31 agosto 2011

Depois de muita discussão,...

... propostas apresentadas e rejeitadas e apresentadas de novo e rejeitadas de novo, desespero porque "ainda a criança nasce e não tem nome!", cedências de parte a parte, etc... acho que, finalmente, chegámos a um consenso, que ainda não se pode tomar como definitivo mas quase. Teremos então um/a

Francisco ou Alice

(e isto tudo foi só entre mim e o pai, nem nos atrevemos a estender o debate a outros eventuais interessados, tipo irmãs, senão nunca mais havia fumo branco)

25 agosto 2011

Fico tão tristinha...

... quando penso que é a última vez (pelo menos, que seja planeado) que tenho um bebé na barriga! Eu pensava que isto me passava com esta gravidez, mas, até ver, acho que não... Apesar dos enjôos, má digestão, inchaços, desconfortos variados, gosto mesmo de estar grávida! Será caso para ir ao sô doutor da caixa dos pirolitos?! Não te cures, não...

24 agosto 2011

Do lado da Camila,...

... vou-me dando conta (às vezes, à força, graças aos comentários de outras pessoas), com um efeito tipo-paulada-na-cabeça-de-ficar-a-ver-estrelinhas, de algumas mudanças no seu corpo (pequeninas mudanças ainda, pequeninas). Mais cedo ou mais tarde, é inevitável, vamos ter que ter "A Conversa", para que a minha menina, a minha primeira bebé (aiiii!!!!) não seja apanhada de surpresa pelo seu crescimento... Posso dizer que não estou preparada para isto, posso?!

23 agosto 2011

E não tardou a chegar...

... a 2ª pergunta (e mais temida)! Hoje de manhã, ainda meia ensonada, Mafaldinha pergunta: "E como é que tens aí o bebé?". Não entendi à primeira: "O quê?!". "Como é que o bebé foi aí pa dentro da tua barriga?". Ai caracinhas, que isto não são horas para estas conversas, tenho que me despachar para o trabalho, vou desviar o assunto e fazer de conta que não ouvi, e foi o que fiz. Logo, não posso esquecer-me de procurar o livrinho usado para dar a mesma explicação à Camila, a ver se a pequena fica com as curiosidades todas satisfeitas quando voltar ao ataque!

18 agosto 2011

Já estava à espera, mais cedo ou mais tarde...

... haveria de surgir a pergunta sacramental da parte da Mafalda, tal como aconteceu com a Camila: "O bebé vai sair por onde?" Tentei explicar-lhe o mais simplesmente possível e acho que a curiosidade ficou satisfeita. Meteu-lhe confusão a possibilidade do doutor cortar a barriga ("E depois tu choras, mamã?"), mas disse-lhe que era só às vezes, nalgumas senhoras, e que não ía ser preciso para mim.
Noto-a cada vez mais ansiosa, até o sono anda um pouco alterado, de vez em quando lá pergunta quando é que o bebé nasce e anda sempre agarrada à barriga, aos beijinhos e abraços. Nem sei para que reacção dela me devo preparar, quando o bebé nascer, a Mafalda tem as emoções mais à flor da pele do que a Camila tinha. Vamos ver, quando chegar a hora...

15 agosto 2011

Como prenda dos 4 anos do priminho S.,...




... saiu este Chick Hicks, do primeiro filme "Carros", para variar um pouco do Faísca. Muita coisa a melhorar mas, aos olhos do aniversariante, foi o bolo mais fixe do mundo ("Era este que eu queria!", com um brilho nos olhos), e isso é que interessa! :-)

13 agosto 2011

Faltam 3 meses para o dia 13 de Novembro, ...

... a data em que completamos 40 semanas desta viagem. Num clique, dois terços estão cumpridos... quando se está feliz, o tempo corre ainda mais depressa! :-)

12 agosto 2011

Mafalda, polícia de costumes

Descortino na minha pequena uma certa vocação para o controlo da ordem e dos bons costumes cá em casa, especialmente em tudo o que se refira à irmã. Sei que não devia, para não fomentar o espírito "queixinhas", de que não gosto, mas, às vezes, não consigo evitar de rir com o desplante com que ela vem denunciar que a irmã fez mal a cama (mão na cintura, ar de quadrilheira"Anda cá, mamã, anda ao quarto da Camila, ver como ela fez a cama!", com ar de quem diz à irmã "Agora é que vais ver!") ou quando questiona "Quem é que deixou a porta do armário aberta?" com ar de "Foi a Camila, de certeza!". Se estivesse no lugar da Camila, também não gostaria de ter uma pequena melga a buzinar-me aos ouvidos, coitada, o que ela lhe responde e deseja é "Só espero que o bebé vá ser o teu polícia também, p'ra tu veres!". Estas miúdas...

11 agosto 2011

Pelos vistos, este jeitoso...

(foto da net)


... tem um linfoma. Espero que ganhe a luta, assim como toda a gente que padece deste tipo de doenças. Maldito bicho!



Ontem vi a carinha do meu bebé como nunca tinha visto, de frente, "olhos nos olhos", e parece que caiu mais uma ficha: aqui está, uma "pessoinha" dentro de mim, uma criança que eu vou ensinar a ser homem ou mulher, mais uma mistura de 3 partes, eu, o pai e o nosso amor. Com tanta agitação à minha volta, tive a sensação que ainda não tinha concretizado bem este bebé na minha mente, apesar de já o ter visto e sentido tantas vezes... aconteceu ontem e foi bom, um quentinho no peito muito bom de sentir.

04 agosto 2011

Bon Jovi

(foto da net)


Foi bom recordar os tempos em que a cara deste senhor (sem botox e esticadelas, claro) aparecia no meio dos posters que forravam as paredes do meu quarto. Apesar de ter tido que "acampar" uns bocadinhos no chão porque uma barriga de 25 semanas não se aguenta 3 horas seguidas de pé e de algumas músicas terem sido muuuito esticadas, o balanço é positivo. Próximo concerto: só Deus sabe! :-D

A barriguinha...





... está a ficar um barrigão e, cada vez, é alvo dos mimos das manas, andam completamente in love pelo bebé! O tempo está a avançar rapidamente e vou tentando curtir ao máximo este último "estado de graça", especialmente os momentos preciosos em que o meu/minha pequenino/a baila dentro de mim.

Férias... puff, já se foram!

Duas semanas de praia, vento, sol, algumas nuvens, boa companhia, muitos mimos às crias... Baterias recarregadas para mais uns tempos, daqui a um mês há mais! :-)