31 dezembro 2009

Um feliz 2010...

... é que desejo a quem passa por aqui, que o melhor deste 2009 seja o pior do novo ano! Saúde e sorte!

Década 00

Casei 6 dias antes dela começar, talvez com medo que realmente acontecesse o fim do mundo e eu solteira :). Na viragem do milénio, morre um amigo de infância, a milhares de quilómetros de distância. Morre a minha avó paterna. Começo a construção da minha casa. Engravido. Fico efectiva no meu emprego. Mudo-me para a minha casa. Tenho a minha primeira filha. Coloco aparelho nos dentes. Sou operada à cara. Adio a segunda maternidade. Sou madrinha de casamento. Sou operada à cara outra vez. Retiro o aparelho dos dentes. Crio a Arca dos Tesouros. Vou à República Dominicana. Engravido. Morre o meu avô materno. Casa o meu irmão. Tenho a minha segunda filha.
Marcas da minha década, a mais rápida da minha vida.

30 dezembro 2009

As passagens de ano da minha infância foram grandes festas. Na cave da casa dos meus pais, juntavam-se umas quantas famílias, à volta de 40 pessoas ou mais, cada um levava qualquer coisa de comida e bebida, montava-se a aparelhagem com gira-discos para se dançar o "Vamos à la playa" e outras desse tempo, sem faltar a dança da vassoura para roubar o par, compravam-se uns foguetes para os homens lançarem à meia-noite e a festa durava pela madrugada fora, com alguns já bem bebidos que faziam rir os outros até às lágrimas. Nós, os pequenos, brincávamos e pulávamos e o objectivo era deitarmo-nos o mais tarde possível para contar aos amigos quando voltássemos à escola.
Era tudo mais simples, mais espontâneo, sem pressões de impressionar os outros, as pessoas queriam divertir-se, ponto final. Hoje não é fácil acontecer uma festa desta forma, por mais chegados que sejam os amigos ou família, acho que se peca pelo excesso de tudo, de ter tudo muito bem preparado, tentar sempre superar a festa anterior, muitas preocupações para prevenir qualquer tipo de falha, chega-se à hora da festa estafada... Perde-se um pouco o gozo do momento, o prazer de se estar com as pessoas, o puro divertimento. A mim acontece-me, mais do que eu o desejaria.

Ora digam lá se a cachopa não tem olho? :)

Um dia destes, a Mafalda seguia atentamente a publicidade na televisão e eu estava um pouco distraída, até que a ouço dizer "Hello, Jóche!" em simultâneo com o John Malkovich no anúncio da Nespresso. Ri-me e disse-lhe:
"O Jóche é giro, não é?"
Ela sorri e diz: "É, é."
Um ou dois dias depois, a mesma cena: "Hello, Jóche!". Acaba o anúncio e vira-se para mim:"O Jóche é um pínpexe!" (o George é um príncipe!), com um grande sorriso embevecido. Um bocadinho precoce, esta minha filha, mas não há dúvida que, no bom gosto, sai à mãezinha! ;)


Aiii, Jóche!

29 dezembro 2009

Que miséria,...

... olhando ali para o arquivo, estou a ver que nem aos 200 posts chego neste 2009!

28 dezembro 2009

Para comemorar as nossas Bodas de Estanho,...

... largámos os presentes espalhados pela sala, deixámos as crias nos avós e fizemos um retiro rapidinho mas muito agradável num hotel com spa não muito longe de casa. Foi uma descoberta porque nunca tinha estado num spa, adorei e o marido também! Depois de duas horas e meia a alternar entre sauna, banho turco, jacuzzi, piscina, chuveiros sensoriais e espreguiçadeiras, tivemos uma massagem em simultâneo, de quase uma hora, em que eu só pensava:"Eu nasci para isto!", fabuloso! Depois, um jantar requintado e delicioso no restaurante do hotel e... o resto não vou contar, é claro! ;)
Voltamos para casa ontem, revigorados e cheios de saudades das nossas princesas. O spa é uma experiência a repetir, sem dúvida! :)

26-12-2009, 10 anos

Há 10 anos atrás, repetimos, à frente de todos os que nos rodeavam, as promessas que fazíamos um ao outro durante os quase 10 anos anteriores. Para marcar a data, cravei na minha aliança uma pedra cujo brilho reflecte o amor que cresce e se renova, dia a dia. Será uma por cada década, a celebrar a felicidade de estarmos juntos.

Pois que já se passou o Natal...

... e eu nem consegui vir aqui colocar os meus votos de Feliz Natal a quem por aqui passa, tal foi a correria! Natal bem passado em casa do mano, a 70 km daqui (tanta tralha para passar uma noite fora de casa! :D), com um regresso a casa com o carro ainda mais carregado de tantas prendas que as pequenas receberam (e de tantos doces que se comeram!). Houve visita do Pai Natal, de barriga muito "inchada", óculos escuros embaciados e cabo de vassoura a servir de bengala, mas a Camila já não se deixou enganar, o mito está a cair aos poucos. A Mafalda encolheu-se toda mas não deixou de aceitar as prendas que o Pai Natal lhe estendia.
Para o ano há mais! : )

22 dezembro 2009

As pequenas...

... estão contentes com o/a priminho/a, cada uma à sua maneira. A Camila não teve uma reacção muito efusiva, acho que ficou dividida entre o "Que bom, um priminho!" e o "Eia, mais um para me roubar mais um bocadinho de atenção!" (é um problema para quem foi filha única, neta única, sobrinha única durante mais de 4 anos!), mas acredito que vai delirar quando tiver o bebé no seu colo, ela é muito carinhosa com os priminhos mais pequenos que têm nascido entretanto.
Quanto à Mafalda, ri-se quando fala do "bebé a titi tem a baída, tá a faxêle nã-nã, é nininho!", é capaz de lhe custar um bocadinho (grande!) repartir a atenção que tem dos avós e dos tios com o/a priminho/a mas, com 3 anos feitos, penso que não teremos que recear (muito) que ela o/a atire do berço abaixo ou outras manifestações do género, de intenso "amor" de prima! :D

Agora já posso dizer aqui...

... qual foi esta notícia espectacular: vou ser titi, yeahhh!!! Mano e cunhadinha grávidos, primeiro sobrinho de sangue (já tenho outros de coração), a nascer em Junho, talvez próximo dos 3 anitos da Mafalda, quem sabe...
A mesa da casa dos meus pais começa a ficar pequena para toda a família!:))

18 dezembro 2009

Se há coisa que me chateia...

... é apanhar-me a ser parecida com o meu pai ou a minha mãe em certas coisas. Sigo algumas coisas que me ensinaram como linhas de orientação para a educação das minhas filhas, mas há certas coisas que eu não gostava de me parecer com eles. Especialmente quando é um deles que me alerta, sem querer, para isso. Isto porque, hoje de manhã, à semelhança de todos os outros dias da semana, estava a berrar com a Camila devido à sua lentidão, torra-me a paciência e começo o dia em altos decibéis. O meu pai, que tinha vindo buscar a Mafalda, diz-me, entredentes: "Eh pá, não tens paciência nenhuma com a garota!"
What?! O Sr. Sem-Paciência-que-berrava-assim-que-a-sua-ordem-não-era-cumprida a chamar-me à atenção?! Ainda lhe respondi que não tinha grande moral para estar a falar, ao que ele respondeu que eu tinha obrigação de ser melhor do que ele! A chatice é que, pensando bem, ele até tem razão mas a carga genética da parte dele, às vezes, ganha ao meu auto-controlo. :S

17 dezembro 2009

Uma das coisas...

... que faço desde sempre com a Camila, e agora também com a Mafalda, é incentivar a poupança de água. Chamo sempre a atenção se há torneiras abertas tempo de mais e faço o discurso de que " se um dia a água acabar no Mundo, porque gastamos de mais, como vai ser?! Não conseguimos viver sem ela!" (é dramático para elas? talvez, mas não deixa de ser verdade e eu acredito que, se houver um fim da Humanidade, vai ter a ver com a escassez de água).
Isto tudo porque ontem a Camila contava-me que tinham estado a fazer a carta ao Pai Natal na escola.
"Ah sim? Então o que pediste?"
"Só podíamos pedir 3 brinquedos, pedi um quadro, uma máquina de fazer tranças e uma boneca." (por acaso, vai receber a máquina de fazer tranças, é a única coisa das 3 que vejo que gostava de receber, o resto foi só para encher porque já tem).
"E só pediram coisas para vocês, não fizeram um pedido assim para o Mundo todo?"
"Ehh, não, foi só para nós."
"Então se pudesses pedir qualquer coisa para o Mundo todo, o que é que pedias?" (à espera de ouvir brinquedos para os meninos todos ou coisa assim)
Resposta prontíssima: "Pedia que não acabasse a água!"

Posso dramatizar de mais, mas parece estar a fazer algum efeito! :)

16 dezembro 2009

Bom, bom,...

... era que o Natal fosse mesmo mágico e eliminasse o sofrimento de qualquer criança no Mundo. Há uns dias, vi a reportagem sobre umas crianças de São Tomé e Príncipe que vieram até Portugal para serem tratadas de problemas de saúde que, na sua terra, não teriam tratamento. Quando vejo situações assim, questiono-me do porquê as minhas filhas terem tido mais sorte do que aquelas crianças, só por nascerem num país em que existem cuidados de saúde (nem sempre os que achaos ideiais, ainda assim), é muito triste haverem crianças condenadas à nascença só por nascerem no sítio onde nascem. É muito triste não conseguir fazer nada ou fazer muito pouco para mudar isso...
Milagres da Natal?! Era este, o meu pedido.

Quando o Verão não se estendia até Novembro,...

... eu chegava a Dezembro com as compras de Natal praticamente feitas. Com o tardar do frio, não há espírito natalício/consumista que se aposse de mim, faltam 8 dias e ainda tenho umas quantas coisas por comprar. :S

15 dezembro 2009

Esqueci-me de mostrar...

... o que tenho em mãos desde a semana passada:

Agora é esperar que chegue ao dia 2 de Outubro do próximo ano e que não me tenha esquecido do sítio onde os arrumei! :)

11 dezembro 2009

A mim,...

... que trato todos os meus familiares por tu, pais, avós, tios, primos e não considero que isso seja falta de respeito, faz-me "espécie" os pais e os filhos que se tratam por você, acho tão impessoal!

Um dia destes,...

... falávamos, entre amigos, de como é difícil educar, das diferenças entre a educação que tivémos e a que estamos a dar aos nossos filhos. Na nossa educação, encontramos coisas com as quais não concordamos, que nunca faríamos assim e que, na altura, nos causaram a nós, filhos, sentimentos de frustração, de injustiça e até de raiva para os nossos pais. Agora, morremos por dentro só de pensar que os nossos filhos possam ter esses sentimentos em relação a nós. Será que os nossos pais não tinha esse medo? Sentimo-nos, agora, adultos mal formados por nos ter sido recusado um presente que tanto queríamos ou outro desejo qualquer? Ao atendermos à quase totalidade dos pedidos dos nossos filhos, ao dispôr a nossa vida em função deles, que todos, mais ou menos, fazemos isso, estamos a fazer o melhor por eles a longo prazo?
Uma amiga dizia-me há tempos que não pensa ter filhos, não se vê capaz de educar, que tem medo da responsabilidade e que não conseguiria ser como eu, ter pulso. Fiquei surpreendida, não me acho tão dura assim porque sempre me comparei com o modelo de educação dos meus pais. Às vezes, até me deixo levar por elas, as crias, consciente que estou a ceder porque é tão mais fácil! Admito que, na maior parte do tempo, sou uma mãe chata, que luta para que hajam regras e para que estas sejam cumpridas, que defino limites em quase tudo, menos nos afectos, e que tudo isto me dá uma grande trabalheira e uma dorzinha no coração quando vejo olhitos desiludidos porque "a mamã não fez o que me estava a apetecer tanto, tanto agora, já, neste momento!". Mas estou convencida que esta é a melhor maneira de ajudar a formar as mulheres que as minhas filhas vão ser um dia.

10 dezembro 2009

Mafalda, 2 anos e meio

Dois anos e meio de intensa paixão por aquela pulguinha eléctrica que me desarma com o seu sorriso maroto, desafiador, cujas lágrimas grossas que rolam pela sua carinha quando a contrario me derretem por dentro e quase que abalam a firmeza dos meus princípios de educadora, que nos seus braços pequeninos me aninha e me faz sentir pura felicidade.

07 dezembro 2009

Zig Zag ao vivo

Ontem fomos até ao Pavilhão Atlântico ver o espectáculo do Zig Zag ao vivo. As pequenas gostaram, aplaudiram, foi um mimo ver a Mafaldinha a bater palmas ao ritmo das músicas. Não tenhoa companhado na televisão o trabalho do apresentador Pedro Leitão mas pareceu-me ter algum jeito.
Fomos lanchar ao Vasco da Gama, onde já tínhamos almoçado, e eu cheguei à conclusão que sou mesmo campónia, não tenho paciência para tanta gente em todo o lado e demorar tanto tempo para fazer seja o que for, desde ir à casa-de banho ou comprar um café, acho que definharia se algum dia tivesse que viver numa cidade grande!

01 dezembro 2009

E hoje...

... é dia de fazer árvore de Natal e presépio, a vontade não é muita mas a "melga" maior não se cala! :)

Mafalda a folhear o catálogo de brinquedos do Continente:

"Olha o Biquéi, a mim quélo! Oi, o Nóni, a mim quélo! A mim quélo o catélo da pinxesa! Um popó um bebé, a mim quélo! A mim quélo, a mim quélo, a mim quélo....!"

Isto com 2 anos, nem quero pensar como será daqui a um ano ou dois! :o

27 novembro 2009

Levei a minha bailarina ao ballet,...

... fomos ver "O Quebra-Nozes". Ver a carinha de alegria dela quando percebeu qual era a surpresa de que eu lhe falava há uns dias, o fascínio nos seus olhos a admirar os fatos, os tutus brilhantes, a graciosidade da solista, vê-la aplaudir entusiasmada, enfim, vê-la feliz... foi o melhor do espectáculo! :))

25 novembro 2009

À parte estas dificuldades iniciais...

... em pôr a "engrenagem" da Camila a trabalhar, parece que neste momento está bem melhor, a expressão plástica é que continua a ser o ponto fraco, faz tudo atabalhoadamente para se safar dos trabalhos o quanto antes. Levanta-se muitas vezes, seja para ir à casa-de-banho ou para apanhar qualquer coisa que caia ao chão, mesmo dos outros colegas, é muito solícita! ;)

A miúda não tem lata, tem um bidon!

Ontem a professora contou que, no início do ano lectivo, a Camila só fazia era bufar quando ela lhe dava trabalho, típico dela, preguiçooosa! Chegou ao ponto de dizer à professora que não podia cansar-se muito na escola porque tinha muitas actividades depois da escola, a dança, a piscina, a catequese! É com cada uma, esta cachopa...

24 novembro 2009

Este fim-de-semana, a Mafalda começou a dormir na cama de casal que tem no quarto dela. Ladeada de bonecos e almofadas, até ver ainda não veio parar ao chão mas já desce sozinha quando acorda, apesar da cama ser quase da altura dela. É pequenita (comprei-lhe um fato de treino 24-36 meses, ela tem quase 30, mas tenho que trocar por 18-24, sobram-lhe perneiras e mangas!) mas muito ágil, sempre a tentar trepar sofás, cadeiras, o que lhe aparecer à frente (nada a ver com a irmã, que ainda hoje não tem a agilidade como ponto forte).
Agora quando embirra que não dá beijos a alguém, não dá e acabou, não há chantagem que valha! Esteve uns dois ou três dias que não deu beijos ao pai, à irmã é geral, quase nunca dá a pedido, só quando lhe dá um acesso, até ver, comigo ainda não embirrou, dá sempre "bom-nia" e "bua ôte", basta chegar a cara ao pé (neste aspecto, a irmã era mais meiguinha).
Foi filha única durante o fim-de-semana, a Camila foi passear com os avós. No sábado, estava de hora a hora "A mana? A mana?", mas enterteve-se bem sozinha, agora gosta de estar na secretária a pintar "bilos" (livros), mais uma grande diferença com a irmã que, nesta idade, nunca ligou, e continua a ligar pouco, a desenhos e livros de pintar. Mas assim é que tem piada, serem bastante difrentes, não é? :)
A Camila anda toda vaidosa porque a professora disse que ela e o B. é que íam passar e os outros não, se não começam a prestar atenção ao que ela explica no quadro.

- Mas porque é que ela disse isso?
- Porque eu e o B. é que respondemos sempre primeiro, os outros respondem o que nós dizemos, copiam!
- E tu respondes por ti mesma, ou esperas que o B. diga?
- Não, é assim: a professora escreve do quadro 1+3, percebes? E depois eu penso dentro da cabeça e respondo 4, ao mesmo tempo do B.!
- E os outros?
- Os outros, sei lá, estão a olhar para a janela!

Elogiei-a, disse-lhe que é muito bom conseguir pensar assim "dentro da cabeça" mas para não ser vaidosa de mais e não andar a dizer que é melhor do que os outros, isso não é bonito. Hoje o pai vai falar com a professora no horário de atendimento, para ver os testes que ela fez e fazer o ponto da situação.

Em princípio,...

... o problema do cartão de crédito está resolvido, visto ter havido o alerta de fraude que originou o cancelamento do cartão e eu não reconhecer a despesa como minha. Se eu tivesse o cartão ainda válido, seria mais difícil de resolver o caso. Mas só fico descansada quando aquelas parcelas desaparecerem do extracto

22 novembro 2009

Ainda abananada...

... com o assunto do post anterior (e parece-me que vou andar abananada durante muito tempo, isto mexeu comigo e com todos os meus conceitos sobre a natureza humana), eis que fico quase histérica ao consultar, ontem à noite, o extracto on-line do meu cartão de crédito: uma despesa de quase €1500 num hotel ou casino ou o raio que o parta em Las Vegas! O cartão foi cancelado no mês passado porque o banco recebeu um alerta de segurança relacionado com a utilização do cartão em Espanha mas, pelos vistos, o alerta já veio tarde e já haveria uma operação pendente que apareceu agora no sistema. Isto foi-me explicado pela senhora que me atendeu a linha de Apoio ao Cliente ontem e que me aconselhou a ir amanhã à agência abrir um processo de fraude. Claro que estou lá batida às 8 da matina, esperançada de que isto se resolva da melhor maneira, porque prendas de Natal destas, não muito obrigado! Aiiii...

20 novembro 2009

Estou em choque!

Por motivos profissionais, convivi quase diariamente durante quase 4 meses deste ano com este rapaz! Muito educado e metódico no trabalho e um cuidado obssessivo com a imagem, é o que tenho a dizer dele. Chegar a isto, um assassínio?! Convivi com um psicopata?! Estou chocada, atordoada..

12 novembro 2009

Acho um bocado triste...

... constatar que a Camila, 6 anos, não deseja nada para o Natal! Querer, ela quer tudo o que lhe passa pela frente, agora desejar, sonhar em receber aquele presente especial, com uma aura de inantigível, não, isso não vejo nos olhos dela. Não é triste, isto?!

Há dias...

... em que se anda a remoer as contrariedades da vida, a reclamar contra as coisas que não correm como se acha que deviam correr e porque dava tanto jeitinho que assim tivessem corrido, dias chatos porque são dias perdidos, porque não há nada a fazer quando os planos que fazemos sobre coisas que não controlamos não se cumprem. Bom bom, é chegar ao fim de um dia destes e receber uma notícia espectacular, que espanta para longe esses devaneios mais negros e que nos faz sentir privilegiados por sermos personagens deste filme que é a Vida!

11 novembro 2009

Este blog...

... anda com um nível, alto lá! Só "postas" de qualidade superior!...

:D

A Popota...

... também não se safa das críticas, está mais elegante e cheia de curvas, nada a ver com Natal e brinquedos. O anúncio só vale pelo que eu me rio a ver a Mafalda a dançar com a música dos Buraka, da qual é fã há muito tempo.

Quem é que disse...

... aos senhores publicitários que trabalham para o Continente que era boa ideia a Passaroca Amarela (ou Pôina, como diz a Mafalda) passasse a ter um corpinho de mulher jeitosa, hum?! A Camila já declarou: "Não gosto desta Leopoldina sem asas!". Eu também não!

09 novembro 2009

A melhor maneira de começar a semana é...

... enfrentar a "greve" de um portão automático, o qual nunca se aprendeu a abrir manualmente porque é daquelas coisas que encaixam na conversa "tens que ensinar-me a abrir isto à mão, um dia há-de ser preciso e eu não sei" desde que foi montado há mais de 3 anos! Pois hoje foi o dia! grrrrr

06 novembro 2009

No sábado passado,...

... fomos visitar a priminha B., que nasceu há 2 meses. Quando peguei nela, a Mafalda fez uma cena de ciúmes das bravas, porque queria ir para o meu colo e não queria colo de mais ninguém. Sentei-me, peguei nela junto da bebé mas não ficou contente, começou logo a empurrar as pernas da pequenina, muito má. Ela estava com muito sono, o que é meio caminho andado para aparecerem birras, mas aqui está mais uma grande diferença entre as manas, a Camila nunca me fez uma cena assim.

Alguém quer...

... uma entaladela fresquinha, ainda a latejar,feita há coisa de 2 horas na porta da carrinha, no dedo médio da mão esquerda? Anyone?!

01 novembro 2009

E amanhã...

... lá vou eu para mais 3 dias de formação, a ouvir os fritz sprenchen inglês cheio de v's e z's! Aiiiii
:S

Teve um "Muito Bom!"...



... na avaliação do caderno diário, onde agora começou a escrever todos os dias o nome a letra manuscrita, a data e desenha o estado do tempo. As vogais já estão dadas, assim como os ditongos, esta semana deve estrear-se nas consoantes. Na sexta-feira, trouxe 12 linhas de trabalhos de casa, letras e ditongos. Foi uma luta, começa a fazer muito bem mas, aproximando-se o fim da linha, começa a aldrabar, a fazer as letras enormes para chegar ao fim mais depressa! Perdi o conto às vezes que lhe apaguei algumas linhas e que tive que contar de 20 para trás para não perder a paciência quando ela começa com queixumes. A professora dela tem como princípio só mandar TPC à sexta-feira, raramente manda durante a semana. Não sei o que será melhor, acho que é bom não terem uma pressão diária mas assim também é difícil habituá-la à ideia que tem que trabalhar em casa. Mas ela, quando quer, até faz umas letrinhas bonitas, gosto especialmente do "e" maiúsculo! :)

29 outubro 2009

Estou numa formação...

... a ouvir um alemão a falar inglês, que só me faz lembrar o Herr Flick do Alô, Alô!:-D E estou a escrever aqui, portanto podem ver que isto está interessantíssimo!

27 outubro 2009

Quando olho para a Camila com "olhos de ver", apanho sempre um choque. Está grande, enorme! Hoje vi-a a espreguiçar-se na cama, a ocupar quase todo o colchão e, lá está, mais um choque! Está alta, com formas mais cheias, pernas fortes, um rabiosque bem redondo e gira como tudo! Vaidosa com as roupas e os penteados, sempre muito coquette. Cada vez mais teimosa, faz de conta que não me ouve e continua a fazer as coisas como se eu não estivesse a falar com ela, depois encolhe-se quando me vê quase virada do avesso, sempre com um "Eu não vi/ouvi!" ou "Foi sem querer!", quando é tudo menos distracção. O que eu gosto mesmo é quando estamos "em paz", sem guerrinhas, a conversar, ai que delícia, as conversas dela! "Hoje levámos todos azul no comprotamento, à segunda-feira portamo-nos todos bem. Mas depois, à terça, descamamos (descambamos, deve ter ouvido isto à professora), ficamos malucos!!" e continua num blá, blá, blá sem fim, comigo quase sem ouvir, fascinada a admirar e a rir-me para dentro da sua graça de menina crescida.
Até aqui, maravilhavam-me as suas conquistas mais físicas, o cumprir das etapas do seu desenvolvimento como criança. Agora, contemplo o desenvolvimento da sua personalidade, da descoberta dos seus gostos, da formação do seu carácter, do rascunhar do esboço da mulher que ela vai ser um dia. Não consigo deixar de me sentir a envelhecer, mas com uma imensa satisfação interior por ter o privilégio de acompanhar desta forma o crescimento de um ser humano!

"Ó mamã,...

... queria tanto, tanto levar a vacina da gripá!", como se me pedisse um presente de Natal muito desejado!
Cada uma que esta miúda tem! :D

24 outubro 2009

Tradução

Pajanja = Pijama
Ajoja = Camisola
Cocota = Coca-Cola

Não era fácil de acertar, esta pequena inventa cada palavra, até eu me vejo aflita, às vezes! :)

(sim, ela já sabe o que é Coca-Cola e adora, mas raramente lhe põe a vista em cima!)

22 outubro 2009

Mafaldês

"Pajanja"
"Ajoja"
"Cocota"

Alguém arrisca um palpite? :)

"Tá miáta!"

Foi o que a Mafalda me disse quando entrei no quarto dela, pela manhã. Pois estava, toda molhada, ela, a cama, até a coberta, mais um acidente. Normalmente acontece uma vez por semana, mas já há semanas em que não acontece, felizmente, ou aguenta toda a noite ou chama para a levarmos à casa de banho. Hoje, a gaijinha, que não é parva nanhuma, começa logo com risinhos e gargalhadas forçadas, a ver se consegue fazer-nos rir da situação. Disse-lhe que não era para rir, que ela devia chamar a mamã ou o papá, que não tem graça fazer xixi na cama. E ela a fazer risinhos, a tapar a boca com a mão com um ar tipo "ri-te lá do meu teatro, esquece lá isso!". Há hora do almoço, quando a senhora da limpeza lhe perguntou o que tinha acontecido à cama dela, ela volta ao mesmo, a rir e a dizer "A xixi à canha!", como se fosse a maior piada, e a senhora desmancha-se a rir, não dá para resistir. Sabe-a toda, é o que é.

20 outubro 2009

Há 3 dias,...

... as cachopas foram à praia com os avós. Hoje chove que se farta e já falam em neve nas serras para amanhã, de loucos! Alguém que mande arranjar o termostáto deste planeta, se faz favor!

19 outubro 2009

75 anos...

... da minha "vó" materna, hoje! Não teve uma vida fácil, foi mãe aos 17 anos, solteira até aos 20. Depois foi avó aos 40, desta que aqui escreve, e bisavó aos 68, da Camila. É um bocadito chata e mimada, especialmente desde que ficou viúva, e, quando quer, até mázinha, mas também sabe ser querida e é a única avó que me resta, por isso tento aproveitar a sua presença o mais que consigo. É a bisa da Camila e a bibi da Mafalda e hoje vamos cantar-lhe o "Tatabénx a voxê!"! :)
E depois há uma data de blogs que eu costumava acompanhar a encerrar e isto, quer se queira quer não, também desmotiva a pessoa de vir para aqui dizer bobagens (agora era suposto começar uma música qualquer, não é?). Por isso, mas não só, é que este estaminé anda assim paradito...

O espectáculo dentro do espectáculo

Ontem a Camila teve espectáculo de dança, a repetição do espectáculo de Julho, mas noutro local. Correu-lhe bem, estava concentrada e a fazer as coreografias com gosto, mesmo que, às vezes, um pouco desacertada com as outras, mas isso são pormenores, vá! O verdadeiro espectáculo foi dado pela Mafalda durante o intervalo. Colocaram música de dança e isso é que foi vê-la, no espaço à frente do palco, num sacudir de ancas, num sem número de poses ao ritmo da música, a abanar-se toda, inspirada pelas coreografias que a irmã costuma fazer em casa e pelas que tinha já assistido no espectáculo, enfim, uma comédia. As pessoas das filas da frente que conseguiam vê-la alternavam entre a boca aberta de espanto por ver um piolhito tão pequeno a dançar assim e as gargalhadas que as suas poses provocavam. Até eu, que já costumo vê-la dançar em casa, me surpreendi com o seu sentido de ritmo e o à-vontade perante a "assistência" que a aplaudiu com entusiasmo. Acho que temos estrela, temos! :)
Quando muitos pensamentos se atropelam na minha cabeça e não vejo ninguém à minha volta que possa ouvi-los sem me dizer o que já sei que vão dizer e que, se calhar, não entendem que eu só quero falar, não quero ouvir, a solução é falar comigo mesma. Falo mentalmente, argumento de um lado, argumento do outro, faço uma grande salada com as minhas ideias. Às vezes, fico bem, outras vezes, como agora, fico pior, tudo misturado, desejos, receios, opções, expectativas. E depois venho aqui escrever coisas sem jeito no bolg sobre as pequenas, 'tá mal!

14 outubro 2009

Flashback

Ontem comecei as aulas de natação com a Mafalda. Ela estava um pouco rabujenta, queria tirar o fato de banho, não queria a touca na cabeça, mas, assim que entrou na água, foi uma alegria! Eu só a segurava pela cintura e ela "nadava" atrás da bola que a professora lhe tinha dado, batia na água para chapinhar, toda feliz. A primeira vez que a virei de frente para mim, senti um baque no peito. Era a minha Camila com dois aninhos que eu voltava a ter nos meus braços! Tão igual que faz impressão, até a professora, que foi a mesma da Camila quando ela começou a piscina aos 18 meses, comentou o mesmo.
Foi uma delícia ver a alegria da Mafaldinha na água, ouvir as suas gargalhadas de cada vez que me mandava água à cara e sentir o tempo a voltar atrás. Raios, porque é que elas têm que crescer?!
:)

13 outubro 2009

Há 15 anos...

... perdi o meu primeiro avô, o paterno. Até aos 19 anos, tive a sorte de ter a companhia dos 4 avós acompanhando os meus aniversários, natais, etc. O meu avô Manel era um homem alegre, é engraçado como já não me lembro de muitas coisas dele, mas a recordação do som da sua gargalhada está bem gravada na minha memória. Teve 9 filhos, tendo perdido a primeira em bebé, conheceu 15 netos e teve também a infelicidade de sepultar um deles. Era um homem muito conhecido por estes lados pois dedicou-se, durante muitos anos e até a doença o permitir, a organizar excursões por todo o país. Do que ouço, era um homem um pouco duro como marido e como pai, na fase mais jovem, mas talvez porque as circunstâncias de ter que criar 8 filhos o obrigassem a isso. Como avô, era pacífico. Tinha uma Vespa azul e todos lutávamos por um lugar nela quando estava parada no pátio. Cabíamos 3 no assento e, com sorte, ía mais um em pé agarrado ao guiador, fartávamo-nos de dar passeios virtuais. À séria, só andei uma vez, em que ele me foi buscar à escola primária, nesse lugar em pé, sem capacete nem nada, com os olhos a chorar da deslocação do ar, giro! Na sua fase final, mais paradito, deixava as minhas primas mais novas fazerem-lhe totós nos cabelos brancos, porem-lhe ganchos, não se chateava nada, só se ria.
Entretanto, as doenças apanharam-no e, ao chegar de um dia de aulas em Coimbra, recebi a notícia da sua morte, faz hoje 15 anos. Um dia, ainda voltaremos a andar juntos de Vespa azul...

12 outubro 2009

Fico exausta, logo à segunda-feira de manhã, depois de mais uma batalha contra a molenguice da Camila. Quase todas as manhãs é isto, um desespero. Fico com dor de cabeça para o resto do dia, pela camada de nervos que apanho, pela força que faço para me conter e não desatar logo à palmada, pelos gritos em surdina para não acordar a pequena, por acabar por chegar à palmada e a dizer coisas muito feias, por me sentir um traste por me ter descontrolado perante a pessoa que mais amo no mundo e para quem eu queria ser um exemplo, por ver que todo este desgaste não resulta em nada pois parece que ela nem me ouve, continua na mesma velocidade devagar-devagarinho. Ela fica assim quando dorme menos do que o normal, ontem deitou-se às 10 da noite e hoje estiquei a corda e acordei-só às 8 e 10, mas depois exijo que ela dê corda aos sapatinhos. Especialmente porque ao sábado e domingo acorda às 8 da manhã, fresca que nem uma alface, para ir ver televisão!
Eu também preciso de dormir mais, é meio caminho andando para ter mais paciência, sei-o bem. E ela tem que ir para a cama às 21 e acordar às 7 e 40, no máximo, só assim posso deixar de ter estas manhãs horrorosas.

08 outubro 2009

Para verem como o nickname Mafarrica lhe assenta que nem uma luva, passo a relatar o que aconteceu ontem à noite.
Estamos as 3 no quarto da Camila, na hora de deitar, já depois da história contada. Digo-lhe:
- "Vá, Mafalda, dá beijinho de boa noite à mana."
Ela, num repente, atira um "Não!" e uma "bolachada" de mão cheia na cara da irmã, que fica sem reacção, coitadinha. Ralhei-lhe e mandei-a pedir desculpa à mana. E ela:
- "Não!", de sobrolho franzido e cara de peste.
- "Mafalda, pede desculpa à mana, já! Fizeste dói-dói e a mana está triste!"
- "Não!", e tapa a boca com as duas mãos, tipo "não digo, não digo e não vais conseguir obrigar-me!"
- "Mafalda, ou pedes já desculpa à mana ou não te vou ler a história do ursinho!" (anda apaixonada por um livro de contos que deram à irmã, que tem ilustrações muito coloridas e na capa tem um urso, quer que lhe leiam a "tóia do uxinho" a toda a hora, especialmente antes de ir para a cama)
Ela transfigura-se, mete o ar mais angelical do mundo e diz, muito, muito baixinho:
- "Pupa."
- "Hã? Não ouvi nada."
Diz então mais alto, a sorrir para a irmã:
- "Pupa" e dá uma grande beijoca no olho da irmã, onde lhe tinha acertado. E depois mais uma e mais uma, até desatarem as duas a rir e aos abraços.
Estou tão lixada com esta miúda! :)

07 outubro 2009

Mafaldices

No fim-de-semana, quando a sentávamos no carrinho de passeio:

"Mamã, puta a mim!"

(puta= empurra)

:)
Ao fim de duas semanas sem chupeta, eu já noto diferença nos dentinhos dela, os incisivos centrais de cima já estão mais alinhados com os do lado. Ela já se conformou, no fim-de-semana ainda falou dela quando lhe deu o sono no carro mas lembrei-a que ela a tinha trocado pela Minnie e lá lhe passou. No feriado, viu o priminho M. com a chupeta e estava sempre a pô-la na boca dela, tipo "guarda-a bem, que ainda ta tiram, como me fizeram a mim!". :D

06 outubro 2009

Norte Alentejano...

... foi o destino escolhido para o fim-de-semana que passou. Bem instalados em Alter do Chão, no sábado visitámos a Coudelaria de Alter-Real, um sítio rico em História, onde vimos muitos "balitos" (cavalitos) e uma demonstração muito interessante de falcoaria. Almoçámos no Crato e ainda visitámos Portalegre. No domingo, rumámos a Marvão, onde encontrámos uma feira islâmica cheia de colorido, e fomos almoçar a Castelo de Vide, visitámos o castelo e o museu instalado na antiga sinagoga da comunidade judaica que existiu outrora na vila. Depois, ala para casa porque ontem já foi dia de trabalho para o pai da casa.
A Camila, de vez em quando, começava a refilar que estava cansada, que lhe doíam as pernas, que não gostava de férias assim, que só gosta de férias de hotel como as de Cabo Verde, enfim, uma chata! Mas acompanhava-me sempre quando eu subia às muralhas dos castelos, e voltava a ir se o pai decidisse fazer o mesmo, e fartou-se de fazer perguntas, acho que ela acaba por gostar e aprender alguma coisa nestes passeios. Já para a Mafalda, é mais cansativo do que proveitoso mas não fica mal-humorada e já aprecia muita coisa. Eu e o pai... ficámos a pensar que também teria sido um fim-de-semana bem passado se tivéssemos ido só os dois, eheheh... ficará para uma próxima.
Na sexta à tarde, a Camila teve mais uma consulta de otorrino no Hospital e teve alta, tudo limpinho e sarado. No fim-de-semana começou com um pouco de tosse, espero que estas mudanças de tempo não tragam já o primeiro teste às suas resistências. :(

01 outubro 2009

Camilices

À hora do almoço, estava a ajudá-la a apertar as calças e reparo:

-"Olha, puseste o cinto ao contrário!" (no sentido inverso ao que eu lhe tinha colocado há uns dias)
- "Pus, assim dá-me mais jeito para abrir a manivela!


LOL

30 setembro 2009

Ao fim de uma semana sem chupeta,...

... a Mafalda ainda está a "ressacar", tadita. Tem tido dificuldade em adormecer, quer conversa, quer fazer xixi, quer água, quer mais conversa, quer dar beijinhos e abraços, depois choraminga, rebola e adormece. Na sesta, ainda é pior, fica na cama mas já há dois dias que não adormece, diz que "num quéte nã-nã" (não quero dormir!). Curiosamente, nunca mais pediu a "pêpeta", não voltou a dizer o nome da coisa, mas nota-se que lhe sente a falta como ajuda para adormecer. Mas há-de passar.

28 setembro 2009

A escola...

... continua a ser "muiiito cansativo", mas hoje fartou-se de reclamar com o pai por ele ir buscá-la às 16:30 e não às 17:30, porque "eu também quero ter Apoio ao Estudo, gosto muito", mesmo sem saber o que é! :D

Por aqui,...


... às vezes, é Carnaval! :)

25 setembro 2009

"Foi cansativo, fartei-me de pintar!"

Este foi o comentário da Camila sobre a primeira manhã na escola, feito com um sorriso nos lábios a dizer "se calhar, até sou capaz de gostar daquilo!". :))

23 setembro 2009

Da consulta da Camila,...

... ficámos a saber que a escara, que é o que chamam à cicatriz, ainda não tinha caído e, por isso, tem que continuar a alimentação mole e morna, para evitar a sua queda precoce e consequente hemorragia, e voltar lá na próxima semana para mostrar de novo. Pode ir à escola a partir da semana que vem mas nada de actividade física. Está a tomar Brufen porque se queixa ainda de umas dores de ouvidos quando começa a comer, que a médica disse ser normal, mas hoje disse que já não lhe doía tanto, suspeito que a dita escara tenha caído.
Como ela está bem, estamos a pensar levá-la na 6ª feira à escola para fazer o seu Primeiro Dia, conhecer a professora e rever as amiguinhas, já a sinto com curiosidade. E eu também quero ter um blog que fala do regresso às aulas! :D

A Minnie...

... está a ajudar a Mafaldinha a deixar a chupeta!

Desde a ida à Eurodisney, em Agosto, que a Mafalda ficou fanática pelo Mickey e pela Minnie. Já tinha uma camisola com a Minnie que agora, quando a veste, é um martírio para a tirar e não quer outra. Para a convencermos a vestir outra, dizemos-lhe que as flores/gato/qualquer coisa que esteja na camisola são as flores/gato/qualquer coisa da Minnie e ela aceita, toda feliz, repetindo sempre "Éta é a nônôni da Minnie!" (nônôni= flores, eu já disse que ela muito "espanhola", não já?). Ontem fomos, eu, o pai, e a Camila, até ao Hospital de Pulido Valente para a consulta de revisão da cirurgia e depois demos uma fugida ao Colombo, logo ali. Na Disney Store, não resistimos a trazer esta Minnie para a piquena que ficou com a avó. Bem, foi um extâse, quando ela abre o saco e tira de lá o peluche, ficou com os olhinhos a brilhar e sem palavras (quer "espanholas" quer portuguesas), foi uma felicidade que só visto! Não a largou mais e, na hora de deitar, esta mãe "má" lembrou-se de recorrer à chantagem: ou chupeta ou Minnie! Quando foi da Camila, também nos socorremos dum peluche, o Cão Fofinho, que passou a dormir com ela e a dar-lhe todos os miminhos que a chupeta lhe dava. A Mafalda, na boa, escolheu Minnie, mas teve dificuldade em adormecer, chamou umas 4 vezes, olhava para mim com a boca aberta a dizer: "Mamã!", tipo "não tás a ver que está aqui qualquer coisa em falta?", com um ar tão doce que metia dó, mas nunca mencionou a "pêpeta" e acabou por adormecer sozinha. Hoje, a sesta em casa da avó já não correu tão bem, eu disse à minha mãe que preferia que ela não dormisse do que estar a retroceder, e foi o que aconteceu, pediu a chupeta, lá veio a chantagem com a Minnie, ela calou-se mas não conseguiu adormecer, ficou a conversar com a Minnie até a avó ir buscá-la à cama. Agora à noite, pediu a "pêpeta", eu voltei à carga com a devolução da Minnie à loja, lá se conformou, só chamou uma vez a pedir água e adormeceu. Custa um bocadinho vê-la a sofrer para adormecer, era mesmo o único momento em que ela precisava do consolo da chupeta, mas é para o bem dela, porque o maxilar de cima já está um pouco arqueado, espero que ainda volte tudo ao sítio.

22 setembro 2009

Mamã Pirata,...

... privatizaste e eu já não fui a tempo de pedir convite! :(

Acho que Portugal já descobriu...

... a "cura" para a pandemia da Gripe A: campanhas eleitoriais! Já não pontos de situação diários da srª. ministra, já não há contabilidade dos casos diários a abrir os noticiários, é porque já passou, certo?

:)

21 setembro 2009

Só vi metade do filme,...


... mas foi bom rever o "Dirty Dancing" que passou este domingo na SIC, acho que consegui suspirar quase tanto como há 20 anos atrás :). O Patrick Swayze teve a "honra" de estar colado à parede do meu quarto durante muito tempo e é assim, lindo, cheio de saúde, um excelente bailarino, que eu me vou recordar dele.

Estou assim um bocadinho...

... preocupada, não muito mas um bocadito, com a fala da Mafalda. Vai a caminho dos 28 meses e é uma autêntica "espanhola"! Se calhar, o problema é ter um termo de comparação, pois. É que a Camila, com esta idade, já tinha uma conversação fluente, dizia praticamente tudo e bem (só não dizia os "c", dizia "tamichão na tabeça", lembraste, MJ?). A Mafalda é uma tagarela, diz muitas palavras mas quase nenhuma correctamente, e começa agora a fazer frases que se percebem do princípio ao fim mas muito básicas, tipo "O pai é feia, a mim é inda!" (esta ouvi hoje depois do jantar, num momento de "namoro" com o pai :) ). Canta alguma coisa mas tudo muito atrapalhado, faz-me rir de tão cómica mas, por baixo do riso, fica sempre uma preocupaçãozinha parva, can't help it!
Estou há uma semana exilada em casa. Tem sido uma semana durita, a convalescença da Camila está a correr bem mas está carregada de mimo e com um comportamente que me põe a ferver de vez em quando, especialmente à hora das refeições. Se o que lhe ponho à frente lhe "cheirar", come bem, senão, começa a chorar porque tem que comer tudo picado e queria comer inteiro, porque lhe dói os ouvidos, porque lhe dói a garganta, tudo fita, já a topei. E, perante estas fitas, tenho muita dificuldade em ter paciência, que já é naturalmente pouca em mim, tem sido um esforço tremendo. Para "ajudar", estive uns dias a tomar conta da minha avó, que está de cama, para dar uma folguita aos meus pais, que a merecem, o que elevou um pouco mais o nível de stress destes dias. Vale-me o facto de ver a Camila melhorar de dia para dia e a alegria contagiante e inesgotável da Mafalda, um verdadeiro bálsamo anti-stress! :)

15 setembro 2009

Já está...

A Camila foi operada ontem de manhã. Até agora, correu tudo bem, tirando o acordar da anestesia e os incómodos normais decorrentes da operação, mas não há vómitos nem hemorragias, menos mal. Há uma grande falta de apetite que me torra a paciência quase toda, desespero por ela não se alimentar, é uma luta para fazê-la comer um gelado ou beber 3 goles de leite ou sumo.
Foi operada no Hospital Pulido Valente, Lisboa, na Unidade de Cirurgia Ambulatória, e só tenho a dizer bem do serviço, pessoal simpático e prestável, já ligaram hoje para fazer o ponto de situação do estado dela. Acompanhei-a até ao momento em que a anestesiaram, deixei-a já a dormir na marquesa, e chamaram-se assim que ela foi para o recobro. Aí, foi assustador, confesso. No caminho, comecei a ouvir alguém que gritava e nunca diria que era ela, nunca a tinha ouvido gritar assim. A enfermeira disse que era normal, que ela ainda não estava bem acordada, e eu espero sinceramente que sim, que ela não se lembre daquela meia-hora em que esteve completamente histérica, a gritar, a tossir, a gritar, a rebolar na cama, a rebolar no meu colo, e eu totalmente impotente, sem conseguir acalmá-la. Entretanto, começou a sossegar, ficámos lá mais um pouco e fomos para a enfermaria. Só pôde beber depois de 4 horas de cirurgia mas já me pedia água desde o recobro, também não foi fácil ter que estar sempre a recusar e a dizer que estava quase.
Agora são 12 dias de cuidados com a alimentação e tem consulta para a próxima semana. Espero que, até lá, os ecos dos gritos dela se apaguem da minha cabeça e que tudo isto valha a pena...

08 setembro 2009

Se eu pudesse escolher,...

... acho que esta fase da Mafalda era a que eu eternizaria na minhas filhas! Adoro, simplesmente. Já largou a fralda de vez, já come sozinha quase sempre, já se faz entender q.b., ainda é suficientemente pequena para ser portátil e embalar como um bebé. Ela é um doce, uma sedutora, sempre a tentar levar a água ao seu moinho, está naquela fase em que a mãe é a maior e é o seu objecto de adoração (já disse que adoro, já?), enfim, é tudo de bom! É incrível a capacidade que ela tem de intensificar todos os dias o amor que tenho por ela. Diz que é a minha "pinxese"... e é, a minha princesa linda! :)


(e este é o post nº 1000, xiii!)

A ansiedade também é maior...

... porque se está a aproximar o dia da cirurgia da Camila. Por mais simples que seja, ela vai sentir dores e isso põe-me logo KO, mil vezes tê-las eu por ela! Depois, vai coincidir com o início das aulas, ela vai ter que faltar logo nas 2 primeiras semanas de aulas e tenho receio que isso a prejudique. Acredito que não vão dar grande matéria nestes primeiros dias, será uma fase de adaptação mas já vai perder essa fase, que acho importante... Não deu para ser mais cedo e pensámos que será melhor faltar agora do que mais tarde, só espero que isto não atrapalhe muito o início desta nova etapa da sua vida...

It's all so quiet....

Ontem, a Camila foi com os avós para a praia, volta amanhã. É bom ter um pouco mais de sossego (especialmente depois de um domingo em que me deixaram quase louca!), ter a Mafaldinha como filha única e dar-lhe doses extras de mimo mas... já estou cheia de saudades da minha grande, parece que o peito se vai encolhendo aos poucos e cada vez consigo respirar menos profundamente, até dói um bocadinho! Mas ela volta amanhã, é já amanhã...

02 setembro 2009

Hoje é dia B!!!

A família cresceu hoje mais um pouco com a chegada da priminha B., filha da prima B.! Bem vinda, pequenina, as tuas primas esperavam ansiosamente por ti! :)

31 agosto 2009

Decidimos,...

... depois de ouvirmos os médicos e de pesquisarmos sobre o assunto, que a Camila vai ser operada às amígdalas e adenóides. Tentámos preservar, já fez tratamentos de prevenção e nada resultou, este é o último recurso.Estávamos com algumas reticências até por causa da gripe A mas quer o otorrino quer o médico de família nos sossegaram quanto a isso, neste momente, as amígdalas e adenóides não são uma defesa, são um ataque, à conta de todos os antibióticos que toma. O que pesa mais na nossa decisão é o facto dela ir começar uma etapa escolar em que não pode estar a faltar uma semana por mês, por amigadalite ou otite, como aconteceu nestes últimos Invernos no jardim de infância (esperando que ela não fique doente com outras coisas, claro) e a possibilidade da deformação dos ossos maxilo-faciais por problemas de respiração (ressonar, etc.), coisa que me aconteceu a mim e que me causou muito mais sofrimento a tratar aos 30 anos do que o que ela poderá sofrer aos 6 com uma cirurgia simples, em que nem fica internada . É o melhor para ela, estamos convictos disso.

26 agosto 2009

Já tem...

... mochila (com rodinhas, das Princesas, coisa mais rosa nunca vi!), estojo (das Princesas, coisa mais rosa nunca vi!), cadernos e 2 livros (falta o de Português). Está assim-assim entusiasmada, toda a gente lhe diz que vai ter mais trabalho e a rapariga não gosta de trabalhar, é um facto. Quer dizer, gosta de fazer coisas, letras, números, mas só aquilo que lhe apetece e enquanto lhe apetece, como todos gostaríamos que fosse sempre, claro. Às vezes, falo-lhe em fazer uma ficha de um livro de actividades, faz o mais fácil, coisas de passar por cima ou ligar elementos e outras do género, e depois já está cansada! Eu tento mostrar-lhe o lado positivo, o quanto vai ser bom ela aprender a ler, conseguir entender tudo o que está à sua volta, que lindo que vai ser, e sinto que ela fica com alguma expectativa de que o que vem pela frente é uma coisa boa.

25 agosto 2009

Babosices (2)

E a autoridade na voz dela quando grita: "Pára!", "É minha!" ou "É minho!", "Á cá!", "Não quéi!", "Num apéta!" (quando a irmã a abraça), com a mão levantada ou o indicadorzito espetado?! Parto-me a rir por dentro, com a plena consciência de que esta pequena vai dar que fazer, ai vai! :)

Babosices

Eu espirro e ela responde:"- Atinho!"

Do desfralde da Mafalda...

... a modos que andámos um pouco para trás :S ! Quase há 2 meses que não usa fralda de dia e, logo a partir daí, começou a acordar com a fralda seca quase todos os dias. Mesmo nas férias, em que adormecia super-cansada, a fralda estava seca pela manhã. Eu, feliz e contente, decido tirar-lhe a fralda de noite no fim-de-semana do feriado. As primeiras 3 ou 4 noites, maravilha! Entretanto, no final da semana passada, começam os "acidentes", de noite e, estranhamente, de dia também. Não sei se ela sentiu demasiada pressão, se é por andar mais entretida na brincadeira com a irmã e deixa-se andar até à última, certo é que todos os dias tem havido descuidos. Esta noite levantei-me à 3:30 para pô-la a fazer xixi e já estava toda molhada :(! Troquei a cama e a roupa dela e pus-lhe fralda, senti-me um pouco a retroceder, mas penso que funcionará como um alívio da alguma pressão que ela eventualmente ande a sentir. Certo é que, de manhã, a fralda estava sequinha. Não sei bem o que pensar, eu não sinto que a tenha pressionado porque foi bastante natural, ela deu sinais de estar pronta ao manter as fraldas secas várias noites seguidas. Vamos ver como corre...

20 agosto 2009

E a piada que a pequena tem...

... a simular conversas telefónicas? Anda com um telemóvel velho pela casa, a falar, a fazer perguntas, a dizer "Ahhh!" tipo Ah, pois é.., a dar risadinhas, parto-me rir. É isso e na hora de assistir aos "espectáculos" de dança que a Camila prepara com as duas. A Camila inventa umas coreografias com muitos braços e pernas no ar, a Mafalda tenta imitá-la, com os olhos semi-cerrados com sentimento, mas vai dando o seu toque pessoal, tipo dar um saltinho, deixar-se cair de rabo no chão e rir-se para nós a ver se nos rimos, acha um piadão, não sei como é que ela não se magoa. Acho que tem vocação para palhaça, tal como a irmã!

18 agosto 2009

Questão para quem tem crianças

As vossas crianças, ao redor dos 2 anos, também choram, ou choravam, ao ver-se na televisão, em vídeos caseiros?
Aconteceu com a Camila e agora com a Mafalda, mal se vê na televisão começa a fazer um beicinho e fica logo com os olhos rasos de água. Se aparece o pai ao pé dela na imagem, então aí é choro mesmo sentido, temos que parar o filme. Dá-me vontade de rir pela "palermice" e dou-lhe muito miminho até se acalmar, é que a mocinha fica desconsolada! E a irmã era tal e qual quando tinha a mesma idade! É estranho ou nem tanto assim?

17 agosto 2009

Querem uma...

... laringo-traqueíte, querem? Eu tenho uma para oferta, bahhh!
Há um mês que ando com tosse e expectoração em demasia, tomei um xarope uns dias mas não fez nada, depois vieram as férias e continuei na mesma, só tosse, sem febre nem dores de nada, mas sempre muita porcaria na garganta e alguma dificuldade em respirar. Hoje lá me decidi a ir ao médico, entrei com tosse e sai com uma infecção na laringe e traqueia e receita para antibiótico e bombinha.

16 agosto 2009

Hoje, trabalhou-se no campo...


Das Férias...


Paris
É uma cidade que me fascina, sempre que lá chego sinto a batida cardíaca a acelerar. Porque é linda e luminosa, traz ao de cima memórias difusas da minha infância (vivi lá perto até aos 6 anos), enfim, Paris é Paris!
Palácio de Versailles
Sem palavras, pela segunda vez entrei lá dentro e senti novamente a impressão que já vivi aqui noutra encarnação, lol


Eurodisney
A Fantasia no seu expoente máximo, tudo bem pensado para nos fazer sentir num mundo de magia!
Rocamadour, Saint-Cirq-Lapopie,
Carcassonne, Biarritz
Vilas que visitámos na descida da Paris até Espanha, construções medievais perfeitamente conservadas que nos transpostam ao passado. Entre elas, campos e campos de milho, girassol, vinha, num mosaico bem alinhado. Biarritz é "supé-chique", foi a última dormida em solo francês, com uma rápida passagem antes da partida para casa.

13 agosto 2009

Eu quero, Não quero, Faz, Não gosto...

... são as expressões que mais saem da boca da Camila, nunca como agora a senti com este espírito de contradição e desejo de impôr as suas vontades! Está difícil de aguentar, especialmente porque não fui fadada com o dom da paciência e tenho muitos momentos Grrrrr! Mas até o pai, que tem Paciência escrito no ADN, se anda a passar com a Sô Dona Marquesa. É claro que ela tem que aprender a lutar pelo que quer e a argumentar, também não desejo que seja uma sonsinha que se deixa pisar mas esta luta diária cansa! E o que me assusta mais é que ela ainda só vai a caminho dos 7 anos e a tendência não é melhorar... :(
Se lhe digo para fazer a cama ou arrumar o seu calçado ou ir a casa da avó, "Mas eu não gosto de ter a cama feita/os sapatos arrumados/ir a casa da avó (mesmo que tenha pedido para lá ir 2 minutos atrás)!". Não obedece a nada, nada mesmo, à primeira, tenho que andar sempre artilhada com os meus "olhares" dos maus (os "gros yeux", como dizem os franceses) para ela se mexer. Nas férias, quando pedia alguma coisa com um "Eu quero isto!" com uma autoridade na voz que começava logo a mexer comigo, se levasse um não, começava logo com guinchinhos "Mas eu quero!", coisa que nunca fez na vida (se calhar, o problema é que eu estava mal habituada!)! Tinha que dar um pouco o desconto, antes de começar a ver tudo vermelho, devido ao sono e ao cansaço da viagem, que também contribuem. Agora, nota-se logo nos dias em que se deita mais tarde, no dia seguinte anda muito pior.
Depois, é a comida, há quase sempre qualquer coisa de que não gosta, mesmo que já a tenha comido muitas vezes, mas aí não tem sorte nenhuma, tem mesmo que comer o que estiver no prato.
Uma das coisas que mais me irrita é estar sempre a comparar-se à irmã, "É, mas a Mafalda pode! É, mas a Mafalda tem!"! Tento fazê-la entender que as duas não têm a mesma idade, pergunto-lhe se ela quer ser tratada como um bebé de 2 anos, entra-lhe qualquer coisa mas daí a pouco já está no mesmo!
Nas alturas em que se arma em caprichosa, dá-me vontade de a rifar! O que lhe vale é ela ser uma miúda gira, que sorri e ri muito, que conversa como gente grande (ainda ontem me fez sorrir quando começou uma frase com "Aliás,..."), que dança pela casa toda, que é meiga com a irmã (mesmo quando leva arranhões, puxões de cabelo e com sapatos na testa, a pequena é peste!), que se enrosca no meu colo à noite para ouvir, com muita atenção, umas páginas d'O Príncipezinho e, na sequência, me faz perguntas sobre planetas e países e o Mundo (é o tema do momento)... Enfim, o que lhe vale é que é a minha princesa, dona de boa parte do meu coração! :)
(Da tracinho se, tinha escrito um post e o FDP do blogger não o salvou, ca nervos!)

12 agosto 2009

Está tudo de férias, não está?

É que até faz eco, uma pessoa estar aqui a postar para o vazio! :))
Aproveitem bem, bom descanso!

2 anos, 2 meses, 2 dias...

... da minha princesa pequena! Está tão engraçada (pelo menos, aos meus olhos!), é uma sabidona que me tem nas palminhas, confesso. Não resisto aos seus sorrisos quando estou a ralhar-lhe, tento aguentar-me séria e digo: "Eu não me estou a rir, Mafalda!" e ela então faz-me olhinhos e, se estiver perto, agarra-me a cara e espeta-me um grande beijo repenicado. O que é que eu posso fazer, quem resiste a isto?! :)
Diz muitas palavras mas não diz frases perceptíveis, a maioria das frases dela são:" Iú-iú-ió-iú+ palavra perceptível", às vezes até me aflige, parece que tem a língua atada, vê-se que ela está ali a explicar-se com muitos iú-iú's e nós só a percebemos se a palavra final for bem dita. A Camila falava muito melhor, com a mesma idade, mas não estou muito preocupada, ainda. Algumas palavras giras:
cunca - música
petêta- chupeta (era pepêta mas, no dia em que fomos à Eurodisney, começou a chamá-la assim, não sei porquê)
mana - para chamar a irmã, depois de muito tempo a chamá-la mamã/mama.
Adada - Mafalda
Néno - Nélson
Bábie - Bárbara
Miel- Miguel
Djô - Diogo
Há muitas em que ela come uma sílaba: mate para tomate, póta para compota, mê para mesa, é uma língua preguiçosa.
Adora dançar, está sempre a desafiar a irmã para pôr música, já sabe de cor o DVD do espectáculo de dança da Camila, abana-se toda a dançar, tem bom jogo de cintura. Ainda nas comparações, tem muito mais destreza física do que a Camila tinha, tudo lhe parece bom para trepar, adora bolas, é capaz de passar que tempos a bater num balão sem nunca deixá-lo cair ao chão, tem olho. A fralda de dia já lá vai, de noite acorda quase sempre seca, para a semana vou experimentar a tirá-la e levantar-me para o xixi a meio da noite, a ver como corre.
Já come bem sozinha, ainda lhe dou uma ajuda na sopa, para evitar grandes desastres, mas ela começa logo:"É tu! É tu!" (quer dizer "sou eu! sou eu!" mas ainda não a conseguimos fazer entender esse conceito, ela é sempre "tu"), também tem que ter uma colher na mão.
Está pequenina, continuando nas comparações com a irmã, o que lhe dá a vantagem de ter mais colo do que a irmã teve, e ela são se inibe em pedi-lo: "Mamã, qué cóio!". Só lhe faltam 2 dentes para a dentição completa.
Estou perdidamente apaixonada por ela, o meu doce pequenino!

11 agosto 2009

Pois as vacances...

... já terminaram e desde ontem que se trabalha (não muito, pode fazer mal, assim, de repente :D).
Foram 10 dias de passeio, 4 dias fixos em Paris, em casa dos tios, e os restantes em trânsito, explorando um pouquinho das belezas que a França tem escondidas, ao todo cerca de 4200 km. Com as pequenas, sim, as duas, exacto... Já se perguntam: mas, como?! O milagre foi: leitor de DVD no carro, a melhor aquisição dos últimos tempos! :)
O grande acontecimento, para a Camila, foi a ida à Eurodisney! Só soube na véspera da ida, quando viu os bilhetes na nossa mão. A Mafalda também foi e gostou muito, tenho tanta pena que não se vá lembrar! É claro, foi cansativo até para nós, pai e mãe, ela só foi porque ainda não pagava bilhete e eu achei que as sensações que ela ia viver valeriam a pena, para aproveitar os parques e as diversões ao máximo acho que a idade ideal são os 8, 9 anos. Mas já apreciou ver o "Bickey" e a "Mini", adorou andar nos carrosséis, assustou-se um bocadinho nas diversões mais escuras e movimentadas, tipo Piratas das Caraíbas e Peter Pan, agarrava-se a mim a dizer"Ai, cai! Ai, cai!" mas nunca chorou. Ficámos até ao fogo-de-artifício, um lindo final para um dia de fantasia!
Entretanto saem as fotos, tirei exactamente 1000 fotos até chegar a casa, ainda estou na fase da escolha

29 julho 2009

On est en vacances!!!

26 julho 2009

"Ponham isso mais baixo!!!"

Não era suposto eu gritar isto só daqui a uns bons anos?! Neste momento, Buraka a bombar em altos berros... e ainda só têm 2 e 6 anos, oh God!

22 julho 2009

2º incisivo fora,...

... mais uma vez pelas mãos desta querida, pois o definitivo já vinha a nascer por dentro e a D.Camila não trata de fazer cair os seus próprios dentes (eu fazia-o, abanava-os até ficarem presos por um fiozinho e depois, era um puxãozito, tau, já está!).

21 julho 2009

A festança!

No fim-de-semana, tivemos a grande comemoração dos 60's do avô, com direito a bailarico, largada de 60 foguetes (sim, podem dizer que é piroso mas o senhor gostou da surpresa!) e uma tarde e uma manhã sem desencostar da banca da cozinha, a fazer doces junto com a minha cunhadinha MJ, uma estafa que até foi divertida!



As meninas fartaram-se de brincar e dançar, conviveram com os primos emigras, foi uma verdadeira festa!

Aqui a Mafaldinha a ensaiar um pé de dança com o priminho S.

Gostava de ter agora...

... um dia ou dois com umas 30 horas cada! uff

15 julho 2009

Na segunda-feira, fui buscar a avaliação da Camila. Levei-a para ela entregar uns presentinhos para a educadora e a auxiliar e fazer a última despedida daquela pequena casinha que a acolheu durante 3 anos. No geral, está preparada para a primária, tem aquele defeito que a educadora diz que é quase geral, não conseguir estar muito tempo a fazer a mesma coisa, mas vai passar, espero. Enquanto ela brincava na sala e na rua, conversámos sobre o futuro dela, partilhei os meus receios e dúvidas e ela deu-me alguns conselhos Alertou-me para evitar as saias para a escola a partir de Setembro e eu fiquei um pouco chocada! Explicou-me que os miúdos mais velhos têm atitudes muito "à frente", influenciados pelo que vêm na televisão, talvez, que ela até já nota alguns comportamentos desses no jardim, embora muito ao de leve, mas que se vai notando a mudança, para pior, de ano para ano. Também nota a mudança dos tempos, desde há 16 ou 17 anos atrás, em que os miúdos passavam mais tempo em casa, com a mãe ou os avós, e agora, em que passam o dia no Jardim de Infância e no ATL, convivendo com miúdos mais velhos, a agitação e a instabilidade é maior. Tinha já algumas dúvidas em continuar com a Camila no ATL porque, com as actividades extra curriculares da primária, já fica com o dia quase todo preenchido, e com esta conversa fiquei quase convencida que não vai continuar.
Acabámos nos braços uma da outra a chorar (ando tão lamechas! ) porque a saída daquele cantinho representa o fim do meu bebé, representa mais uma ruptura no casulo de protecção, que eu não vou conseguir nem devo manter para sempre, eu sei. O meu maior medo é que esse casulo se rompa sem ela ter aprendido a defender-se sozinha, que a minha vigilância alguma vez falhe, que algo de mau lhe aconteça... ai, estas dores de crescimento, como doem! :s

13 julho 2009

Parabéns ao Avô A.!

Hoje, o meu pai entra no clube dos sexagenários! É bom vê-lo chegar aos 60 super-activo, sempre cheio de coisas para fazer e melga como só ele sabe ser, mas é um número que bate cá dentro... é o relógio que não pára, para ele e para mim...
É um herói para as netas e só isso já basta para o ser para mim também. Agora, venha a festa!!!

Neste domingo,...


... ainda fomos molhar o pé à praia ao fim do dia. O pé, é como quem diz, no caso da Mafalda foi dos pés à cabeça, atrapalhou-se com uma ondinha e espalhou-se ao comprido na água, nem o chapéu escapou! Não se atraplhou, só chorou porque queria tirar roupa molhada e continuou a chapinhar na água, toda nua. Graças à fase "desfralde", tinha uma roupa suplente, foi o que valeu.

O espectáculo...


... de dança já foi há uma semana mas as músicas ainda circulam e muito cá por casa, graças ao DVD que o pai gravou e que entretanto está gasto! :)
A Camila esteve bem, com as suas distracções habituais, mas muito descontraída e alegre. Não vai ser um grande bailarina mas vê-se que dançar é uma coisa que lhe dá muito gozo e eu fico babadona de a ver aos pulinhos no meio das outras, só penso: "Que linda, que linda!". É mesmo, fico completamente totó! :D

Xinamen,...

... há mais de uma semana que não ponho aqui uma posta! :o
A semana passada foi dose no trabalho, a ouvir um senhor espanhol explicar, em espanhol, claro, como funciona o novo espectrómetro de fluorescência de RX e respectivo software, numa sala muito fresquinha à conta do ar condicionado, o que me valeu uma bela constipação. Juntando isso a umas noites pouco dormidas por andar a fazer uns serões malucos, deu numa valente enxaqueca que ontem me atacou com toda a força. Hoje já passei melhor, já consigo ver luz.

03 julho 2009

Uma das poucas coisas...

... com que a Mãe Natureza me favoreceu é, de facto, uma dádiva e, nesta altura, em que ouço mais queixosas, é que me apercebo melhor disso. Infelizmente, acho que as minhas filhas não a herdaram, especialmente a Camila, tadinha! :(
E a dádiva é:

Não ter pêlos nas pernas! :D

(ó pra mim armada em mete-nojo! lol )

01 julho 2009

Evoluções

Do desfralde, a coisa está-se a compôr. Já pede "txi-txi, txi-txi!", já acordou com a fralda da sesta sequinha mais do que uma vez, aos poucos vai lá.
Fala cada vez mais, o que não quer dizer que se entenda cada vez melhor :D, mas nota-se um esforço em imitar o que nós dizemos. Anteontem, sentou-se num tijolo enquanto eu apanhava ameixas, suspirando:" Ai, tenta! A-anxada!", estava cansadinha da vida, tadita! Sempre que está em equilíbrio precário ou sabe que pode cair, começa a sorrir com ar de malandra e a repetir:"Ai, ai, a-inêee!". Conseguem adivinhar o que é? :)
Está sacaninha como tudo, sabe bem como dar-me a volta. Ontem, depois do banho, esperneava feita maluca, deixava-se cair no tapete, não havia maneira de conseguir embrulhá-la no toalhão e pegá-la ao colo, parecia um polvo escorregadio. Até que lhe falei mais forte, ela deixou-se embrulhar e, quando a peguei, olha para mim séria e diz: "Ató-te!" (adoro-te), à espera que eu me derretesse perante a declaração de amor, o que se veio a verificar... como resistir?!

29 junho 2009

Ontem foi a festa de fim do ano da escolinha da Camila (embora ainda tenha escola até ao dia 8) com um pic-nic no recinto da escola e muitos pais, irmãos e avós,! Depois do almoço, os meninos presentearam os familiares com a encenação de uma história que tinham ensaiado durante o ano com as estagiárias, onde a Camila fez de galinha, o primeiro animal a declarar que o céu estava a cair aos bocados! :) As mães resolveram, no momento, fazer a surpresa de cantar/esganiçar/cacarejar uma canção aos seus meninos e a "vítima" escolhida foi a "Cinderela" do Carlos Paião, mas eles até gostaram, acho.
A Camila passou bastante tempo dentro da sala, fez desenhos, brincou com a irmã, a mostrar-lhe todos os cantinhos. Senti ali uma despedida e uma passagem de testemunho, ela estava sempre a dizer:"Ó Mafalda, para o ano vens tu para aqui!" (ainda falta passar um ano lectivo, ela só entra em 2010 mas é já para o ano!:o). Foi uma mistura de emoções, relembrar a minha Camilinha de 3 anos a entrar naquela sala, com o seu bibe pelo meio da perna que agora lhe fica bem acima do joelho, vê-la preparada para entrar na escola primária, com vontade de aprender coisas novas mas também com muita vontade de brincar ainda na casinha, no cantinho das construções, no cantinho da plasticina... É mais um pedacinho da minha bebé que se transforma num pedaço da minha menina grande.

26 junho 2009

Michael Jackson

Goste-se ou não, acho que é um marco dos 80's e 90's. Que a sua alma tenha o descanso que ele nunca deu ao seu corpo.

25 junho 2009

Desfralde

Sábado passado foi o primeiro dia sem fralda. Estava calor, andou só de cuequinha com o bacio por perto, com a mana toda entusiasmada sempre a perguntar: "Tens xixi, Mafalda? Anda ao bacio, Mafalda!". Não houve acidente nenhum mas nunca pediu para fazer, andei sempre a antecipar. Na segunda-feira, lá aconteceu: estava a pedir música, começa a olhar para os pés e para a pocinha que se estava a formar no chão e... continua na dela, a pedir-me música, como se nada fosse. Mostrei-lhe que as cuecas e os calções estavam molhados, que tinha que pedir para fazer xixi na sanita e ela:"Tá molhánho, a sissi à tita!". Não valeu de muito, fez durante o jantar na cadeira de comer e o pior é que nem se queixa, fica-se como está, não se rala nadinha. A Camila desatou a chorar quando fez a primeira vez pelas pernas abaixo, só pedia que lhe tirasse os sapatos e a roupa, via-se que estava incomodada. Também tinha 3 meses a mais, mas vejo que ainda tenho um longo caminho a percorrer no desfralde da Mafalda. Comecei agora para aproveitar o bom tempo mas ela ainda não está totalmente preparada, faz uma festa quando ouve o xixi a cair na sanita mas não tem noção de como controlar-se. Vamos aos poucos, com calma, ela chega lá...
Na segunda-feira, a Camila foi com o avô (mãe e pai não podiam) ao passeio de comboio até à praia, com os meninos da escolinha. Veio feliz e contente, cheia de coisas para contar, como é hábito, e o resto do farnel cheio de areia, grande confusão naquela mochila!
Ontem, encontrei uma mãe que também foi ao passeio e a primeira coisa que me disse foi: "A tua miúda é um espectáculo! Tão responsável, a orientar as coisinhas todas, fiquei encantada!". Claro que fico babadérrima com estes elogios, já não é a primeira vez que me dizem que ela é muito atinada, no ATL até já me disseram "Quem dera que fossem todos como a nossa Camila!". Mas depois penso: se ela é tão atinadinha assim, como é que eu me passo com ela por me parecer tão desatinada, de vez em quando? Estarei a ser exigente de mais com ela? Fervo em pouca água? Ou por ser tão responsável fora de casa, de quando em vez precisa de "soltar a franga"?
Eu tenho a consciência que sou exigente, rígida com certas coisas, mas também acho que ela precisa que eu lhe mostre os seus limites, saber que tem direitos mas também tem deveres. E isso já funciona para a Mafalda também. Apesar de ter um feitio menos dócil, o que conduz a mais situações de conflito, também já começa a perceber quando estou a falar mesmo a sério e que não vale a pena fazer chorinho fingido para levar a dela avante.
Educar não é nada fácil, mas é compensador ir vendo os resultados desse trabalho.

22 junho 2009

Que virús é este...

... que anda aí, só hoje são 2 blogues a acabar?! Fora outros 2 ou 3 que dei conta que privatizaram... Será do calor? :s

21 junho 2009

Hoje...


... visitámos a Kidzania, no Dolce Vita Tejo! Resumindo, é uma cidade em miniatura onde as crianças são tratados por "senhores" e "senhoras". À entrada, recebem um cheque da moeda da cidade, os Kidzos, que podem gastar nos diversos serviços ou aumentar a conta "trabalhando" nas várias profissões ao dispôr. A Camila, como "gaja" que é, gastou os primeiros Kidzos no cabeleireiro, onde a Mafalda também teve direito a manicure, de graça! Depois, foi às compras ao Continente, foi pediatra no hospital, foi bombeira, foi engenheira de produção na fábrica de cereais (aí pagou para trabalhar mas recebeu uma caixinha de Chocapic no final), foi maquilhadora no noticiário da SIC e ainda foi engenheira de produção na fábrica de sumos da Compal. Antes de sair, ainda foi gastar mais uns Kidzos na loja de "recuerdos", maquilhar-se e pintar as unhas! Andámos lá dentro mais de 4 horas e ainda havia mais para fazer mas começámos a ficar cansados. A Camila e o primo D. gostaram imenso, acho que aprenderam muitas coisas, é um conceito interessante, aprendem brincando. Recomendo, especialmente paa as idades entre os 5 e os 11-12 anos.

19 junho 2009

Ontem espreitei um bocadinho...

... do ensaio do espectáculo do final de ano da dança e cheira-me que não vou conseguir conter o conteúdo do meu saco lacrimal no dia do espectáculo! Também, quem manda pôr como música final o "We are the world, we are the children..." com a minha menina a dançar bem à frente do grupo, heim?! Uma gaja não se controla, claro!

Ó figurinhas tristes que eu faço! :)

16 junho 2009

No outro feriado da semana...

... (estou com os posts um bocado retardados, não estou?), fomos ao parque com a Madrinha 1 (da Camila, portanto) e os seus rebentos, o meu afilhado D. e o pequenino M. (ai, como é bom dar colo a um bebé pequenino!...).
Brincar, andar de "ota", apanhar trevos, rebolar na relva... uma tarde bem passada, sem dúvida!

Das comemorações dos dia,...

... o mais giro foi ver como ela já entendeu que era a estrela do momento, que era o Dia a Mafalda! Tivemos junto de nós a família mais próxima que a carregou de mimos, atenções e presentes e ela adorou, claro! O bolo tinha a "Kika", como ela lhe chama, e, depois de alguns treinos nos dias anteriores, soprou as duas velinhas na perfeição, tive que segurá-la bem para não as soprar antes do fim dos "Parabéns a você", tal era a ânsia! :)


O presente dos papás foi uma motinha eléctrica adaptada ao tamanho dela, farta-se de andar na sua "ota" mas ainda precisa de umas lições de coordenação mão/pé.:)
Foi um lindo dia, o dia da minha bebé pequena!

10 junho 2009

2 Anos


Apenas desejo que mantenhas sempre este sorriso, um dom precioso que ilumina os meus dias... já não me lembro como era viver sem ele. Parabéns, minha flor!

08 junho 2009

Dois dias...

... para os dois anos! Onde estás, meu bebé?!

07 junho 2009

A minha bailarina,...



,... com os seus rolinhos (tortos, fui eu que fiz! :s), teve ontem um espectáculo, onde dançou apenas 2 danças, mais do que suficiente para eu ficar (ainda mais) babada!:)

04 junho 2009

-"AHHHHH! UM BICHO!"

- Credo, que susto! Um bicho onde?
- Aqui, na janela do carro!
- Por dentro ou por fora?
- Por fora... É um camarão!
- Hã?!!!
- É cor-de-laranja com muitas patas!

LOL

(conversa no caminho para a escola, não cheguei a ver o dito camarão, deve ter voltado para o mar antes de pararmos!)

02 junho 2009

Isto anda paradito por aqui...

Muito trabalho no emprego, muito trabalho em casa, pouca inspiração, um forte ataque de nostalgia pela aproximação do 2º aniversário da piquena (pensei que isto só me desse no 1º mas afinal no 2º é pior! :s), muitos pensamentos e dúvidas existenciais, enfim... Vou dando uma espreitadela rápida no Bloglines, comento coisinha pouca... isto ainda mexe, pouco, mas mexe. :)

26 maio 2009

Mafalda super-star!

É o título que melhor lhe assentava durante as férias. :) A quase todas as refeições, havia alguém do grupo de portugueses instalados no mesmo hotel que se metia por ela comer tão bem sozinha. Houve uma senhora, que pediu muita desculpa por nos interromper o almoço, mas que tinha mesmo que nos dar os parabéns porque já tinha criado 4 netos e nunca vira nenhum comer assim.
Os empregados do hotel também se metiam muito com ela, o que era bom quando a queriamos sossegada porque ela ficava estática, amarrava a tromba ao chão com vergonha, só mexia os olhos, sempre a espreitar pelo rabo do olho se o "estranho" ainda estava lá a falar com ela. De rir!
À noite, era a folia, com as danças da mini-disco no palco. Nos primeiros dias, só queria ir no fim buscar o balão que ofereciam às crianças, mas, para o fim da semana, mal chegava ao salão, começava logo a despir o "cacáco" e a puxar-me para a levar para cima do palco. Já imitava algumas partes das coreografias daquelas músicas infantis espanholas e inglesas , mas o que ela curtia mesmo era quando começava o baile dos adultos, especialmente com os funanás, isso é que era dançar! No avião de regresso, ainda houve gente a comentar "ai tão engraçada que ela era a dançar!".
Esta minha filha nasceu para brilhar, é o que é! LOL

25 maio 2009

Cabo Verde,...

... Ilha da Boavista, foi o nosso pouso na semana que ontem terminou. Muito relax, muito mimos partilhados, boa vida... Fora do hotel, pouco que ver, é uma ilha seca, ainda com o desenvolvimento a arrancar, mas, também por isso, vimos praias desertas lindas, quase intocadas, de areia branquinha e mar turquesa espectacular (sempre com vento). Valeu pelo descanso, pela simpatia das gentes de lá, pelo contacto a tempo inteiro com as minhas meninas... claro que houveram momentos em que tinha respirar bem fundo para não sair de mim e desejava muito umas férias a dois, mas depois pensava: "A dois? Sem este ruídinho amoroso de fundo: "Mamã, Mamã!"? Já basta quando elas não quiserem andar com os pais, é melhor aproveitá-las agora... E amanhã (logo, aliás!) vai doer, às filhas e à mãe!
Aqui ficam algumas imagens...

Da ilha


Da euforia do contacto com a água


De partilha



De horas felizes! :)

15 maio 2009

Faltam menos de 4 semanas...

... para os 2 anos!


Não estou preparada para isto! :s

Uma estreia na semana passada

Bombocas,...
... coisa doce, tão fofinha! :)

14 maio 2009

E quem me lê...

... já deve andar fartinho de só ler aqui posts sobre doenças, até a mim me enjoa, este blog! :S

Aceitam-se ofertas de...

... crucifixos, figas, garrafinhas de água benta, medalhinhas, tudo o que possa mandar embora este "encosto" que persegue a malta cá de casa! Não há semana em que não tenha que se visitar o médico, da tracinho se! Ontem passei eu o serão no hospital com mais uma infecção urinária ou cólica renal ou o diabo, toma lá um antibióticozinho que me põe nauseada e a vomitar. Hoje de manhã, o pai foi com a Camila ao Centro de Saúde porque já andava há uns dias com dores no ouvido e ontem teve febre e nós vamos de férias este fim-de-semana e era o que faltava para ajudar, era tê-la doente! O sô doutor disse que era um virús na garganta, não é caso de antibiótico mas passou a receita na mesma para o levarmos, caso ela piore. Não há maneira de conseguir ter a prateleira da cozinha sem medicamentos, bolas. Não tem sido nada de muito, muito grave, mas este ano tem sido de mais, estou tou tão fartinha disto! :((

08 maio 2009

Desatou a língua...

... e fala que se farta, embora se perceba (ainda) pouco. O nome dela é "Bá-fá" e diz que tem um ano (quase dois mas isso não interessa nada agora). Relata tudo o que faz quando eu chego a casa, que foi à "úa", deu uma "stinha" e "miam-miami" ao cão, brincou com os bebés ou com o papá, deu um "tumba" e fez "lói-lói" na "péna". Depois faz "nã-nã" em casa da "bó" e papa um "tute". Quando almoça lá, o "bô" dá sempre um "cácati" no final, está a ficar viciada (não bastava a mãe!). Gosta de papar "ôpa", "ôz", "nanana", "ibi", "noângo" e adora "tatátas" de todas as maneiras! Adora ir com o "bô" ou a "bó" para o pátio dar comida aos "pipitos" (tudo o que tenha bico é pipito e é a minha palavra favorita do momento).
Pinta-se por ir para o jardim andar no "tim-tão" e ir levar ou buscar a "mama" à escola ou à dança para ver os "miminos" e as "miminas". Pede "có" vezes de mais para o que as minhas costas aguentam mas vale a pena quando me pega na cara com as suas mãozinhas, antes de dormir, e me diz "ató-te-te"!

06 maio 2009

Anatomia de Mafalda

Paêxa
Paêlho
Ó
Mimi
Eia


Baxo
Mão
Dedo
Unho
Miminhas
Biida
Bito
Pipi
Cu
Péna

Dedo
Unho

05 maio 2009

Ah,...

... a Camila já foi inscrita na primária (sim, eu ainda digo primária!) hoje.

Acho que já posso dizer...

... que elas estão bem (até à próxima maleita, claro!). Desde sábado à noite que não limpo vomitados nem há diarreias. Tenho tantas coisitas para contar delas mas agora não tenho tempo, tenho que ir ver a Grey! :)

Tou tãaoo triste!!!!

Chegaram os meus Melissa do ClubFashion e... são grandes, toca a devolver, buáaa!!!
(aquela tabela de medidas... vou ali e já venho! :s)


(são estes:
não são lindos? schuiff...)

03 maio 2009

Hoje é o Dia da Mãe...

... e ontem foi o dia do Pai cá de casa, comemorámos as suas 35 Primaveras! Não foi "aquela" comemoração devido à falta de boa disposição geral mas teve direito a muitos miminhos das suas 3 mulheres, porque merece isso e muito mais!

(ainda por cima preparou um dvd lindo para as meninas me oferecerem hoje, claro que não faltou a lagrimita no canto do olho!)

01 maio 2009

Nem sei por onde começar...

... a descrição desta semana horrorosa. :(
Resumindo: Camila começa a vomitar domingo de manhã, a coisa vai piorando ao longo do dia, hospital com ela, diagnóstico: gastroenterite, muito desidratada e batimento cardíaco acelerado, internamento durante a noite para ficar a soro, saio de lá com ela ao meio-dia de segunda, continua a não reter nada no estômago mais do que 20 minutos durante o resto o dia, continua igual na 3ª, vómitos violentíssimos e diarreia, já é só olhos, dentes e ossos, na 3ª à noite começa a Mafalda, toda a noite a vomitar, na 4ª voltamos ao hospital com as duas, a Camila já vomita raiado de sangue, está no limiar de novo internamento devido à perda de peso mas a pediatra conclui que já estará em fase de recuperação, a Mafalda está com muita febre, felizmente não vomita tanto como a irmã, voltamos para casa ao fim do dia com as duas, vomitam assim que chegam a casa. A Camila não voltou a vomitar até agora, estamos na fase de "Em busca do apetite perdido" a ver se recupera os mais de 2 kg que perdeu. A Mafalda passou o dia de ontem alapada a mim, cheia de febre, voltou a vomitar à noite, hoje vomitou mais duas vezes e começou com diarreia, embora já não tenha febre. Eu e o pai andamos um pouco nauseados e com diarreia mas não temos permissão para ficar doentes.
Num tá fácil! :((

23 abril 2009

Ainda vou chegar...

... ao final do prazo sem ter feito a inscrição da Camila para a primária! Não estou preparada, está difícil mentalizar-me. Sei que vai ser um tempo lindo, a descoberta da leitura por si própria vai ser fascinante e sei que vou adorar acompanhá-la nessa aventura! Mas esse momento tinha que ter chegado assim tão rápido, tão "pouco" depois de ter nascido?! :)

22 abril 2009

E para mim,...

... uma infecçãozinha urinária, desde ontem, com fortes dores no rins desde hoje à tarde! Já estou medicada e vai passar, mas é tão chato! Como se pode ver, cheias de sorte, aqui para estes lados, hum?!

A febre da Mafalda...

... trouxe mais uma "novidade" para a colecção "Doenças das Filhas". Desta vez, trata-se de uma gengivoestomatite herpética (é isto, não é, Drª?), uma manifestação do vírus do Herpes nas gengivas. Conheciam? Pois eu não, nem tive prazer nenhum em conhecer! :s
Continuou com febre na 6ª e, à noite, reparo que os dentito me pareciam mais pequenos! No sábado, apercebi-me então que as gengivas estavam muito inflamadas e tinha duas aftas na língua. Como ela teve estomatite aftosa na altura do Carnaval, quando eu estive em Madrid, o pai associou que seria novamente isso. Mas no domingo começou a ver que seria algo diferente, as gengivas muito inchadas, quase a cobrir por completo os segundos incisivos, com sangramento fácil, não era nada do que tinha sido da outra vez. Foi com ela a um médico de clínica geral, que só serviu para dizer que não era estomatite aftosa e que, se não começase a melhorar, para procurar um dentista no dia seguinte. E foi o que fiz, recorrendo esta querida mais uma vez, que me disse então o que a minha pequenina tinha na boquita, aquele nome feio lá de cima, e que demoraria uma semanita a passar, recomendou dieta líquida e gel para aliviar a boquita. Já não tem febre desde segunda, anda bem disposta mas a boca continua feia, não piorou mas também não vejo grandes melhoras, espero que apareçam mais para o final da semana. Cada uma que a gente apanha! :(

21 abril 2009

Longe delas,...

... esta noite, os ouvidos cheios de silêncio, ainda com os ecos das suas vozinhas do telefonema de há pouco. Os braços que doem com a falta do peso da pequena e dos abraços da grande. Hoje não há beijinhos de boa noite, haverá amanhã, multiplicados... Tenho-as entranhadas em mim, como um órgão essencial sem o qual não sei viver! Filhas minhas, minha vida...

17 abril 2009

Visita da srª D.Febre...

... à D.Mafaldinha ontem à noite. Esta madrugada continuava, tive que ir dormir com ela a partir das 4 da manhã. Cheira-me que sejam os últimos molares a chatear, espero que passe rápido porque ela anda tão chatinha que fica uma autêntica lapa, não me larga o colo, tadinha!

Bolas de Cristal,...

... onde estás?!

14 abril 2009

A minha 1ª experiência...

... como "foleira", i.e., mulher que faz folares, devido à actual incapacidade da minha mãe e insistência/birra do meu pai ("Quero folares, eu quero, eu quero!..."), deu nisto:

(o boneco foi feito pela Camila)

Apesar de terem crescido muito pouco, devido à exagerada proporção açúcar/farinha, não estavam nada maus, massinha compacta, bem ao gosto tradicional destas bandas. A Mafalda é a maior fã, avia uma data de fatias ao longo do dia.

13 abril 2009

Oferecem-se...

... uns quilos de chocolate estilhaçado (sim, está estilhaçado porque houve que descobrir qual a surpresa em cada ovo), 4 pacotes de ovos Kinder e uns quilos de amêndoas de chocolate de leite, branco, com cobertura lilás, etc.
Por caridade com a minha balança, aceitem, vá!

09 abril 2009

Delicio-me sempre...

... com as demonstrações de amor entre as minhas filhas. A Camila com facilidade proclama o seu amor pela maninha e enche-me o coração ao fazê-lo. Esta manhã, foi a vez da Mafalda. Estavam as duas na cama com o pai (e eu de saída para trabalhar) e a Mafalda começa a acariciar a cabeça da irmã. Pergunto-lhe: "Mafalda, gosta da mana, é?", sem esperar resposta, mas ela surpreendeu-me: saca a chupeta fora da boca, abre um sorriso de orelha a orelha e acena que sim com a cabeça! Lindo de ver, especialmente a carinha inchada de orgulho da mana grande! :)

08 abril 2009

Sabem quando temos...

... uma música na cabeça, que roda e roda e roda e que começa a chatear porque estamos constantemente a apanhar-nos a trauteá-la, sabem? Pois eu já ando assim há dois dias com aquela: " Eu vou comer, comer, comer laranjas e bananas!", já não me suporto!
Quem mandou ver o "Panda vai à escola", hã?!

06 abril 2009

Futilidade

Mesmo a falar de tristes desgraças, adoro ouvir a língua italiana, tão musical! Um dia destes, vou aprender a parlare italiano, ah, se vou!

Na minha aula de inglês,...

... hoje de manhã, treinávamos o condicional, tentando adivinhar coisas sobre o nosso parceiro do lado. Uma das coisas que a minha parceira tentou adivinhar sobre mim era o meu trabalho ideal. Não conseguiu porque.. nem eu sei qual é o meu trabalho ideal! :(
Há imensa coisa que eu gostaria de fazer mas acho que, se tivesse que as fazer sempre, com compromissos a cumprir, deixariam de me dar prazer e já não seria o "ideal". Sou só eu que penso assim?! :s

Se bem o disse,...

... melhor o fiz! Acabei de reservar as nossas férias para o mês que vem, YESSS! :))

Estou...

... a precisar de férias... tanto! :s

01 abril 2009

Agora, sempre que algo...

... não corre ao jeito à pequena, sai logo um:

"Atão?!", de sobrolho franzido, com uma cara cuja expressão completa a frase com um: "Qu'é 'sta merda?!", é de rir!:D

É mandona, passa-se quando alguém a contraria e ataca logo à dentada, atira para o chão tudo o que lhe aparecer à frente. Às refeições, está a comer muito bem, de repente pára, olha para o prato/caneca e diz: "Não!". E é não e não mesmo, nem cantigas nem promessas de ir ver o cão nem ameaças mais "vigorosas", nada disso resulta. Se já tem pouco no prato, nem me chateio muito mas, no fim-de-semana passado, começava com o "Não" pouco depois de começar a comer e aí tem que comer mais qualquer coisa. Pu-la de castigo na despensa, na cadeira de comer virada para a parede, com a porta entreaberta. Esteve lá uns 2 ou 3 minutos, com chorinho de teatro, a espreitar por cima das costas da cadeira, olhando para mim e para a irmã à mesa. Fui lá e perguntei:"Vamos papar a sopa?" e ela acenou logo com a cabeça a dizer que sim, com ar de cachorrinho perdido. Às vezes ganha, mas não pode ser sempre como ela quer. E é esta parte que cansa nesta coisa de educar, bolas...

No meio de um abraço:

Eu: "Gostas-me?"
Camila: "Sim, muito, minha fofinha!"

E derreto, afundo em tanto mel! :)

Quantos blogs...

... irão "acabar" hoje, dia 1º de Abril? :))

30 março 2009

Às vezes, ...

... só me dá vontade de me esbofetear a mim própria pela minha falta de paciência com elas. Tenho que arranjar uma técnica qualquer, um mantra, qualquer coisa que me ajude a ter controlo sobre mim e a não fazer figuras das quais depois me arrependo! :s

27 março 2009

Pois,...

... apm, eu também penso isso que comentaste no post anterior, especialmente naqueles dias em que estou estourada, em que não as posso ouvir, em que me faltam mãos para acudir a todas as urgências muito urgentes de cada uma! Só me vem a cabeça: "Eu devo estar doida quando falo em ter o 3º, só pode!"
Mas, depois, há os outros dias... :))

Onde é que eu arranjo...

... uma vacina, ou qualquer coisa do género, que me faça perder a vontade de ter bebés assim que pego num recém-nascido?! Que raio, parece vício! :)

25 março 2009

O dia 25 de Março...

... era, desde 2007, um dia triste, o dia em que o tormento da doença terminou e deixou o meu avô descansar.
Hoje não é, é um dia muito feliz! Nasceu o M., filho da minha comadre R., irmã do coração, o maninho do meu querido afilhado D.! Por isso, o dia 25 de Março passa a ser um dia de muita alegria para mim.
Como é belo o Milagre da Vida! :)

24 março 2009

O anúncio...

... é o das cozinhas do IKEA, com a mãe, o pai e o filho todos aos berros na cozinha. A dada altura, o pai grita: "Já vouuu!" e aquilo fica a fazer eco cá em casa!:))

Camilices

Eu:"- Então, esse dentinho que tens aí a abanar, achas que ainda falta muito para cair?"
Ela:"- Não sei... Eu, quando estou a dormir, às vezes ponho a almofada por cima da cabeça."
Eu:"- Hã?! Porquê?"
Ela:"- Porque assim, se o dente cair, já fica debaixo da almofada!"

:D

Qual é o anúncio de TV, qual é ele,...

... que prende a atenção da Mafalda como nenhum outro e que a deixa a gritar repetidamente: "Á boouuu!", qual é? :)

23 março 2009

Estava a ver...

... que nunca mais era 2ª feira! Ou não, porque esta nem começou da melhor maneira. O filme do fim-de-semana resume-se a limpezas (minha casa e casa da mãe), aturar duas melguitas chatas, aniversário do afilhado A., mais limpezas (minha casa e casa da mãe), dar uma atençãozinha ao deprezado jardim, aturar duas melgas muito chatinhas, mudar vasos, varrer varandas cheias de pó amarelo, dar jantar a duas melguitas chatas, jantar, melgas na cama, este filme termina às 22:00 de domingo. A essa hora, começa então o verdadeiro fim-de-semana, o momento de lazer e relax: ver um filme, daqueles a sério, com o marido! No fim, ala dormir que se faz tarde, já é 2ª feira.
De manhã, uma sequela do filme do fim-de-semana, cena de gritaria com a Camila, que anda com um problema auditivo qualquer, só me ouve quando eu grito, se eu falar normalmente, bem posso repetir as coisas 100 vezes que é como se estivesse a falar para uma parede, simplesmente ignora. E eu passo-me e viro-me do avesso e aí, miraculosamente, o problema auditivo passa-lhe, só que isto de ter que andar sempre a virar-me e desvirar-me, do direito para o avesso e vice-versa, cansa e, juntando ao cansaço do fim-de-semana, torna-se uma mistura explosiva, sinto-me mal e só me apetece ganir, como dizia o outro! E estou ranhosa, acho que me constipei. Deve ser de ver muitos filmes...

Confuso?! Pois, hoje estou assim...

18 março 2009

Cada uma que ela inventa!

Ontem, apanhei a Mafalda a fazer asneira da grossa: encher a sanita de papel higiénico! Mas como a rapariga é poupadinha, não estava a tirar papel do rolo, não. Com uma mão, segurava a tampa do caixote do lixo e com a outra ía transferindo o papel que lá estava dentro para a sanita, blarghh!

(o que é que eu não programei nesta que programei na outra ou vice-versa?!)

16 março 2009

Tudo vale a pena,...

... é a conclusão a que chego. Toda a canseira dos preparativos, todas as horas na cozinha, todas as dezenas de vezes que fiz as escadas para a cave, toda a correria para chegar a mil sítios ao mesmo tempo, todas as arrelias que 3 piratinhas potenciais jovens deliquentes fizeram passar durante a festa, todas as despesas feitas, toda a dedicação, tudo. Vale tudo por esta carinha de felicidade!

11 março 2009

Dia de consultas

De manhã, foi a consulta da Mafalda no hospital por causa da infecção urinária. Disseram ao pai que o antibótico receitado era compatível com a bactéria encontrada, com não houve febre, pode terminar o antibiótico hoje e caso arquivado.
À tarde, consulta da Camila num otorrino. Os ouvidos estão bem agora, doem-lhe por causa da humidade, não deve voltar à piscina até ao fim do ano lectivo. Quanto à garganta, o veredicto é... cirurgia, amígdalas e adenóides :s. Da experiência do senhor doutor, as crises de amigdalites e afins passam pelos 8 anos mas voltam depois dos 20 e mais violentas. Vamos pedir outra opinião, claro, até porque eu sou um caso em que aconselharam a cirurgia aos 4 anos, os meus pais pediram outras opiniões, em que lhes disseram que as amígdalas são um filtro muito importante, e eles decidiram não seguir para a operação. Tenho as minhas anginas de vez em quando, mas o marido também as tem e foi operado. Vamos analisar. Se alguém quiser partihar experiências, agradecida.

Queria deixar aqui...

... (porque no site não encontro onde fazê-lo!) uma reclamação ao canal Panda que não me enviou informação nenhuma sobre o horário a que iriam passar os parabéns à Camila e não vimos, nem deu para gravar! E o pior é que só me lembrei disso hoje, ao ler um comentário aqui. Sim, Ália, era ela! ;)
O dia C correu muito bem, obrigada por todas as felicitações.
O meu dia começou bem cedo para terminar a decoração dos bolos.Levou este



para a escola e este





para o ATL. Todos os meninos repetiram, alguns mais do que uma vez, por isso deviam estar bons! :D

À noite, ainda cantámos os parabéns mais uma vez com os avós e a madrinha e recebeu alguns presentes, o dos papás é uma surpresa para a festa!

10 março 2009

6 anos



09 março 2009

A Mafaldinha está melhor,...

... obrigada. Nunca foi nada com ela, felizmente nem teve febre, mas o xixi já não fede, sinal que a infecção "tá no ir".
Hoje sou eu e o pai que andamos de rastos, cheios de dores no corpo, má-disposição, dores de estômago, o pai já vomitou e tudo. Tirei o dia de férias para ficar com a Mafalda, visto que a minha mãe foi operada à coluna na 5ª feira passada (mais um apertinho no coração, mas felizmente correu tudo bem e, até ver, parece que vai ganhar muito mais qualidade de vida) e então não tenho ama. Sem genica nenhuma, tive que ir às compras ao hiper de manhã, de tarde foi ir a casa da minha mãe (já veio hoje para casa) fazer camas, pôr roupa a lavar, lavar louça, depois em casa foi ajudar a senhora da limpeza que veio dar uma geral à cave para a festa da Camila, mais tarde foi fazer dois bolos para amanhã (um para a escola e outro para o ATL) que ainda tenho que decorar antes de dormir (já me arrependi mil vezes de não os ter encomendado numa pastelaria)! :s
Ai, vida!