31 dezembro 2010

2010 foi um ano sonsito, pãozinho sem sal, em que o único acontecimento assim "tcha-nan!" foi o nascimento da minha querida sobrinha!:-) De resto, nada de extraordinário. Se quero mais anos assim? Até quero, nada de muito grave aconteceu, a minha saúde e a dos que me são próximos vai-se mantendo, com os seus altos e baixos; vendo por este prisma, foi um ano bom. O que eu quero mesmo para 2011? Aprender a gozar ainda melhor o que tenho na minha vida, sem ansiedade por aquilo que não tenho e desejava ter.
Saúde e sorte para todos os meus e os vossos, o resto vem por acréscimo. Feliz 2011!

30 dezembro 2010

Expliquem-me como se eu fosse muito burra:

porque é que os colégios privados recebem dinheiros públicos?! Como é que ser "privado" pode ser gratuito para alguns? Isto acontece em todos os colégios ou só nos sítios onde não há escolas públicas como alternativa? Não entendo...

29 dezembro 2010

Raios partam as músicas do Pingo Doce,...

... mais a sua facilidade em cravarem-se no meu ouvido! grrrr

24 dezembro 2010


21 dezembro 2010

Ainda não consegui perceber...

... se a Camila ainda acredita no Pai Natal ou não. No ano passado, já percebeu que era alguém mascarado de Pai Natal que entrou pela casa do padrinho adentro para distribuir as prendas mas aquela prenda que lhe aparece no sapato na manhã de Natal ainda tem uma aura de mistério. Há uns dias, perguntou-me quem é que se mascarava de Pai Natal este ano, perguntei-lhe porque é que achava que era alguém mascarado e ela: "Sei lá, no ano passado só vi um barriga cheia de almofadas!" :-) Disse-lhe que, mesmo que achasse que era alguém mascarado, para não dizer à mana, porque era giro acreditar que era o Pai Natal. E ela concordou, com um sorriso de quem quer continuar a acreditar! Até eu queria! ;-)

Lapsus linguae by Mafalda

"A saia da Calorina
tem um lagáto pintádo
Quando a Calorina dança,
o lagáto vai ao rabo!"

lol

15 dezembro 2010

Mafaldinha, a esperta!

Para perceberem o raciocínio seguinte da minha pequena, preciso informar previamente que ofereceram a ambas um gorro de Pai Natal no domingo passado.
Hoje, estávamos as 3 a tomar o pequeno-almoço e falávamos em prendas. Às tantas, pergunto à Mafalda:
- Então, já compraste uma prenda de Natal para dares à Camila?
Ela pára, pensa uns segundos e responde:
- Eu xó tenho um gorro, não tenho as bábas (barbas)!, com a entoação " Tou fora, não tenho nada a ver com isso, eu nem sou o pai Natal!".
Até a Camila se desmanchou a rir com a resposta, é de mais, esta minúscula! :-D

10 dezembro 2010

Da vidinha...

- a Mafalda tem estado toda a semana em casa, a curar uma broncolaringotraqueíte, nome fino para dizer "tosse de cão com dificuldade em respirar e alguma febre", está a melhorar, embora ainda ande ranhosita. Está mimada até à 5ª casa, temosinha, implicante com a irmã e respondona, do género responder "tu não mandas!" quando a avó lhe pede para fazer qualquer coisa. Comigo ainda não se aventurou nessas andanças, até porque já deve ter percebido que, certamente, não iria correr bem para o lado dela! Mas está cada vez mais fofinha, só dá vontade de lhe dar umas "trincas", como diz a professora de dança.
- a Camila teve um pequeno espectáculo de dança no feriado, em que surpreendeu novamente pela sua segurança. Apesar de não ser uma bailarina exímia , está cada vez mais concentrada e é visível o prazer que tem em dançar, isso é o mais importante, para mim. Adoro conversar com ela, faz perguntas sobre tudo o que vê no noticiário, agrada-me ver que não está alheada, que se interessa pelo que a rodeia, mesmo que não seja o mais agradável. Teve 98 % na ficha de Matemática mas continua com muito pouco jeitinho para o desenho, não se pode ter tudo.
- eu... ando em preparativos para fazer o Natal cá em casa mas o espírito natalício ainda não baixou em mim, há algo em falta...