31 maio 2007

Nestes tempos em que mal me dobro, tem-me valido a minha pequena e empenhada ajudante! Apanha as coisas que me caem ao chão, arruma a roupa dela nas gavetas ("tou a fazer isto por ti, mamã!", com um ar super feliz), adora lavar-me os pés, passar creme, calçar as meias e os sapatos, e diz que "quando não tiveres o mano na barriga, eu faço também", é uma fofa! Deverei aproveitar-me ou ainda me acusam de exploração infantil? :))

Estou fula!

Queria net em casa. As net's móveis (kangurus, vodafonedirecto e companhia) não me garantem cobertura total. Peço então linha à PT, toma lá 87€, porque a Tele2 diz que tenho cobertura do novo serviço deles de ADSL+Telefone e sempre sai mais barato do que o Sapo ADSL. Hoje, a Tele2 diz-me que a PT recusou a transferência de serviço porque o meu número está ligado a uma central remota e não a uma principal. Tenho que pedir à PT essa mudança para poder ter serviço directo da Tele2 e, se eles aceitarem, tenho que pagar à PT mais 36€. Estou doida com eles todos, com a PT, porque só sabe é chular dinheiro, e a Tele2, porque não tinha nada que dizer que eu tinha cobertura sem me alertar para esse pormenor das centrais. É tudo uma grande cambada de filhos de uma grande... meretriz!

(isto é um desabafo e também um alerta para quem esteja a pensar fazer o mesmo, tenham em atenção a estes pequenos "detalhes" que nunca ninguém nos informa, grrrr.....)

30 maio 2007

Nostalgia é...

... olhar para este tempinho de caca (chuva miudinha tocada a vento, que bate em todo o lado menos no guarda-chuva) e lembrar-me que, há um ano atrás, estava a iniciar umas belas férias em Punta Cana! Ai, ai, suspiro...

Depois dos "Porquês",...

... agora é o "Como é que funciona...?", aplicado a qualquer coisa que lhe venha à cabeça e com a exigência de uma resposta imediata e que, dando origem a mais perguntas, é até à exaustão! Do que eu me lembro no momento, já passámos por "Como é que funciona...

... a perna?
... o secador?
... o pescoço?
... a testa?
... o carro?
... a cabeça?
... os peixes?"

Enfim, podia dar-lhe para pior...

Ao deitar,...

... dá boa-noite ao pai, à mãe e à barriga, com muitos miminhos e beijinhos. Ontem, acrescentou, a sussurrar para o meu umbigo: "Maninho, salta cá pra fora, anda!"

:))

29 maio 2007

No domingo à tarde, a Camila teve uma companhia para brincar durante boa parte da tarde e, consequentemente, o escritório/quarto de brinquedos ficou de pernas para o ar. Ontem de manhã, aconteceu o seguinte diálogo:
Eu:"- Logo, quando chegares a casa, vais arrumar este escritório, ok?"
Ela:"-Hum... acho que logo tenho que dormir a sesta!"
Eu:"- Tens tempo depois da sesta."
Ela:"-Ah, mas é que eu vou dormir a sesta até ao jantar!"

Sabidinha!

(teve sorte, porque à tarde apareceu lá em casa a prima B. e ela "recrutou-a" logo para a arrumação do escritório)

28 maio 2007

36 semanas...


... and counting!

Estou grande, imensa, já é difícil mudar de posição sem uns "ais, uis" pelo meio. No fim de semana, descansámos bastante e voltei a ter tornozelos de gente, iupiii! Estivemos a pensar e a meditar e, em princípio, esta será a última semana de trabalho, vou encostar às boxes na mesma altura em que o fiz na gravidez da Camila, praticamente nas 37 semanas, acho que é razoável. Preciso de um tempinho para acumular energias para os primeiros tempos a 4, para as noites mal-dormidas (que espero não serem muitas!), para dar umas doses extra de mimos à Camila, para me mentalizar que vou ficar sem este balãozinho tão lindo, redondo e cheiinho (e com umas peles flácidas e umas banhas a mais no seu lugar :S ) ...
Modéstia à parte, estou lindona, não estou? :D
Posted by Picasa

25 maio 2007

Ao levá-la à escola, depois do almoço, sem nada que o fizesse esperar*:

Ela:"-Agora, a bisa fica sozinha!"
Eu:"-Fica sozinha onde?!"
Ela:"- Em casa dela. O vô Zé morreu..."
Eu:"-Pois foi, filha. Tens saudades dele?"
Ela, muito depressa:"-Não!"
Eu:"-Olha, eu tenho."
Ela, baixinho:"- Eu também, mamã!"

Faz hoje dois meses que ele partiu. Tinha medo que ela se esquecesse do vô Zé, mas, até ver, não. No fundo, fico feliz por ver que ele ainda continua vivo na memória de ambas.

(*ao chegar à escola, apercebi-me que um dos peixinhos do aquário da escola tinha morrido, talvez tenha sido esse facto que despoletou a conversa...)
E hoje aconteceu: pequeno almoço borda fora! Tal coisa já não acontecia há mais de 3 meses :O
Hello, estômago, são quase 36 e não 6 semanas, ok, que brincadeira é essa?!

24 maio 2007

Tal como no ano passado, ontem foi dia de ir ver os tropas com os avós. Foi devidamente equipada com uma T-shirt dos páras e uns calções de camuflado. Para completar o figurino, o avô comprou-lhe uma boina "à séria", e "tamém havia lá botas dos tropas, mas não havia o meu tamanho!", ó que pena!




Chegou à noite cheia de histórias para contar: "os tropas saltavam dum avião, dum helicótro, duma torre, havia lá cães a marchar, havia uns tropas com a cara suja, outros que tinham luvas brancas, e depois uns fizeram ginástica assim, mamã, tás a ver(a imitar flexões) ? e depois fomos almoçar com os tropas e já não tinham as luvas brancas, e foi xixa com batatas fritas e arroz com pinhões e gelado que rredeteu porque eu demorei muito tempo a comer, blá, blá, blá...) Quando acabava, rebobinava o filme e voltava a contar tudo outra vez, tendo eu que aguentar esta energia toda sozinha porque o pai estava a trabalhar, ui! Estava feliz mas estourada, aterrou na cama que nem... um páraquedista! :))
Posted by Picasa

Isto tá mau!

É só blogs a fechar, a pausar... estranho...

23 maio 2007

Ontem à noite, vi-me "apertada"! A barriga dura como pedra durante uns segundos, uma contracção forte como ainda não tinha sentido. Comecei logo a controlar o tempo, a ver se vinha uma próxima, deitadinha no sofá a descansar. Quase meia-hora depois, mais uma, sem dor, só mesmo a barriga dura, depois acalmou e não tive mais, que tivesse dado conta.
Tenho que abrandar o ritmo, hoje ando a passo de caracol, sento-me e levanto-me com cuidado, subo e desço escadas muito lentamente, as festinhas na barriga estão racionadas para não haver mais estímulos, porque AINDA FALTAM 1 MÊS E 2 DIAS, ESTÁS A OUVIR A MÃE, BEBÉ?

22 maio 2007

Acho que o momento que cria em mim mais expectativa e ansiedade, além do parto, é o 1º encontro da Camila com o/a mano/a. Passo tempos infinitos a imaginar como vai ser, qual será a reacção dela (a minha já sei, acho que não vou conseguir segurar a emoção!), se vai fazer a carinha de adoração que já faz agora quando se encosta à barriga e canta para o seu maninho ou se vai estranhar. Quero estar de braços abertos com o meu colo à espera dela, apresentar-lhe o bebé no berço e passá-lo para o seu colo, é assim que tenho o "filme" feito na minha cabeça. Tenho andado a pensar em fazer uma troca de presentes entre ela e o bebé, há quem o aconselhe, mas não sei se isso trará ou não algum valor acrescentado à magia do momento, estou indecisa.
Se bem conheço a minha menina, vai ser um momento lindo e vou sentir-me de coração cheio com os meus dois filhotes debaixo das asas!

21 maio 2007

Como este bebé também merece umas coisinhas novas no enxoval, além das coisas que vai herdar da irmã, tenho andado a dar à agulha.


Os coelhinhos estão numa fralda...


... e os elefantes vão embalá-lo no seu soninho, estão na barra de um lençol.
Posted by Picasa

1ª experiência


Ficou a faltar um bocadinho de sal, mas estava bem bom! Também já fiz um bolo de laranja, que ficou um bocadinho mal cozido, e fiz mais pães. Só é pena ficarem descoraditos por cima, mesmo usando o nível de "mais tostado", apesar de estarem bem cozidos, é que a máquina só tem resistência de lado. Para quem tem máquinas destas, também vos acontece o mesmo ou há alguma outra marca (a minha é da Téfal) que tenha resistência por cima?
Posted by Picasa

17 maio 2007

Ontem comprei isto
e isto


Estou ansiosa para experimentar a máquina de fazer pão (o ferro, nem por isso, embora ache que vá dar muito jeito). Espero que as minhas expectativas em relação ao pãozinho quentinho sejam atingidas, senão, fico triste :(.
Alguém sabe alguns truques e dicas que não venham nos manuais?

Hã?! Como é que é?!

11º lugar, aqui?!
Ainda "ontem" era o 69º, ai caramba...

16 maio 2007

Ontem, caiu ao chegar à piscina com o pai e, como estava de saia, "riscou" o joelho, uma feridita de nada. Foi uma tragédia porque, felizmente, não está a habituada a ferir-se, normalmente é mais nódoas negras. Chegou a casa com a perna tesa, veio logo mostrar-me a "desgraça", com a voz a tremer e muitos gemidos à mistura: "Tem ali sangue que não sai, ai, ai!". Lá lhe expliquei que aquele sangue que estava seco era a rolha para tapar a ferida e não sair mais sangue. Hoje acordou na mesma "Ai que não consigo andar, ai que não consigo dobrar o joelho, ai, ai", um drama pegado. Mas bastou dizer-lhe "Bem, assim tão aleijadinha, não vais poder ir ao pic-nic com os avós amanhã (dia da espiga), é melhor avisá-los, não é?" que a perna deixou de ficar tesa: "Posso, posso, isto já tá a passar, vês, mamã, vês? Já ando bem, posso ir ao pic-nic, posso!"
:))

15 maio 2007

Hoje, já "bati com o nariz na porta" de 2 blogues, que eu costumava visitar e que foram privatizados. Os proprietários lá terão os seus motivos, não tenho nada contra, não entendo é que segurança é que sentem ao fazê-lo. Até agora, só pedi acesso a 4 blogues e recebi o respectivo convite, mesmo sem as pessoas me conhecerem pessoalmente. Para mim, o privatizar só é de alguma forma seguro se se der acesso exclusivamente a pessoas conhecidas e a mais ninguém. Porque, normalmente, convidam a quem quiser continuar a seguir o blog a enviar um mail para depois lhe ser enviado o convite. Mas quem lhes garante que as pessoas a quem querem fechar a porta não lhes vão enviar esse pedido de convite com outro nome e outro endereço?! E as pessoas que visitavam e que gostavam de acompanhar o blog mas que não têm oportunidade de pedir convite ou são tímidas para dar esse passo ficam "penduradas". Aceito que o façam, não tenho outro remédio, não é, mas não entendo a lógica...
Ontem foi dia de consulta, a última no consultório, daqui a 3 semanas já vamos ao hospital para fazer o registo (CTG). Já aumentei 13 kg, muito mau para quem tinha a utopia de aumentar só 10 durante a gravidez toda :((. Nestas últimas 8 semanas, aumentei 6 kg, vê se pode!!! A barriga está grande, certo, mas começo a ver a gordura a instalar-se nas coxas e rabiosque e vai ser o cabo dos trabalhos para expulsá-la de lá, depois. Estou com esperança que a amamentação ajude desta vez (da Camila, não ajudou grande coisa, aliás, tinha era mais apetite!) e que consiga voltar ao ginásio o mais rápido possível (com 2 crianças em casa, hum... não sei, não!).
Tensão arterial baixinha como sempre (10/6), colo fechado, formado e posterior, tudo muito verdinho. Espreitámos o pimpolho, deu para ver que já trocou de lado. Há 2 semanas, estava com as costas para a esquerda e os membros para a direita, agora está ao contrário. O altinho que, de vez em quando, aparece quase a furar-me a barriga do lado direito é o rabito da criança, que já leva umas "palmadinhas" por estar a magoar a mãe.
Passo tempo a mirar-me, a aconchegar a minha barriga, a querer guardar na memória todos os detalhes desta que pode ser a minha última gravidez. Apesar dos desconfortos desta fase, gosto mesmo muito de estar grávida!

14 maio 2007

34 Semanas


Esperando por ti, bebé...
Posted by Picasa

11 maio 2007

É claro que...

... é uma senhora... às vezes! Porque antes da ida à feira, fomos os 3 à minha aula de PPP e aí também foi uma senhorinha, até a enfermeira lhe ofereceu uma amostra de champô por se ter portado tão bem. A seguir, "borrou a escrita" toda durante o jantar num restaurante: porque não quero massa com molho, então vem sopa; ai, que a sopa tá quente, pede-se um cubo de gelo ao senhor; ai que me dói a mão, se não comes a sopa não vais à feira; dói-me a perna, dá cá a colher que eu dou-te a sopa e vamos já para casa; não, eu como sozinha (mas faz tudo menos comer), camila, tou-me a passar, começa a comer já... enfim, em 10 minutos pôs pai e mãe num stress! Até que veio o meu belo Macheroni 4 Fromaggio (sim, massa com muita molhanga calórica, tudo o que eu preciso agora!) e eu decidi que a piolha não ía estragar o meu momento de degustação. Fiz sinal ao marido, respirámos fundo e decidimos ignorá-la, conversando e apreciando a nossa refeição. Foi remédio santo, claro, ficou sem assistência para o seu show de mau feitio, a sopa marchou toda sem mais discussões e lá teve direito a ir à feira. Confiança a mais, é o que é... :)

A registar:

com 4 anos e 2 meses, a Camila conseguiu, pela primeira vez, fazer a viagem completa num carrossel!
Nas tentativas anteriores, adorava sentar-se nos carrinhos e ver as luzes e tal, mas, mal a coisa começava a girar, tínhamos que pedir ao senhor para abrandar de forma a conseguirmos resgatar a miúda em lágrimas por nos perder de vista. Ontem, na feira anual cá do sítio, quis andar num com barquinhos (atenção, que é sempre ela que pede, nós nunca a pressionámos a ir). O pai lá foi comprar a senha e ficou com a sensação de ter deitado dinheiro fora, mas, desta vez, ela gostou e aguentou-se até ao final, uma senhora!

10 maio 2007

Nova Lei da Física a propôr:

"A atracção da força da gravidade sobre os objectos que se encontram nas mãos das grávidas é directamente proporcional ao seu tempo de gravidez."

Ou isso ou estou a ficar com buracos invisíveis nas mãos ou ando com elas cheias de manteiga, irra!!!

50 meses d.C.

A minha vida divide-se em a.C. e d.C., em que C não é Cristo, é Camila :). Não digo que os 28 anos a.C. não significam nada porque não é verdade. Como todos, tive bons e maus momentos, tirei ensinamentos de ambos que contribuiram para formar a pessoa que sou hoje. Mas estes 50 meses d.C.... têm outra magia, mudaram mais em mim do que os anos a.C.. Ter alguém que amo acima de tudo e que me ama da mesma forma (para já, claro, é até chegar à adolescência!) enche-me o coração, faz-me sentir abençoada. Mesmo quando a paciência se esgota e me salta a tampa com ela, mesmo quando tenho saudades do silêncio em que conseguia ouvir o meu cérebro a funcionar e que foi substituído por um constante tagarelar, gargalhar, cantar, "Ó mamã" n vezes seguidas, que às vezes me leva à quase loucura... mesmo assim, penso que valeu a pena embarcar nesta aventura da maternidade. Porque, de um belo amor a dois, formou-se uma 3ª pessoa que é um pouco de nós, que contemplamos a crescer e a ganhar asas todos os dias, com a segurança que terá o nosso colo sempre que precisar.
Apetece-me agradecer-lhe por me ter escolhido para sua mãe. :))

09 maio 2007

Ontem tive a 2ª aula de PPP. Na 1ª, apanhei o filme sobre a amamentação, ontem é que comecei "à séria", com os exercícios de respiração. Foi estranho, já não me lembrava de grande coisa mas, à medida que ía fazendo, comecei a sentir um medinho a borbulhar cá dentro, parecia estar a reviver a parte das contracções e dores do parto da Camila que a Natureza, tão sabiamente, tinha obrigado o meu cérebro a arrumar numa caixa bem fechada para não voltar a lembrar. Achei graça ao fenómeno, de como a nossa cabeça funciona e responde aos estímulos. É claro que me assustei um bocadinho ao pensar "Isto vai doer... outra vez!", mas acho que vou conseguir manter a calma e a concentração que tive da outra vez, ser "uma valente", como disse o papá babado no final do parto. I hope... :))

Fomos ver...

... o Musical da Leopoldina e ela adorou! Cantou as músicas todas, vibrou com os bonecos, especialmente com os pinguins. Eu também achei engraçado mas do que mais gostei foi de ver os seus olhinhos a brilhar de felicidade!
Posted by Picasa

08 maio 2007

Todos os dias, no caminho para o trabalho, passo pela escola onde andei do 5º ao 9º ano e onde vivi grandes momentos de descobertas da vida. Gosto de olhar para lá, de ver as diferenças e as semelhanças com o "meu tempo". De vez em quando, calha ver um casalinho de "putos" dos seus 15 anos a trocar um beijo apaixonado cá fora ao portão ou no jardim que exite ao pé da escola. Primeiro, vem o pensamento automático de cota "Olha pr'áqueles tão novinhos, olha a figura...", imediatamente apagado por "Oh, mas eu também já fui assim... e foi tão bom!".
Foi nesta escola que conheci o F., aos 13 anos, e que, depois de alguns "ameaços" e brincadeiras mais infantis, começámos a construir, pouco a pouco, sem pensar no futuro mas sentindo algo de muito forte um pelo o outro, a relação que temos hoje e que todos os dias cresce mais um pouco. Fizemos ontem 17 anos de namoro.

Finalmente,...

... comecei a fazer a mala, mas sem grande apetite :S. Não me convenço que está perto, que daqui a nada tenho este bebé cá fora para derreter com mimos e que vou sentir tanta saudade dele cá dentro. Queria ter mais tempo com a minha barriguita porque talvez seja a última e gosto de estar assim, apesar das coisas menos boas tipo pés inchados, dores nas costas, etc.
Descobri que tinha poucas roupas interiores, já fui procurar mais da Camila para lavar. O dilema que se me apresenta é saber se vai usar bodies de manga curta ou comprida, e se vai usar calças interiores ou não, que tempo irá estar quando este pimpolho nascer?! Mesmo que esteja calor, se calhar não o devo vestir logo muito arejado ou devo? Acho que o melhor é ter qualquer coisa de cada tipo e depois logo se vê.
Tenho que procurar também a lista que tinha para a mala da Camila porque acho que me estou a esquecer de muita coisa. O que eu queria mesmo "esquecer" é que só faltam 7 semanas... ou menos... schuiff... schuiff....

07 maio 2007

"Mamã, tenho aqui uma supêsa pa ti!"

Esta foi a primeira frase da manhã de ontem. Já tinham tudo combinado, ela e o pai, ele foi deixar as prendas ao quarto dela antes de sair para o trabalho, de manhã. E ela estava toda feliz por me fazer uma surpresa, já percebeu que é o que eu gosto!



O pai comprou uma bela orquídea para juntar à minha colecção e da escolinha veio uma luva "pa tu mexeres no fôno" em forma de peixe, "fui eu que recutei sozinha e cosi com uma augulha", feita naqueles panos-esponja do lava-louça. "E tem uma arrgolinha pa pores no penduro!". Vinha dentro de um saco de papel decorado com uma flor que "fui eu que picotei, e esta és tu, todos os meninos desenharam a mãe deles, e esquevi o meu nome". Portanto, ficam a conhecer-me, sou eu na foto do canto inferior esquerdo :D!
Não me sinto mais mãe neste dia do que nos outros, o gozo é mesmo receber estes mimos extra e ver a satisfação dela por mostrar o seu trabalho. Do bebé, recebi umas espreguiçadelas com os pés quase a partir-me as costelas, mas que são tão boas de sentir!
Posted by Picasa

04 maio 2007

Hoje de manhã, na casa de banho, começa a falar-me muito baixinho, não conseguia ouvir nada e disse-lhe:
"-O quê?! Fala mais alto que não ouvi."
Ela, a sussurar:"- No domingo, é o Dia da Mãe!"
Eu:"-Ah, pois é", e a ver que ela estava roidinha para falar.
Ela:"-E os meninos da escola estão a fazer prendas para as mães."
Eu:"- E tu, não estás?"
Ela:"-Sim, tou..."
Eu:"-Mas é segredo, não é? Não podes dizer para não estragar a surpresa!"
Ela:"-É... mas a D. já disse à mãe dela...", com ar de "Também posso dizer-te?"
Eu:"-Não digas, depois vejo no dia, é melhor."

Eu, com a minha mania das surpresas :D
E hoje vou ter a minha 1ª aula de Preparação para o Parto (PPP). Já não vou começar muito cedo, da Camila comecei às 29 semanas, penso eu, mas não estou muito preocupada com isso, já vai ser a 2ª vez, é só para relembrar as respirações e treinar as técnicas de concentração que muito me ajudaram no parto da Camila. Foi um parto do mais normal possível, tirando a parte de ter sido induzido por estar há muitas horas com ruptura de bolsa e sem contracções ou dilatação à vista. Não levei epidural porque, na altura, o hospital ainda não a disponibilizava, agora já o faz mas só se houver um anestesista disponível, não é garantido. Mas, mesmo que possa levá-la, para já acho que não vou querer, só se tiver dores assim muito, muito mais intensas do que tive da Camila. É que faz-me muita impressão a história da injecção na coluna e depois, se não for dada na altura certa, pode parar o trabalho de parto e cesariana com ela, que é tudo o que eu não quero, só mesmo em último recurso. Também não foram precisos instrumentos (ventosa, forcéps), felizmente.
Acho que o que aprendi na PPP da Camila me ajudou bastante a controlar o meu corpo e a reposta à dor e acredito que isso ajudou a que corresse tão bem, por isso vou voltar às aulinhas.

A eco disse...

... que está tudo bem! O/a cachopo/a é mais para o gordinho e curto, segundo as medidas, o peso estimado é de 2220 g +/- 300 g, placenta grau I e líquido amniótico em quantidade normal. No final, o doutor perguntou se era mesmo para não escrever o sexo no relatório, de acordo com o meu pedido feito logo à entrada. Eu respondi que sim, só queria saber se ele tinha conseguido ver o que era e ele disse que sim, desta vez conseguiu ver. Saímos do gabinete, eu e o pai, e a pergunta recíproca foi: "Então, o que é que viste?". Desatámos à gargalhada porque vimos coisas bem diferentes, ele viu "umas gandas bolas" e eu vi uma rachinha, ou seja, ficámos na mesma, um de nós há-de acertar, eheheh!
A Camila também foi connosco e, pelo caminho, perguntou: "E hoje, abre as pénas?", tadita, está mesmo curiosa. O comentário dela para a avó, quando chegou a casa, foi: "Não pecebi nada!". Nesta última eco realmente já não dá para perceber grande coisa, está já tudo muito apertado, mas ainda deu para ver a carinha do meu tesourinho e sossegar alguns medos do coraçãozito da mãe. :)

02 maio 2007

33 anos


Parabéns, meu amor-grande, meu grande amor!
Posted by Picasa

Daqui a pouco, vou fazer a eco do 3º trimestre... podia quebrar o suspense... satisfazer a curiosidade da mana e de toda a família... pronto, a minha também, confesso...

Nãaaa, só faltam 8 semanitas, no máximo, vou com a "panca" até ao fim!
O momento da surpresa vai fazer valer a pena a espera!
Posted by Picasa

Das férias....



..minis, mas boas! O tempo esteve razoável, o domingo esteve excelente, até deu direito a escaldão nos meus pés! Descansámos muito, passei-me de biquini pela praia, toda vaidosa, e chapinhei na piscina interior do aparthotel, o mar estava gelado, brrr!
Soube a pouco mas soube muito bem!
Legendas: vista do restaurante do aparthotel sobre Albufeira, o aparthotel, momentos de relax e brincadeira da Camila, muitos miminhos da mamã e da mana ao barrigão, um cocktail para mãe grávida e filha na night de Albufeira.
Posted by Picasa