28 junho 2007

Porque é que:
- de dia, a gajinha mama tão bem, adormece sozinha, sem dizer um pio, e dorme sonos de 4 horas,
- e de noite, mama menos porque adormece logo ao peito, acordo-a e não quer mamar mais, deito-a e fica a resmungar, a resmungar, até começar com soluços ou a deitar leite fora ou mama desalmadamente na chupeta e eu ofereço-lhe o peito outra vez, que ela recusa, e estamos uma hora ou duas e depois só dorme mais uma horita e já está a reclamar com fome outra vez?
Hã? Porquê, alguém me explica?!

(nota-se que tive uma má noite, não nota? :( )

27 junho 2007

Primeira consulta

Foi hoje, no Centro de Saúde, com uma pediatra. A partir da consulta dos 2 meses, será com um médico de clínica geral com formação especial em saúde infantil, que, por acaso, é o meu médico de família. Só a primeira consulta é que é com pediatra, por aqui o sistema funciona assim. É claro que poderia ir a um pediatra particular, mas fiz a experiência com a Camila na 1ª consulta, fui a ambos e vi que não havia grandes diferenças nos procedimentos, e então, para estas consultas de rotina em que se mede, pesa, se vê os reflexos, etc., recorro ao Centro de Saúde, sai mais barato. Quando há outros problemas, como foi o caso dos vómitos da Camila, aí recorrri a uma pediatra para uma segunda opinião.
Ora a Mafalda já pesa 3,250 kg, tem 47,5 cm de comprimento e 35 cm de perímetro cefálico, está no percentil 10 no peso e comprimento e no 25-50 para o perímetro cefálico, continua uma miniaturazinha :D. Aumentou uma média de 27 g por dia, o que quer dizer que o leitinho da mãe está a encher-lhe as medidas, espero que assim continue. Em relação às cólicas, a Drª é da opinião que devo fazer a mesma alimentação de sempre, não há grandes receitas para evitar que elas as tenha. Só evitar os alimentos que possam causar alergias, visto que o pai tem alergias e então a Mafalda é mais susceptível de as ter. De resto, tudo óptimo, cachopa cheia de vitalidade e com os reflexos todos activos, como se quer :).

(Obrigada por todas as dicas que me têm deixado, às vezes sinto-me como uma mãe de primeira viagem e gosto de conhecer outras experiências, também é para isso que serve um blogue, certo? ;) )

25 junho 2007

Esta noite não correu muito bem, praticamente não dormi das 4 às 7 da manhã, com a Mafalda a contorcer-se e a resmungar, felizmente não chora, menos mau. Fico na dúvida se é fome porque ela de noite mama menos bem do que de dia, adormece mais rapidamente. Mas ofereço-lhe o peito e ela não aceita, portanto, à partida, não é fome. Penso que terá dores de barriga porque alterna períodos de sossego com períodos em que fica vermelha e se torce toda. Faço-lhe massagens, que lhe dão um ligeiro alívio, mas ela não consegue adormecer profundamente, está sempre desinquieta. E eu fico a moer a massa cinzenta a pensar:
- porque é que isto acontece mais à noite do que de dia?
- e o que é que comi que lhe possa ter feito mal? :S
É muito bom amamentar, adoro, mas tem este lado que me atrofia um bocado, ter que pensar duas vezes antes de meter qualquer coisa à boca. Isso e ser só eu a fonte, a dependência total da minha pessoa para a alimentar, embora isso se resolva com uma bomba e uns biberons.
Para mães que amamentam ou já amamentaram, da vossa experiência, quais são os alimentos que devemos evitar para não causar transtornos aos bebés? (os que sei são as cebolas, as laranjas, os morangos, e também já notei alguns efeitos quando como couves)

Como custa ser bem-educada!

Desde sempre, quando a Camila pede alguma coisa e não completa com "se faz favor", eu e o pai fazemos que não ouvimos nada até que ela percebe e acrescenta as palavras mágicas. Um destes dias, deu nisto:
Ela:"- Mamã, dá-me água!"
Eu:"- Ouviste alguma coisa, pai? Pareceu-me que estava alguém a falar, mas não percebi nada."
Pai:"- Também não percebi..."
Ela, exasperada:"- Água, faz favor! Ai, já tou farta de dizer sempre isso quando eu pédo alguma coisa..."

Tadinha dela, só a maçam com pormenores sem importância... :)

40 semanas

Seria hoje que as completaria. Ainda podia andar aqui com o meu barrigão mais uma semana... pensei que ficaria com muito mais saudades da minha barriga, estava a gostar tanto dela! Mas não, é muito mais giro curtir a minha pinguinha cá fora :D.
Curiosamente, as minhas duas gravidezes duraram exactamente o mesmo tempo, 37 semanas e 6 dias, nenhuma delas pode reclamar de ter tido tratamento preferencial ao nível da estadia cá no alojamento materno . ;)

23 junho 2007

Dúvida

Para quem já congelou do seu leite, fizeram-no em doses de quantos mililitros? E em que tipo de recipientes?

21 junho 2007

Encontro de irmãs


Aconteceu no dia seguinte ao nascimento da Mafalda. A Camila chegou com o pai, trazendo a prendinha para oferecer à mana e um grande sorriso nos lábios. Demos um longo e apertado abraço, eu estava cheia de saudades da minha menina grande! Mas os olhos dela não descolavam do berço, fizeram-se então as “apresentações” e trocaram-se os presentes. A Camila deu um boneco que toca uma musiquinha suave à Mafalda e a Mafalda deu uma casinha em tecido, daquelas de armar, à mana Camila. Ela quis logo pegar na mana, esteve sempre a dar-lhe beijos e festinhas e a fazer perguntas: “onde é que ela dorme? ela já comeu? quando é que ela acorda?...”. Não a estranhou, parecia que a Mafalda estava connosco desde sempre.
Foi um momento muito emotivo, talvez mais para mim do que propriamente para a Camila. A felicidade de segurar as minhas duas meninas nos meus braços pela primeira vez vai ficar gravada para sempre dentro de mim!
Posted by Picasa
A Mafalda é uma bebé sossegada, embora seja mais refilona do que a irmã. Quando não adormece a mamar, tem alguma dificuldade em adormecer mas não chora, resmunga, parece um cãozinho a rosnar, chega a ser cómico (excepto quando acontece de madrugada, aí os papás não acham piada nenhuma!). Mama muito bem, faz intervalos de 4 e, às vezes, 5 horas, e, com uma semana, já tinha ultrapassado o peso de nascença. O coto do cordão umbilical caiu aos 9 dias e agora está com a pele toda a estalar, sinal que está a engordar bem. Faz umas caras muito engraçadas quando está a dormir e começa a sonhar, desde sorrisos rasgados a beiços de choro sentido. Não gosta nada do banho, farta-se de chorar. A paixão dela neste momento é mesmo a maminha da mãe :))
A varicela já está a passar, felizmente a Camila não foi muito afectada, teve poucas borbulhas. Estão agora a secar e já tem permissão para estar mais perto da mana, para sua grande alegria. É uma ajuda preciosa em alguns momentos mas tem outros em que atrapalha mais do que ajuda: “Já mamou muito dessa mama, dá-lhe da outra! E agora é para mudar a fralda, já chega de mama! Mas ela só dorme, só dorme…”, ui, que stress, às vezes já nem a posso ouvir! Ainda não dei conta de ciúme assim declarado, noto que tenta chamar mais a atenção sobre ela mas, até ver, sem recorrer ao disparate. Gosta de se aninhar no nosso colo e de dizer: “Eu sou a mana da mana e sou a irmã dela, e ela é minha irmã também, não é, mamã?” :) Entende quando lhe explico que lhe darei atenção depois de tratar da irmã porque só a mãe é que tem mama.
No geral, tem sido uma mana mais velha exemplar, espero que assim continue.

18 junho 2007

Mafalda


Detalhes que me apaixonam...
Posted by Picasa

16 junho 2007

Antes de mais, e peço desculpa por não o ter feito antes, quero agradecer todas as felicitações aqui deixadas, é muito bom ver que a nossa alegria é bem recebida, especialmente por tanta gente que só nos "conhece" virtualmente.
Estes últimos dias, além do factor "bebé novo", tiveram o factor "Camila com varicela"! É verdade, eu e a Mafalda viemos para casa na 4a feira e no dia seguinte a Camila acorda cheia de febre e com uma pinta na testa. Já estávamos mais ou menos à espera, quase todos os meninos da escola já estavam a ter varicela mas o timming não podia ter sido pior! Ter que manter a Camila afastada da irmã nesta altura sem fazê-la sentir-se rejeitada tem-nos dado que fazer, é preciso muito jogo de cintura. E estamos na expectativa se ela não terá contaminado a Mafalda nos primeiros dias, esperemos que não. O que vale é que a minha menina grande é um doce e, apesar de lhe custar muito, porque o vejo nos seus olhinhos, tem compreendido bem a situação e vê a mana só ao longe, acena-lhe e manda-lhe beijinhos. É uma querida, a minha Camila!

O parto da Mafalda

Como combinado com a minha médica, encontrei-me com ela no hospital no domingo de manhã para fazer mais um registo e dar então um "jeitinho" para fazer avançar as coisas. Mas no registo apareceu uma desaceleração do batimento cardíaco do bebé e ela já não me deixou vir para casa, porque o bebé poderia estar com uma circular ou a pressionar o cordão de alguma forma e ficar sem circulação. Fiquei bastante enervada, como é fácil de imaginar, não estava a contar ficar, tanto que fui sozinha. Mas, ao mesmo tempo, tinha um pressentimento, porque levei o saco que tinha preparado com as coisas para o dia do parto.
Lá fiquei internada, avisei o marido e preparam-me para começar a indução, uma vez que só tinha 1,5 cm de dilatação. Logo ao início, o bebé teve nova desaceleração do batimento e tiveram que interromper a indução. Disseram-me que tentariam mais daí a um pouco mas, se o bebé voltasse a rejeitar, teria que ser cesariana porque era sinal que ele não aguentaria o trabalho de parto. Fiquei um pouco desconsolada mas já nem me importava, o que eu queria era que o bebé nascesse bem.
Daí a um tempo, reiniciaram a indução, com uma dose mais baixa, foram aumentando aos poucos e não houve mais queixas do bebé. Às 17:15, estava com 4 cm, passei para a sala de dilatação e pude então chamar o marido para vir ter comigo. Perguntaram-me se eu queria epidural, que até havia anestesista disponível, mas eu disse que não queria e ficaram a olhar para mim como se eu fosse uma ave rara :)). Entretanto, as contracções começaram a ser mais fortes e muito seguidas e o F. só me dizia que não via alterações na linha da contractibilidade, aquele sensor só podia estar avariado, de certeza! Às 18:30, a minha médica foi observar-me, já estava com 6 cm e o colo muito molinho, disse-me para abrir as pernas a cada contracção, para facilitar a descida do bebé, porque daí a pouco eram horas de jantar e tínhamos todos que ir jantar, disse ela a brincar. A técnica funcionou tão bem que, duas ou três contracções depois, comecei a sentir uma vontade doida de fazer força, que tentei controlar com a respiração por pensar que seria ainda cedo, mas era incontrolável. Veio uma enfermeira, viu que estava mesmo para nascer, levam-me a correr para a sala de partos mas já nem deu tempo de me mudar para a marquesa, a Mafalda nasceu logo na cama e tudo, às 18:53! Foi... intenso, é a melhor palavra para descrever o momento! A médica mal teve tempo de calçar as luvas, as enfermeiras todas a pedirem-me para me mudar para a marquesa, eu a sentir o bebé a nascer ali mesmo na cama e o F. a ver tudo isto, ficou meio banzado, foi muita adrenalina :D
Disseram-nos então que era uma menina, fiquei muito feliz! A Mafalda nasceu com 2,870 kg e 46,5 cm, é bem pequenina, é a minha "pinguinha de gente", como eu lhe chamo. Com o barrigão que eu tinha, pensei que teria um bebé maior, as banhinhas sobraram todas para mim :S. Mas valeu a pena, é uma bebé linda, a minha pinguinha!

15 junho 2007

Cá estou de volta, no 5º dia de uma nova vida para todos nós aqui em casa. Tem sido uma mistura de emoções, um renascer de sentimentos, com uma felicidade imensa como pano de fundo. Felicidade porque a minha bebé Mafalda é saudável e perfeita, porque foi recebida com muito amor pela sua mana Camila, porque tenho em casa o pai mais babado do mundo, que está sempre a lamber a sua cria, porque sinto o coração cheio de amor por estas três criaturas e só preciso disso para ser feliz. Obrigada por serem os Tesouros que enchem a Arca da minha vida!



10 junho 2007

Já nasceu!!!

Pois é!! desta vez não é a mãe da Camila que escreve mas sim o pai. Venho desta forma anunciar o nascimento (antecipado) da mana da Camila, uma menina linda que nasceu às 18:53 do dia de Portugal. A mãe portou-se novamente muito bem (foste uma valente!) e estão as duas óptimas.

Parabéns mãe, e obrigado, deste-me mais uma prenda maravilhosa,
Adoro-vos a todas.
O Pai mais que babado...



(Só mulheres em casa, ai!ai!ai!ai!ai!ai!)

09 junho 2007

Pela primeira vez,...

... a Camila está a visitar a Arca! Quer escrever também:

CAMILA
Em toda a gravidez, até agora, só sonhei uma única vez com este bebé, já há uns mesitos. Tinha nascido de cesariana, acordei e perguntei ao pai se estava bem e se era menino ou menina. Ele começou a rir, a dizer que não me dizia. Fiquei furiosa com ele, levantei-me a muito custo, comecei a despir o bebé e acordei antes de abrir a fralda! Nem em sonhos me defino quanto a eventuais "preferências". :)
Mas o que acho estranho é só ter sonhado UMA vez, lembro-me que na gravidez da Camila sonhei muitas vezes com o meu bebé. Não consigo interpretar este facto, talvez tenha a cabeça mais ocupada agora por ter a Camila, talvez tenha o sono mais pesado, não sei :S... Sei que me sinto muito ansiosa, com medo que algo corra menos bem agora nesta fase, estou sempre a pensar há quanto tempo senti o bebé pela última vez... Acho que estou mais ansiosa do que no final da gravidez da Camila (o pai diz que não, que eu também andava assim da outra vez...). Tento não pensar muito nisso para não começar com paranóias mas noto que, desde que estou em casa, cedo mais vezes ao medo, acho que por falta de ocupação da cabecinha, não é por falta do que fazer porque em minha casa nunca falta trabalho!
Enfim, acho que isto tudo é normal nesta fase, não é? O que é preciso é calminha e esperar... esperar... a minha sorte é não ser capaz de roer as unhas! :))

E quem vai ver este concerto, quem é?


Os papelinhos mágicos já cá cantam, agora é só esperar pelo dia 25 de Setembro!!!
Posted by Picasa

07 junho 2007

Ontem, fui fazer o 1º registo ao hospital. Boa tensão arterial, análise da urina ok, CTG normal, com um bom batimento cardíaco do bebé e útero sem contracções. A minha médica estava de serviço e fui observada por ela, disse-me que estava tudo ainda “muito verde” e se eu queria que ela me desse “um jeitinho” para acelerar as coisas. Disse-lhe que desse só um toquezinho ligeiro, nada que desencadeasse grande reacções, porque tenho receio de passar por outra indução e que, desta vez, não corra tão bem como a da Camila. Combinámos um novo encontro no hospital para o próximo domingo e talvez então eu a deixe forçar mais um bocadinho, já faço as 38 semanas na segunda e pode nascer à vontade. Recomendou-me que andasse muito e “namorasse” bastante ;).
Gostava que o parto se desencadeasse naturalmente, mas que fosse entretanto. Continuo apaixonada por esta barriga mas sei que o seu tempo está a acabar e começo a sentir-me impaciente com o parto, queria que passasse logo. Não me estou a ver a esperar pelas 41 semanas e acabar por ter que passar por uma indução.
E estou ansiosa para ver, sentir e cheirar este bebé… e começarmos uma nova etapa desta nossa viagem de mãe e filho/a!

05 junho 2007

Detestava pinturas faciais ("não quero pintúias!")... até este fim-de-semana! Pintou-se na 6ª, na Festa da Criança, no sábado, no aniversário de uma colega da escola, e ontem, no centro comercial, assim:

O que vale é que é discreta, pede sempre uma coisa pequenina, nada de ter a cara toda pintada :)...
Posted by Picasa
Hoje já não fui trabalhar, iniciei o meu “retiro” das lides profissionais que vai durar uns meses. Já estou nas 37, faltam 3 semanas… ou menos, acredito que seja menos (o pai diz que nasce no dia 11, não me perguntem porquê :) ).
Espero aproveitar estes dias para dormir umas belas sestas e curtir com a Camila os seus últimos dias de filha única. Não consigo evitar de ficar apreensiva quando penso nisto, fico doente só de pensar que ela vai sofrer com a vinda do irmão ou irmã e que não vou conseguir evitá-lo. Só posso tentar que sofra o menos possível, dar-lhe a segurança do meu amor incondicional. Serei capaz?! Espero que sim…
No Dia da Criança, a Camila recebeu prendas da bisa e da avó (roupa), um puzzle da tia S. e, ao fim do dia, quando finalmente a vi, recebeu dos papás o CD de “As tuas músicas”, comprado aqui. Adorou ouvir o nome dela no meio das letras das canções e já as sabe quase todas de cor. O bebé também teve direito a um bonequinho do Mickey.


Na escola, a Camila pintou uma T-shirt com as mãos para levar à festa promovida pela Junta de Freguesia, com insufláveis, jogos tradicionais e muita animação, adorou ir e vinha estafadinha.


Como em casa só tenho, para já, a net lentinha, a passo de caracol (continuo furibunda com todos os senhores dos telefones, grrr…), agora vai ser um teste à paciência vir aqui postar e manter as visitas em dia, vou tentar fazer o melhor possível. E é claro que, quando a cegonha chegar, o pai vem aqui dar a notícia. :))
Posted by Picasa

01 junho 2007

No Dia Mundial da Criança,...

... um só desejo no meu íntimo: que fosse realmente Mundial, que todas as crianças do globo fossem, pelo menos, tão amadas e felizes como as minhas!