31 agosto 2009

Decidimos,...

... depois de ouvirmos os médicos e de pesquisarmos sobre o assunto, que a Camila vai ser operada às amígdalas e adenóides. Tentámos preservar, já fez tratamentos de prevenção e nada resultou, este é o último recurso.Estávamos com algumas reticências até por causa da gripe A mas quer o otorrino quer o médico de família nos sossegaram quanto a isso, neste momente, as amígdalas e adenóides não são uma defesa, são um ataque, à conta de todos os antibióticos que toma. O que pesa mais na nossa decisão é o facto dela ir começar uma etapa escolar em que não pode estar a faltar uma semana por mês, por amigadalite ou otite, como aconteceu nestes últimos Invernos no jardim de infância (esperando que ela não fique doente com outras coisas, claro) e a possibilidade da deformação dos ossos maxilo-faciais por problemas de respiração (ressonar, etc.), coisa que me aconteceu a mim e que me causou muito mais sofrimento a tratar aos 30 anos do que o que ela poderá sofrer aos 6 com uma cirurgia simples, em que nem fica internada . É o melhor para ela, estamos convictos disso.

26 agosto 2009

Já tem...

... mochila (com rodinhas, das Princesas, coisa mais rosa nunca vi!), estojo (das Princesas, coisa mais rosa nunca vi!), cadernos e 2 livros (falta o de Português). Está assim-assim entusiasmada, toda a gente lhe diz que vai ter mais trabalho e a rapariga não gosta de trabalhar, é um facto. Quer dizer, gosta de fazer coisas, letras, números, mas só aquilo que lhe apetece e enquanto lhe apetece, como todos gostaríamos que fosse sempre, claro. Às vezes, falo-lhe em fazer uma ficha de um livro de actividades, faz o mais fácil, coisas de passar por cima ou ligar elementos e outras do género, e depois já está cansada! Eu tento mostrar-lhe o lado positivo, o quanto vai ser bom ela aprender a ler, conseguir entender tudo o que está à sua volta, que lindo que vai ser, e sinto que ela fica com alguma expectativa de que o que vem pela frente é uma coisa boa.

25 agosto 2009

Babosices (2)

E a autoridade na voz dela quando grita: "Pára!", "É minha!" ou "É minho!", "Á cá!", "Não quéi!", "Num apéta!" (quando a irmã a abraça), com a mão levantada ou o indicadorzito espetado?! Parto-me a rir por dentro, com a plena consciência de que esta pequena vai dar que fazer, ai vai! :)

Babosices

Eu espirro e ela responde:"- Atinho!"

Do desfralde da Mafalda...

... a modos que andámos um pouco para trás :S ! Quase há 2 meses que não usa fralda de dia e, logo a partir daí, começou a acordar com a fralda seca quase todos os dias. Mesmo nas férias, em que adormecia super-cansada, a fralda estava seca pela manhã. Eu, feliz e contente, decido tirar-lhe a fralda de noite no fim-de-semana do feriado. As primeiras 3 ou 4 noites, maravilha! Entretanto, no final da semana passada, começam os "acidentes", de noite e, estranhamente, de dia também. Não sei se ela sentiu demasiada pressão, se é por andar mais entretida na brincadeira com a irmã e deixa-se andar até à última, certo é que todos os dias tem havido descuidos. Esta noite levantei-me à 3:30 para pô-la a fazer xixi e já estava toda molhada :(! Troquei a cama e a roupa dela e pus-lhe fralda, senti-me um pouco a retroceder, mas penso que funcionará como um alívio da alguma pressão que ela eventualmente ande a sentir. Certo é que, de manhã, a fralda estava sequinha. Não sei bem o que pensar, eu não sinto que a tenha pressionado porque foi bastante natural, ela deu sinais de estar pronta ao manter as fraldas secas várias noites seguidas. Vamos ver como corre...

20 agosto 2009

E a piada que a pequena tem...

... a simular conversas telefónicas? Anda com um telemóvel velho pela casa, a falar, a fazer perguntas, a dizer "Ahhh!" tipo Ah, pois é.., a dar risadinhas, parto-me rir. É isso e na hora de assistir aos "espectáculos" de dança que a Camila prepara com as duas. A Camila inventa umas coreografias com muitos braços e pernas no ar, a Mafalda tenta imitá-la, com os olhos semi-cerrados com sentimento, mas vai dando o seu toque pessoal, tipo dar um saltinho, deixar-se cair de rabo no chão e rir-se para nós a ver se nos rimos, acha um piadão, não sei como é que ela não se magoa. Acho que tem vocação para palhaça, tal como a irmã!

18 agosto 2009

Questão para quem tem crianças

As vossas crianças, ao redor dos 2 anos, também choram, ou choravam, ao ver-se na televisão, em vídeos caseiros?
Aconteceu com a Camila e agora com a Mafalda, mal se vê na televisão começa a fazer um beicinho e fica logo com os olhos rasos de água. Se aparece o pai ao pé dela na imagem, então aí é choro mesmo sentido, temos que parar o filme. Dá-me vontade de rir pela "palermice" e dou-lhe muito miminho até se acalmar, é que a mocinha fica desconsolada! E a irmã era tal e qual quando tinha a mesma idade! É estranho ou nem tanto assim?

17 agosto 2009

Querem uma...

... laringo-traqueíte, querem? Eu tenho uma para oferta, bahhh!
Há um mês que ando com tosse e expectoração em demasia, tomei um xarope uns dias mas não fez nada, depois vieram as férias e continuei na mesma, só tosse, sem febre nem dores de nada, mas sempre muita porcaria na garganta e alguma dificuldade em respirar. Hoje lá me decidi a ir ao médico, entrei com tosse e sai com uma infecção na laringe e traqueia e receita para antibiótico e bombinha.

16 agosto 2009

Hoje, trabalhou-se no campo...


Das Férias...


Paris
É uma cidade que me fascina, sempre que lá chego sinto a batida cardíaca a acelerar. Porque é linda e luminosa, traz ao de cima memórias difusas da minha infância (vivi lá perto até aos 6 anos), enfim, Paris é Paris!
Palácio de Versailles
Sem palavras, pela segunda vez entrei lá dentro e senti novamente a impressão que já vivi aqui noutra encarnação, lol


Eurodisney
A Fantasia no seu expoente máximo, tudo bem pensado para nos fazer sentir num mundo de magia!
Rocamadour, Saint-Cirq-Lapopie,
Carcassonne, Biarritz
Vilas que visitámos na descida da Paris até Espanha, construções medievais perfeitamente conservadas que nos transpostam ao passado. Entre elas, campos e campos de milho, girassol, vinha, num mosaico bem alinhado. Biarritz é "supé-chique", foi a última dormida em solo francês, com uma rápida passagem antes da partida para casa.

13 agosto 2009

Eu quero, Não quero, Faz, Não gosto...

... são as expressões que mais saem da boca da Camila, nunca como agora a senti com este espírito de contradição e desejo de impôr as suas vontades! Está difícil de aguentar, especialmente porque não fui fadada com o dom da paciência e tenho muitos momentos Grrrrr! Mas até o pai, que tem Paciência escrito no ADN, se anda a passar com a Sô Dona Marquesa. É claro que ela tem que aprender a lutar pelo que quer e a argumentar, também não desejo que seja uma sonsinha que se deixa pisar mas esta luta diária cansa! E o que me assusta mais é que ela ainda só vai a caminho dos 7 anos e a tendência não é melhorar... :(
Se lhe digo para fazer a cama ou arrumar o seu calçado ou ir a casa da avó, "Mas eu não gosto de ter a cama feita/os sapatos arrumados/ir a casa da avó (mesmo que tenha pedido para lá ir 2 minutos atrás)!". Não obedece a nada, nada mesmo, à primeira, tenho que andar sempre artilhada com os meus "olhares" dos maus (os "gros yeux", como dizem os franceses) para ela se mexer. Nas férias, quando pedia alguma coisa com um "Eu quero isto!" com uma autoridade na voz que começava logo a mexer comigo, se levasse um não, começava logo com guinchinhos "Mas eu quero!", coisa que nunca fez na vida (se calhar, o problema é que eu estava mal habituada!)! Tinha que dar um pouco o desconto, antes de começar a ver tudo vermelho, devido ao sono e ao cansaço da viagem, que também contribuem. Agora, nota-se logo nos dias em que se deita mais tarde, no dia seguinte anda muito pior.
Depois, é a comida, há quase sempre qualquer coisa de que não gosta, mesmo que já a tenha comido muitas vezes, mas aí não tem sorte nenhuma, tem mesmo que comer o que estiver no prato.
Uma das coisas que mais me irrita é estar sempre a comparar-se à irmã, "É, mas a Mafalda pode! É, mas a Mafalda tem!"! Tento fazê-la entender que as duas não têm a mesma idade, pergunto-lhe se ela quer ser tratada como um bebé de 2 anos, entra-lhe qualquer coisa mas daí a pouco já está no mesmo!
Nas alturas em que se arma em caprichosa, dá-me vontade de a rifar! O que lhe vale é ela ser uma miúda gira, que sorri e ri muito, que conversa como gente grande (ainda ontem me fez sorrir quando começou uma frase com "Aliás,..."), que dança pela casa toda, que é meiga com a irmã (mesmo quando leva arranhões, puxões de cabelo e com sapatos na testa, a pequena é peste!), que se enrosca no meu colo à noite para ouvir, com muita atenção, umas páginas d'O Príncipezinho e, na sequência, me faz perguntas sobre planetas e países e o Mundo (é o tema do momento)... Enfim, o que lhe vale é que é a minha princesa, dona de boa parte do meu coração! :)
(Da tracinho se, tinha escrito um post e o FDP do blogger não o salvou, ca nervos!)

12 agosto 2009

Está tudo de férias, não está?

É que até faz eco, uma pessoa estar aqui a postar para o vazio! :))
Aproveitem bem, bom descanso!

2 anos, 2 meses, 2 dias...

... da minha princesa pequena! Está tão engraçada (pelo menos, aos meus olhos!), é uma sabidona que me tem nas palminhas, confesso. Não resisto aos seus sorrisos quando estou a ralhar-lhe, tento aguentar-me séria e digo: "Eu não me estou a rir, Mafalda!" e ela então faz-me olhinhos e, se estiver perto, agarra-me a cara e espeta-me um grande beijo repenicado. O que é que eu posso fazer, quem resiste a isto?! :)
Diz muitas palavras mas não diz frases perceptíveis, a maioria das frases dela são:" Iú-iú-ió-iú+ palavra perceptível", às vezes até me aflige, parece que tem a língua atada, vê-se que ela está ali a explicar-se com muitos iú-iú's e nós só a percebemos se a palavra final for bem dita. A Camila falava muito melhor, com a mesma idade, mas não estou muito preocupada, ainda. Algumas palavras giras:
cunca - música
petêta- chupeta (era pepêta mas, no dia em que fomos à Eurodisney, começou a chamá-la assim, não sei porquê)
mana - para chamar a irmã, depois de muito tempo a chamá-la mamã/mama.
Adada - Mafalda
Néno - Nélson
Bábie - Bárbara
Miel- Miguel
Djô - Diogo
Há muitas em que ela come uma sílaba: mate para tomate, póta para compota, mê para mesa, é uma língua preguiçosa.
Adora dançar, está sempre a desafiar a irmã para pôr música, já sabe de cor o DVD do espectáculo de dança da Camila, abana-se toda a dançar, tem bom jogo de cintura. Ainda nas comparações, tem muito mais destreza física do que a Camila tinha, tudo lhe parece bom para trepar, adora bolas, é capaz de passar que tempos a bater num balão sem nunca deixá-lo cair ao chão, tem olho. A fralda de dia já lá vai, de noite acorda quase sempre seca, para a semana vou experimentar a tirá-la e levantar-me para o xixi a meio da noite, a ver como corre.
Já come bem sozinha, ainda lhe dou uma ajuda na sopa, para evitar grandes desastres, mas ela começa logo:"É tu! É tu!" (quer dizer "sou eu! sou eu!" mas ainda não a conseguimos fazer entender esse conceito, ela é sempre "tu"), também tem que ter uma colher na mão.
Está pequenina, continuando nas comparações com a irmã, o que lhe dá a vantagem de ter mais colo do que a irmã teve, e ela são se inibe em pedi-lo: "Mamã, qué cóio!". Só lhe faltam 2 dentes para a dentição completa.
Estou perdidamente apaixonada por ela, o meu doce pequenino!

11 agosto 2009

Pois as vacances...

... já terminaram e desde ontem que se trabalha (não muito, pode fazer mal, assim, de repente :D).
Foram 10 dias de passeio, 4 dias fixos em Paris, em casa dos tios, e os restantes em trânsito, explorando um pouquinho das belezas que a França tem escondidas, ao todo cerca de 4200 km. Com as pequenas, sim, as duas, exacto... Já se perguntam: mas, como?! O milagre foi: leitor de DVD no carro, a melhor aquisição dos últimos tempos! :)
O grande acontecimento, para a Camila, foi a ida à Eurodisney! Só soube na véspera da ida, quando viu os bilhetes na nossa mão. A Mafalda também foi e gostou muito, tenho tanta pena que não se vá lembrar! É claro, foi cansativo até para nós, pai e mãe, ela só foi porque ainda não pagava bilhete e eu achei que as sensações que ela ia viver valeriam a pena, para aproveitar os parques e as diversões ao máximo acho que a idade ideal são os 8, 9 anos. Mas já apreciou ver o "Bickey" e a "Mini", adorou andar nos carrosséis, assustou-se um bocadinho nas diversões mais escuras e movimentadas, tipo Piratas das Caraíbas e Peter Pan, agarrava-se a mim a dizer"Ai, cai! Ai, cai!" mas nunca chorou. Ficámos até ao fogo-de-artifício, um lindo final para um dia de fantasia!
Entretanto saem as fotos, tirei exactamente 1000 fotos até chegar a casa, ainda estou na fase da escolha