31 agosto 2007

Zzzz, Zzzz....

Tenho tanto sono!:S
Nestes últimos dias, não sei o que se passa com a Mafalda, não aguenta mais de 3 ou 4 horas sem mamar durante a noite, às vezes, ao fim de duas horas depois da última mamada, já está a mamar nas mãos! Ou a rapariga está num pico de crescimento ou há aqui alguma avaria na "fábrica" que não está a produzir o leite que ela necessita, já não sei o que pensar... aliás, já não consigo pensar grande coisa, com este dorme-acorda-levanta para pôr chucha-dorme (poucochinho)-acorda outra vez... já perceberam, né?
Ela mama bem e tenho leite suficiente, a diferença nestes últimos dias é que tenho bebido muito mais água do que andava a beber, mas, em princípio, isso não deveria influenciar a qualidade do leite, não é? (é uma dúvida idiota, mas já me passa tudo pela cabeça!) Aliás, penso que beber mais água teve uma boa consequência, ela tem feito cocó todos os dias. :)
Mas tenho tanto soninho... Zzzz...Zzzz

30 agosto 2007

A Camila está grande... toda a gente repara, eu também. Mas há momentos em que fico chocada, como no outro dia, quando estava a dar-lhe banho na banheira e ela se deita na água e... cobre a banheira de uma ponta à outra, mal cabia lá dentro! :O Fiquei mesmo em estado de choque, a minha bebé ainda só vai fazer 4 anos e meio, raios!

28 agosto 2007

Mais uma pergunta "leitosa", para quem souber responder:

o volume de leite materno que se deve tirar quando se pretende dá-lo a biberão, é equivalente ao volume de leite em pó para cada idade, que vem descrito nas latas?

Um só não chega,...


... sabe melhor chuchar em três! :))
Posted by Picasa

25 agosto 2007

Vou pesquisar mas, já agora, pergunto aqui também: o exercício físico, tipo 3 idas ao ginásio por semana, pode interferir na produção de leite?
Admiro as mulheres que optam por não trabalhar fora de casa para se dedicarem em exclusivo aos filhos. Admiro porque acho que não seria capaz de tomar essa opção.
Há dias em que me sinto no limite da minha paciência, em que me passo da cabeça porque só vejo coisas a fazer em casa e as cachopas não me dão uma folguinha, em que vejo que é quase hora do marido vir almoçar e eu tenho que lhe ligar para trazer comida de algum lado porque não consegui fazer almoço, em que me sinto a embrutecer por não ter uma conversa decente com outro adulto, em que penso que, quando for trabalhar, ainda bem que já não vai ser assim.
Há outros dias, como o de ontem, em que passei uma bela tarde com as minhas filhotas, em que a Camila não me fez perder a paciência com a sua teimosia, em que a Mafalda não chorou aquele choro sem motivo aparente e que me chateia não conseguir descobrir porque chora, e em que chego ao fim do dia e suspiro, cheia de saudades antecipadas: "Caraças, já só faltam 2 meses para ir trabalhar!". O motivo de não haver mais dias como este?... Se calhar, a culpa é minha, que não consigo desligar do que tenho para fazer na casa, que podia sair mais vezes de casa (embora este pseudo-Verão não convide muito a saídas) ou que podia dedicar mais do meu tempo a fazer coisas que gosto como ler ou fazer trabalhos manuais (ui, o que está em lista de espera, senhores!) ou cuidar mais do meu jardim... Mas, mesmo que ocupasse o meu tempo só a fazer estas coisas e a cuidar das minhas filhas, iria sempre faltar qualquer coisa. Gosto de trabalhar, mesmo se, às vezes, o trabalho é chato, de sentir que a minha opinião tem valor para outras pessoas que não as da minha casa, de ter a minha independência monetária. E sinto que, quando estou a trabalhar, consigo apreciar e aproveitar melhor o tempo passado com a minha gente, tem um outro gosto!

23 agosto 2007

Sabida!

No dia seguinte à asneirada com a lixívia, fomos os 4 às compras ao hiper cá do sítio. A Camila costuma pedir sempre qualquer coisa para ela, às vezes dou, outras nem por isso e, felizmente, ainda nunca me fez nenhuma daquelas birras que costumamos ver nos locais de compras. Até é por isso que ela vai recebendo quase sempre qualquer coisita :). Mas, desta vez, avisei-a logo que não valia a pena pedir-me nada, a "cotação" dela não estava nos melhores dias ;)! A resposta dela, com um ar muito diplomático: "Tá bem, mamã, eu não pido nada! Tu podes comprar-me o que tu quiseres, tá bem mamã? O que tu quiseres!" :D
E então passei o tempo todo a receber indirectas, sempre que ela via qualquer coisa que queria pedir:" Ó mamã, eu não tou a pedir nada, tu compras-me o que tu quiseres, tá bem, mamã?"
É muito espertinha, a D.Camila! :))

20 agosto 2007

Eu gostava de ser uma daquelas mães que dizem que nunca batem nos seus filhos, que, quando estes fazem asneira, se sentam com eles calmamente e lhes explicam o que é que fizeram mal e porque não o devem voltar a fazer, gostava mesmo. Mas quando a Camila vira por mim e por ela abaixo uma taça de água com lixívia, manchando a minha roupa (velha, não é grave) e a dela (um casaco que eu tinha acabado de dizer que iria ser bem bom para a mana), depois de eu a avisar 3257 vezes para não tocar no escadote porque isso poderia acontecer, não consigo ser uma mãe dessas, tenho pena. Fiquei assim, sei lá... pior que possuída, vá, e dei-lhe duas palmadas no rabo, fazendo uso de uma enorme força mental para não lhe dar mais, ai, que ganas!

Reparo que o teor este post não condiz nada com o de há 2 posts atrás, cheio de mel, mas isto é um blogue de vida real, há de tudo... :S
Ando aqui às voltas para alterar o formato do blogue mas não me entendo com isto... ficamos na mesma, que eu já tenho cabelos brancos que chegue! :S

Amo...


... esta boquinha com aquela cova amorosa no lábio de baixo....



... e este sorriso lindo que ela me dá e que me ilumina mais do que um sol!
Posted by Picasa
Desta vez, a amamentação está a correr muito melhor. Se pensar que, com a idade da Mafalda, a Camila já tomava suplemento, então está mesmo a correr bem. Sinto-me mais segura, procurei mais informação desta vez e faço orelhas moucas aos comentários e palpites que ouço sobre "leite fraco" assim que ela tem um dia que chora mais um pouquinho do que o normal, esses comentários podem mesmo pôr-nos abaixo, se lhes dermos atenção.
Ultrapassei uma subida de leite muito custosa, mamilos doridos e fissurados e agora considero que já estou em "velocidade cruzeiro", a Mafalda vai tendo um bom aumento ponderal e até já comecei a tirar leite para fazer um stock no congelador.
Sinto bastante pressão por ser a única a poder alimentá-la, dá-me nos nervos quando saio sozinha e tenho que andar a contra-relógio ou estar num sítio com ela cheia de fome e não ter condições para a amamentar (sim, porque eu não consigo sacar da mama cá para fora em qualquer lado, tipo um restaurante cheio de gente, acho que nem o leite sai :S). Uma bomba e um biberão podem ajudar, eu sei, já experimentei mas poucas vezes. Acho que devo, enquanto posso, prolongar estes momentos a duas, já basta quando voltar ao trabalho e aí, então, a bomba e o biberão passarão a ser nossos companheiros diários. São ideias um pouco contraditórias mas é o que sinto. O que vale é que o mau da pressão é compensado pela alegria que sinto ao vê-la crescer a olhos vistos, sabendo que é tudo com o leitinho da mamã. :))
Dois meses e picos separam estas fotos:


Os meus comentários?

A gajinha cresceu que se fartou, a camisola era quase um vestido e agora mal lhe tapa a barriga!

e

Que raio de ideia de vestir um fato tão grande a uma piguinha tão pequenina!
(a minha desculpa: a 1ª foto foi tirada ainda no hospital e este era um dos fatos que ía na mala, pensando, com o barrigão que eu tinha, que ía ter um/a matulão/ona! :D)

e ainda

Chiça! Tá mesmo grande, a cachopa!

16 agosto 2007

No início da semana, experimentei não estimular a Mafalda a fazer cocó durante 48 horas, mas ela não fez sozinha, acabei por dar-lhe uma ajuda e ela fez logo. Ontem à noite, lembrei-me (e tive um bocadinho de tempo livre) de pegar neste livro

de onde só tinha lido ainda as partes referentes à idade da Camila. Comecei então a ler o que se referia a bebés e encontro isto:

"Um bebé alimentado ao peito pode não evacuar todos os dias. Muitos bebés que estão a alimentar-se bem e a aumentar de peso digerem de tal maneira o leite materno que só evacuam de três em três ou mesmo de oito em oito dias. Isto nunca acontece com os bebés alimentados a biberão que normalmente defecam várias vezes por dia. Os que são alimentados ao peito podem passar repentinamente de uma vez após cada mamada para, apenas, uma vez por semana.... Se os pais usarem um termómetro rectal como estímulo, o bebé defecará...; no entanto, este procedimento não é necessário. Se este é o seu padrão normal, as fezes serão moles e não se trata de obstipação....O leite materno é um leite perfeito e pode ser assimilado quase completamente. Os pais que têm conhecimento disto não interferirão com o padrão normal do bebé."
Foi isto que aconteceu com a Mafalda, tal e qual! Porque é que os senhores da Saúde 24 e a enfermeira e o médico do Centro de Saúde não me deram esta explicação antes, hã?! E porque é que eu não peguei no livro antes? Já não a estimulei ontem e hoje de manhã, para comprovar a teoria, a Mafalda fez um cocó sozinha! Ele há coisas... :))

14 agosto 2007

Um pic-nic na mata e a Mafalda da sua alcofinha, bem resguardada de mosquitos e afins! :)


Posted by Picasa
Ontem à noite, apanhei um susto com a D. Camila, que, aos quase quatro anos e meio, resolveu enfiar coisas pelo nariz acima pela primeira vez na vida! Quis fazer um colar de contas para mim e estava entertida na cozinha a fazê-lo e a ver aquela coisa das "Chiquiticas", como ela diz. Eu estava na sala com a Mafalda e começo a ouvi-la chorar, um choro de pânico que me fez voar até ela. "Tenho uma flor no nariz!!!", diz ela. Espreito e lá estava a continha a brilhar na narina direita, já com algum sangue por ela ter tentado apanhá-la e a ter empurrado ainda mais para cima. Comecei logo a pensar que teria que ir para o hospital, mas fizemo-la expirar pelo nariz com toda a força, tapando a outra narina, e lá saiu a dita, felizmente. Depois levou o sermão da praxe, que os buracos que temos na cabeça não servem para enfiar coisas, a única coisa que entra é comida pela boca, etc, etc.
Nunca tinha feito nada do género por isso a deixei brincar com este tipo de brinquedos, não sei o que é que lhe passou pela cabeça! :S

13 agosto 2007

Agora, um dos passatempos favoritos da Camila é jogar... "donimó"! :))

(anda a acontecer-lhe isto com alguma frequência, a troca de sílabas. eu rio-me no momento, mas fico a pensar se me devo preocupar ou não...)

12 agosto 2007

Há dias em que não gosto muito de mim... vai-se o ânimo, o brilho nos olhos... só o calor do sorriso das minhas meninas me aquece o coração. Fico a precisar de um abraço... e é tão mau quando ele não vem, quando não percebe que está a ser preciso...

11 agosto 2007

Acho que as vacinas dos 2 meses são uma verdadeira tortura! Três picadas (duas do plano de vacinação mais uma da Prévenar) de uma vez só é muito violento, porque é que não inventam vacinas em gotas, sei lá?! Ontem fiquei tão abalada com o choro e carinha de pânico da Mafalda que, quando me deitei, ainda estava a rever a cena toda na minha cabeça . O meu "eu" racional entende que é para a proteger de muitas doenças e que logo depois ela ultrapassa aquele sofrimento, mas no momento só me apeteceu arrancá-la das mãos da enfermeira e fugir, tadinha da minha bebé! :(

Post nº 500...

... para anunciar que hoje nasceu o meu priminho S., filhote da minha querida prima e afilhada de casamento L.! Vai ser o companheiro de brincadeira da Mafalda :D.

Num ano e meio de blogue, 500 posts e 26.000 visitas... não está nada mal :)).

10 agosto 2007

Que silêncio!

É, a Camila não está em casa outra vez... Até gosto de apreciar esta calma... na primeira meia hora, porque entretanto começa a faltar-me qualquer coisa... tenho um vício no corpo, sentir a alegria de viver da minha menina grande, que me acompanha há 53 meses!!!
Saiu com os avós na 4ª feira, dormiram por lá. Fizemos um passeio ontem e fomos almoçar com eles. Eu pensei que ela quereria vir connosco para casa, mas quais quê, a reacção dela foi de medo que a tivéssemos ido buscar "porque eu hoje quero ir dormir outra vez num hotéle!". Deixámo-la na praia com os avós, para aproveitar todos os bocadinhos porque este ano não houve grandes férias, calhou assim. Voltámos para casa... silenciosos.
Já vem daqui a pouco, logo à tarde :))

2 Meses

Dois meses passaram sobre um dos dias mais felizes da minha vida, o dia em que conheci cá fora o meu segundo bebé, a minha pinguinha Mafalda! Está linda, rechonchudinha e faz uns sorrisos lindos, com as gengivas à mostra, que ainda não consegui fotografar.

Quem consegue sacá-los automaticamente é a mana Camila, para os papás demoram mais um pouquinho a sair, mas para a mana, desfaz-se toda! É lindo de ver com a Mafalda já sente uma empatia tão grande com a irmã!

Começou a descobrir as mãos e que os dedos podem ser uma coisa óptima para chuchar, é um duelo constante entre nós: eu ponho-lhe a chupeta, ela cospe-a daí a uns segundos e toca de chegar com os dedos à boca, e por aí adiante! Espero que seja eu a vencedora porque será mais fácil abandonar o vício da chupeta do que o do dedo :).


Pela 3ª vez na minha vida, apaixonei-me por alguém. É admirável, para mim, o modo como estas paixões não se substituem, antes se somam e intensificam umas às outras: com o nascimento das filhas, passei a amar ainda mais o pai, com o nascimento da mais nova, todo o amor pela mais velha foi renovado e, por isso, a paixão por esta pinguinha de gente é tão grande! Adoro admirar a perfeição das suas mãozinhas, da orelhita, do pézinho...encaixá-la no meu colo para lhe dar de mamar e ver como se alimenta de mim... os "diálogos" que temos de "ais", "ahh", "ohhh" e "arrruu" 's que temos...senti-la a dormir no meu peito, a sua respiração a par da minha, o toque sedoso do seu cabelinho nos meus lábios, o seu cheirinho e o seu calor... amá-la, sómente!

08 agosto 2007

Consulta dos 2 meses

Apesar de ainda faltarem uns dias para os completar, ontem a Mafalda já passou pela "revisão" dos 2 meses. Pesa 4,360 kg (aumentou mais esta semana, fiquei mais contente), está no percentil 25, e mede 53,5 cm (percentil 10), é pequenina, a minha fofa (a Camila, com a mesma idade, já media 58 cm, estava quase no P90!). Tem-se mantido nas mesmas linhas desde que nasceu, está normal. Expus as minhas dúvidas, o sô doutor eliminou algumas, depois de a examinar, perguntando-me porque é que eu estava a pôr defeitos na criança que estava tão bem feitinha :). Em relação aos intestinos, é aguardar que normalize e, enquanto ela for fazendo com a estimulação física, não vai receitar nada para ela tomar. Encontrou um click à esquerda quando fez a manobra da rotação das ancas e mandou fazer uma ecografia, fiquei logo apreensiva porque, se ela tem que usar algum aparelho, é uma grande chatice, espero mesmo que não seja nada. :S
As vacinas ficaram para 6ª feira, são 3 picas (!), coitadinha da minha bebé, acho que vou mandar o pai com ela...
Estive sem telefone e, consequentemente, sem net desde domingo, grrr! Hoje, finalmente, os senhores fdp's (assim com abreviatura porque isto é um blogue respeitável, de família!:D) da PT lá se dignaram a arranjar a avaria, será que se eu lhes pedir que descontem estes dias no valor da assinatura, eles descontam? (olha eu a armar-me em ingénua!). Adiante...
Estou com um ataque de zona, popularmente designado de cobrão (pelo menos aqui para os meus lados), no braço esquerdo desde a semana passada. Comecei no início da semana com dor no ombro, pensei que tivesse feito alguma luxação, mas na sexta de manhã já tinha a erupção na pele, reconheci logo o que era porque já tinha tido uma vez, há muitos anos. Ontem, aproveitei a consulta da Mafalda para mostrar isto ao sô doutor, que foi consultar o calhamaço dos medicamentos e viu que podia tomar um anti-vírico sem problemas para a amamentação. Ou seja, já é o terceiro medicamento que tomo desde que a Mafalda nasceu! Começa a parecer-me que as minhas defesas foram um pouco abaixo com este parto :S.

04 agosto 2007

Quem é quem? :)



Posted by Picasa

(primeiro, a piquena mais nova, depois a mais velha, as duas sensivelmente com a mesma idade)

01 agosto 2007

A propósito deste post, lembrei-me de uma situação que me aconteceu na semana passada. Estava no hipermercado junto à balança para me pesarem a fruta, chega uma conhecida que eu já não via há muito tempo, olá, olá, olha para mim e diz:" Então, tás grávida?". Eu respondo:"Não estou, estive!" e ela faz-se de muitas cores, dizendo: "Ah, é que tás com uma barriguinha, pensei...". "Ainda não teve tempo de ir ao sítio", respondo eu, mais para me consolar a mim do que a ela. Há que dizer que este diálogo decorreu todo sob o olhar atento do mocinho que estava ao serviço na balança :S.
Não, nada foi ao sítio ainda, continuo com os 6 kg extra que ganhei com a gravidez, a barriga está mole e flácida apesar dos (poucos) abdominais que faço e continuo sem calças que me sirvam nas coxas. Isso da amamentação ajudar o corpo a ir ao sítio mais depressa é, no meu caso, uma grande treta, já com a Camila foi a mesma coisa, não funciona neste corpinho. Em Setembro (em Agosto não vale a pena, há muitos jantares e festas!), volto ao ginásio, não tenho outra hipótese!
A Camila veio do fim-de-semana com os avós com uma grande pedalada, "Tou elética!", dizia ela :). Foi muita brincadeira, muito mimo, estava tão excitada que, ao fim de meia hora com ela, eu já estava exausta e com a paciência esgotada (há que salientar que o meu stock de paciência anda pelas ruas da amargura por estes dias :S). Mas lá consegui "domar" a miúda com um banho e um leitinho quente, sempre com muita conversa há mistura, a contar todos os episódios que lhe vinham à cabeça. Mal caiu na cama, apagou :D.
Estas manhãs tem-me acordado antes das 9, quando eu estou a dormir tão descansadinha, e fico hiper rabugenta, especialmente quando ela faz asneirada tipo virar o açucareiro no chão como hoje! Às vezes, tenho remorsos de ter pouca paciência mas ela, quando quer, é muuuuito chata, fala na mesma coisa n vezes mais uma até eu lha dar ou fazer, chego ao ponto de ameaçá-la que, se ela volta a falar no mesmo, não lhe dou/faço mesmo o que ela me pede! Ela abre a boca, eu mando-lhe "aquele" olhar e aviso-a: "Olha lá!...", e ela disfarça logo: "Mas eu não ía falar daquilo, mamã, é de outra coisa!", é uma chica-esperta! :)
Ontem levei a Mafalda ao Centro de Saúde para pesá-la. Fiquei espantada e um pouco preocupada, é que a cachopa só aumentou 260 g em 14 dias, o que dá cerca de 19 g por dia, quando anteriormente os aumentos era à volta dos 30 g por dia. A enfermeira disse para não me preocupar, é normal que os bebés alimentados a peito terem estas variações e para me alimentar bem e beber muita água. O que me preocupa nem é a qualidade e quantidade do meu leite porque vejo que ela fica satisfeita, preocupa-me é ela estar com o problema de não fazer cocó sozinha neste período de 14 dias em que aumentou menos de peso, se haverá alguma relação entre as duas coisas, se é um indício de algo errado a nível do sistema digestivo... Na próxima semana, tenho a consulta dos dois meses no Centro de Saúde, vai ser novamente pesada e logo se vê quanto aumentou. Vou colocar estas minhas dúvidas e, se não tiver respostas que me satisfaçam, vou à pediatra ao particular, ouvir outra opinião.
Desta vez, a amamentação até está a correr melhor do que com a Camila, estou mais segura, bebo mais água, como melhor e queria muito amamentá-la em exclusivo até aos 6 meses, espero conseguir.