao meu umbigo, não vá o mano não ouvir bem)
Conversas destes dias:
-"O bisa tá doente, mamã! É puque já é velhote?"
-"Hoje o bisa não tava nada melhor, já nem gosta de comer, não gostou do queijo que a bisa deu!"
-"O bisa não tem dói-dói (para ela, é ferida) na perna, é só doer. Puque é que dói?"
Ontem à noite, à segunda vez que me chamou à cama:-"Vamos lá ver se o bisa fica melhor, não é, mamã?"

Não, filha, infelizmente, acho que não vai ficar melhor. Como é que eu te vou explicar isso?!

:(

08 fevereiro 2007

"Gosto tanto, mas taaanto de ti, mamã!"

(como é que ela adivinha as palavras certas, no momento certo?! mimo é tudo o que eu preciso agora...)

07 fevereiro 2007

Neste mundo da blogosfera, assim como no mundo real, há de tudo. Pessoas boas, pessoas más, sãs de espírito, espíritos doentios... Não me assusto, nem me surpreendo muito, sempre que me dou conta, ou que alguém me alerta, que tive alguma espécie de "contacto" com o lado negro da aventura de ter um blog, os blogs falsos, por exemplo. Porque desde que me meti nisto que tenho a consciência que isso pode acontecer. Não sendo garantia nenhuma de protecção, tento ter o máximo cuidado na escolha das fotos que coloco (e por isso são tão pouco interessantes, mas não me importo :)) e na referência a nomes e lugares, nunca dizendo onde vou, digo sempre onde fui.
Não sei quem me lê, sei que pode ser qualquer tipo de pessoa mas isso, para já, não me impele a privatizar o blog, por exemplo. Já houve alguns que eu seguia e que tomaram essa opção, que eu não critico, fico com pena mas nunca pedi acesso a nenhum, não me sinto com intimidade suficiente para tal. Não consigo chamar de "amigas" as pessoas que me comentam e que eu não conheço pessoalmente. Gosto de seguir algumas destas "histórias de vidas", às vezes comentando, outras não, alegrando-me com as alegrias de cada uma e pelas experiências que relatam que, podendo ser verdadeiras ou falsas, podem vir a ser-me úteis de alguma forma. E gosto de partilhar as minhas experiências, que, acreditem ou não, são genuínas, com esse mesmo objectivo.
Em relação às pessoas que criam blogs falsos, inventando uma história ou copiando-a de outro blog, acabo por ter pena, penso que serão pessoas com um grande vazio na vida, que acham que se realizam com o regozijo de fazerem os outros passarem por parvos, mas, no fundo, só vão criando em si mais frustração.

06 fevereiro 2007

E a saga continua...

No domingo, dou conta que o sabonete líquido "evaporou" outra vez. Nova conversa, ela ainda tentou negar, depois lá admitiu que tinha voltado a abrir o frasco, rematando com um: "Não quero falar mais dixo, vou embora!". Não saiu enquanto não ouviu uma ligeira ameaça ao destino do DVD da Cinderela caso a cena se venha a repetir.
Ontem de manhã, estava só com o pai no quarto dela e ele lança-lhe: "Então, parece que aconteceu mais um "acidente" com o sabão..." e ela, com ar comprometido, diz-lhe: "Não peguntes nada à mamã... eu despejei o sabão no bidé! Mas não digas nada à mamã!" Ele disse, sem ela ver, claro, não vá a rapariga perder a confiança no papá!
Acho que não tenho safa possível, vou regressar ao sabonete em barra! :D

"Flashes" da festa


Os "comes"

Algumas das prendas: o relógio foi do marido e filhotes, livros e mimos para me embelezar. Ainda recebi flores, dinheiro, um pijama, chinelos, uns lençóis e umas calças pré-mamã muito catitas.

05 fevereiro 2007

20 semanas

Estamos a meio da viagem, o tempo voa! Ainda não consegui ter a certezinha absoluta em relação aos movimentos deste meu bebé, é mesmo muito discreto. Decidi que não vou desesperar-me mais com isso até à próxima eco, que vai ser no dia 16. Tenho que reconhecer que este bebé não tem tido tanta sorte como a irmã mais velha, parece-me que a gravidez não está a ser tão calma como a dela. Além de ter o factor "Camila" que não tinha antes, sinto-me mais ansiosa e irritada, às vezes sem conseguir definir bem o motivo, o que me deixa ainda com mais mau feitio. Espero que isto não afecte muito este pimpolhinho, que seja pelo menos tão calminho como a mana, já não peço mais. A mana adora cantar-lhe junto ao meu umbigo, agora são as musiquinhas do Carnaval que anda a aprender na escola, é uma ternura!
Entretanto, já começaram os palpites sobre o sexo, com base na forma da barriga ou na maneira em que mostro a mão, se virada para cima ou para baixo, o teste da agulha, acho um piadão! Quase 100 % destes palpites estão virados para a opção "menina", até o meu feeling está nesse sentido desde o início. :)
Daqui a 20 semanas, mais coisa menos coisa, veremos!
Obrigada pelas felicitações, 32 já cá cantam! Foi um bom dia, o meu primeiro aniversário com os meus dois filhotes, embora um pouco cansativo, que isto de preparar uma festa para mais de 30 pessoas não é fácil! A alegria só não foi completa porque os meus avós não estiveram presentes, o meu avô está doente e a minha avó ficou a acompanhá-lo. Mas foi bom ter a família e amigos reunidos à minha volta, receber os mimos e as prendinhas, em especial o postal que o meu marido fez durante a noite de trabalho e me deu logo ao acordar, lindo!

02 fevereiro 2007

4 de Fevereiro de 1975, 07:20, 4 kg de gente,...



... euzinha!
Posted by Picasa

As frases do momento:

"Já vaaai!", sempre que lhe peço para fazer alguma coisa.
"S'eu digo que não, é puque não!", mas não tem grande sorte com esta argumentação.
"Não te piocupes!", quando lhe pergunto se já fez o que lhe pedi.
"Quero ver a Cinderela!", o DVD-paixão de todos os dias.
"O mano, o mano... gosto tanto do meu maninho!", vozinha de mimo, a toda a hora colada à minha barriga.

:D
... acho que... não sei bem... pareceu-me que... enfim... talvez, não sei... tive a sensação... ontem à noite, senti dois pontapézitos

:)