30 março 2009

Às vezes, ...

... só me dá vontade de me esbofetear a mim própria pela minha falta de paciência com elas. Tenho que arranjar uma técnica qualquer, um mantra, qualquer coisa que me ajude a ter controlo sobre mim e a não fazer figuras das quais depois me arrependo! :s

27 março 2009

Pois,...

... apm, eu também penso isso que comentaste no post anterior, especialmente naqueles dias em que estou estourada, em que não as posso ouvir, em que me faltam mãos para acudir a todas as urgências muito urgentes de cada uma! Só me vem a cabeça: "Eu devo estar doida quando falo em ter o 3º, só pode!"
Mas, depois, há os outros dias... :))

Onde é que eu arranjo...

... uma vacina, ou qualquer coisa do género, que me faça perder a vontade de ter bebés assim que pego num recém-nascido?! Que raio, parece vício! :)

25 março 2009

O dia 25 de Março...

... era, desde 2007, um dia triste, o dia em que o tormento da doença terminou e deixou o meu avô descansar.
Hoje não é, é um dia muito feliz! Nasceu o M., filho da minha comadre R., irmã do coração, o maninho do meu querido afilhado D.! Por isso, o dia 25 de Março passa a ser um dia de muita alegria para mim.
Como é belo o Milagre da Vida! :)

24 março 2009

O anúncio...

... é o das cozinhas do IKEA, com a mãe, o pai e o filho todos aos berros na cozinha. A dada altura, o pai grita: "Já vouuu!" e aquilo fica a fazer eco cá em casa!:))

Camilices

Eu:"- Então, esse dentinho que tens aí a abanar, achas que ainda falta muito para cair?"
Ela:"- Não sei... Eu, quando estou a dormir, às vezes ponho a almofada por cima da cabeça."
Eu:"- Hã?! Porquê?"
Ela:"- Porque assim, se o dente cair, já fica debaixo da almofada!"

:D

Qual é o anúncio de TV, qual é ele,...

... que prende a atenção da Mafalda como nenhum outro e que a deixa a gritar repetidamente: "Á boouuu!", qual é? :)

23 março 2009

Estava a ver...

... que nunca mais era 2ª feira! Ou não, porque esta nem começou da melhor maneira. O filme do fim-de-semana resume-se a limpezas (minha casa e casa da mãe), aturar duas melguitas chatas, aniversário do afilhado A., mais limpezas (minha casa e casa da mãe), dar uma atençãozinha ao deprezado jardim, aturar duas melgas muito chatinhas, mudar vasos, varrer varandas cheias de pó amarelo, dar jantar a duas melguitas chatas, jantar, melgas na cama, este filme termina às 22:00 de domingo. A essa hora, começa então o verdadeiro fim-de-semana, o momento de lazer e relax: ver um filme, daqueles a sério, com o marido! No fim, ala dormir que se faz tarde, já é 2ª feira.
De manhã, uma sequela do filme do fim-de-semana, cena de gritaria com a Camila, que anda com um problema auditivo qualquer, só me ouve quando eu grito, se eu falar normalmente, bem posso repetir as coisas 100 vezes que é como se estivesse a falar para uma parede, simplesmente ignora. E eu passo-me e viro-me do avesso e aí, miraculosamente, o problema auditivo passa-lhe, só que isto de ter que andar sempre a virar-me e desvirar-me, do direito para o avesso e vice-versa, cansa e, juntando ao cansaço do fim-de-semana, torna-se uma mistura explosiva, sinto-me mal e só me apetece ganir, como dizia o outro! E estou ranhosa, acho que me constipei. Deve ser de ver muitos filmes...

Confuso?! Pois, hoje estou assim...

18 março 2009

Cada uma que ela inventa!

Ontem, apanhei a Mafalda a fazer asneira da grossa: encher a sanita de papel higiénico! Mas como a rapariga é poupadinha, não estava a tirar papel do rolo, não. Com uma mão, segurava a tampa do caixote do lixo e com a outra ía transferindo o papel que lá estava dentro para a sanita, blarghh!

(o que é que eu não programei nesta que programei na outra ou vice-versa?!)

16 março 2009

Tudo vale a pena,...

... é a conclusão a que chego. Toda a canseira dos preparativos, todas as horas na cozinha, todas as dezenas de vezes que fiz as escadas para a cave, toda a correria para chegar a mil sítios ao mesmo tempo, todas as arrelias que 3 piratinhas potenciais jovens deliquentes fizeram passar durante a festa, todas as despesas feitas, toda a dedicação, tudo. Vale tudo por esta carinha de felicidade!

11 março 2009

Dia de consultas

De manhã, foi a consulta da Mafalda no hospital por causa da infecção urinária. Disseram ao pai que o antibótico receitado era compatível com a bactéria encontrada, com não houve febre, pode terminar o antibiótico hoje e caso arquivado.
À tarde, consulta da Camila num otorrino. Os ouvidos estão bem agora, doem-lhe por causa da humidade, não deve voltar à piscina até ao fim do ano lectivo. Quanto à garganta, o veredicto é... cirurgia, amígdalas e adenóides :s. Da experiência do senhor doutor, as crises de amigdalites e afins passam pelos 8 anos mas voltam depois dos 20 e mais violentas. Vamos pedir outra opinião, claro, até porque eu sou um caso em que aconselharam a cirurgia aos 4 anos, os meus pais pediram outras opiniões, em que lhes disseram que as amígdalas são um filtro muito importante, e eles decidiram não seguir para a operação. Tenho as minhas anginas de vez em quando, mas o marido também as tem e foi operado. Vamos analisar. Se alguém quiser partihar experiências, agradecida.

Queria deixar aqui...

... (porque no site não encontro onde fazê-lo!) uma reclamação ao canal Panda que não me enviou informação nenhuma sobre o horário a que iriam passar os parabéns à Camila e não vimos, nem deu para gravar! E o pior é que só me lembrei disso hoje, ao ler um comentário aqui. Sim, Ália, era ela! ;)
O dia C correu muito bem, obrigada por todas as felicitações.
O meu dia começou bem cedo para terminar a decoração dos bolos.Levou este



para a escola e este





para o ATL. Todos os meninos repetiram, alguns mais do que uma vez, por isso deviam estar bons! :D

À noite, ainda cantámos os parabéns mais uma vez com os avós e a madrinha e recebeu alguns presentes, o dos papás é uma surpresa para a festa!

10 março 2009

6 anos



09 março 2009

A Mafaldinha está melhor,...

... obrigada. Nunca foi nada com ela, felizmente nem teve febre, mas o xixi já não fede, sinal que a infecção "tá no ir".
Hoje sou eu e o pai que andamos de rastos, cheios de dores no corpo, má-disposição, dores de estômago, o pai já vomitou e tudo. Tirei o dia de férias para ficar com a Mafalda, visto que a minha mãe foi operada à coluna na 5ª feira passada (mais um apertinho no coração, mas felizmente correu tudo bem e, até ver, parece que vai ganhar muito mais qualidade de vida) e então não tenho ama. Sem genica nenhuma, tive que ir às compras ao hiper de manhã, de tarde foi ir a casa da minha mãe (já veio hoje para casa) fazer camas, pôr roupa a lavar, lavar louça, depois em casa foi ajudar a senhora da limpeza que veio dar uma geral à cave para a festa da Camila, mais tarde foi fazer dois bolos para amanhã (um para a escola e outro para o ATL) que ainda tenho que decorar antes de dormir (já me arrependi mil vezes de não os ter encomendado numa pastelaria)! :s
Ai, vida!

05 março 2009

Faro de mãe não se engana,...

... literalmente.
Desde que cheguei de Espanha que encontrava um cheiro estranho na urina da Mafalda. Então na fralda da manhã, era um odor tão forte que se entranhava na roupa, tinha logo que mudar body e pijama. Durante o fim-de-semana, quando lhe mudava a fralda, ela ía com as mãos e dizia:" A pipi! A pipi!" (sim, eu digo, pipi, popó, teté, memé e não vejo problemas nisso, todos aprendemos assim e acabámos a falar normalmente, certo?) e ficava na dúvida se ela se estava a queixar. Na 2ª feira, a avó diz que ela nunca se queixou e ela andou sempre bem disposta, nunca fez febre, ainda mais dúvidas. Certo era que o cheiro intenso continuava e isso não era normal, na 3ª marquei consulta para a pediatra. Ontem lá fomos e ela foi de encontro às minhas suspeitas: infecção urinária. Para além do cheiro da urina, ela tinha a barriga um bocado distendida. Disse-me que era possível ser infecção sem febre, era sinal que ainda estava nas partes mais baixas do aparelho urinário, quando há febre é porque já estará a chegar à parte renal. Fez uma carta para irmos à urgência de pediatria do hospital fazer a análise de confirmação. Lá fomos nós, colocaram-lhe um saquinho depois de a lavarem, ao fim de meia-hora teve que trocar o saquinho porque ainda não tinha feito nada e a esterilização já não estava válida. Lá fez no segundo saquinho e a análise rápida confirmou as suspeitas de infecção, com valores anormais de leucócitos e nitritos. Disseram-me para aguardar mais 15 minutos e depois retiraram-lhe mais urina com uma sonda, para fazer urocultura no laboratório, hoje. Veio medicada com antibiótico (que, mal o provou, disse:"num é bom!" e tem razão, aquilo tem um sabor horrível, coitadinha) e com uma consulta marcada para a semana, para saber os resultados da urocultura e ver se é preciso mais medicação.
Mais uma para a colecção Outono-Inverno 08/09, bolas!

04 março 2009

Anda que não se aguenta...

... na expectativa do aniversário. No domingo, quando viu que era dia 1, ficou eufórica:"Já é Março! Já é Março!". Hoje de manhã, contava: "Já só faltam... (pausa para contagem mental) 6 dias para os meus anos!". E é assim todos os dias, a falar da festa, de ter todos os amigos da escola em casa. Este ano, como é o último da pré, decidimos convidar todos os meninos da sala dela (são 25, chamem-me louca, vá! tenho uma cave grande, é o que me vale) e ela anda delirante com a ideia, mas estou sempre a avisá-la que podem não vir todos (isto poderá ser um desejo do meu subconsciente?! ;) ), para ela não ter uma desilusão.
E com esta euforia toda, eu não consigo ignorar, como queria, o facto da minha bebé grande, princesa da sua mãe, a minha primeira filha, estar à beira de fazer 6 anos... JÁ!

02 março 2009

"É tu! É tu!"

Este é o novo grito de ordem lá em casa, da pequena ditadora. Quer fazer tudo sozinha, se vê que alguém está com intenções de lhe dar comer ou ajudar a lavar as mãos, começa logo a berrar que é ela que faz, mas em vez de dizer "eu", diz "tu", parto-me a rir!

01 março 2009

Hola!

Cá estou de volta, depois da minha aventura de 10 dias em terras de S.A.R. Príncipe Felipe de Bourbon, com quem não tive o prazer de me cruzar, nem ele sabe o que perdeu ! :D
Foi uma formação muito produtiva, a um nível de especificidade que não encontraria no nosso país porque não conheço investigação ao nível que do que encontrei, infelizmente. Também deu para passear um pouco por Madrid, comer umas tapas (é o que eles têm de melhor, o resto não vale grande coisa), aproveitar o fim-de-semana para conhecer Toledo (vale a pena a visita, é lindo!), fazer umas compras (ainda bem que levei um saco de viagem vazio dentro da mala!).


Claro que houve a parte má, o estar 9 dias sem ver as pimpolhas e o maridão! E tudo o mais que aconteceu nesses dias, acompanhado por mim a uma distância sofrida: deixei a Mafalda com 40º C de febre, no dia seguinte o médico diagnosticou estomatite aftosa, deixou de comer e andava muito rabujenta. A Camila, deixei-a com uma otite cerosa, que depois passou para o outro ouvido. Entretanto, a Mafalda começou a ter umas borbulhinhas pequenas, diagnóstico: um vírus da família da rubéola. Ao mesmo tempo, a Camila começa a queixar-se da garganta, mais uma ida ao médico, amigdalite. O pai não teve mãos a medir, passou umas noites mázinhas, ora com uma ora com outra, é o meu herói! Eu, sobrevivi por lá com o coração do tamanho de uma ervilha, tentando acalmá-lo com muita conversa ao telefone (nem quero ver a conta do roaming!), foi duro.
Cheguei a casa na sexta às 22:30, elas ainda estavam acordadas e foi... aquele abraço! Muita saudade, até doía, comi-as com beijinhos, cheirei as minhas crias e então, respirei! E a Mafalda a berrar para que tirasse o casaco ("O cacáo, o cacáo!"), não descansou enquanto não o tirei, com medo que voltasse a sair! :)